Regionais 2020

PS perde a maioria absoluta nos Açores

O Partido Socialista elegeu 25 deputados.

PS perde a maioria absoluta nos Açores

© Paulo Brasil Pereira, RTP-Açores


O PSD elegeu 21, o CDS 3, o Chega, o BE e o PPM 2 (contando com a eleição no Corvo em coligação com o CDS) e o Iniciativa Liberal e o Pan com 1 deputado.



Recorde aqui a cronologia da noite eleitoral:


- Às 19 horas a RTP-Açores revela uma projeção sobre os resultados eleitorais.

- Taxa de abstenção deverá situar-se entre os 52 e 58 por cento. Menos do que há quatro anos.

- A falta de escolaridade e a falta de uma consciência cívica são causas da abstenção, diz o comentador Elias Pereira, que sublinha que é preciso atualizar os cadernos eleitorais.

- Abstenção técnica: há 195 mil açorianos com mais de 18 anos a residir no arquipélago, menos 17 por cento que os inscritos nos cadernos eleitorais, diz o comentador Rodrigo Oliveira. É preciso rever os cadernos eleitorais.

- José Contente(PS): redução da abstenção significa que a democracia nos Açores está viva.

- Pedro Nascimento Cabral (PSD): RTP-Açores teve um papel importante no despertar da consciência cívica dos açorianos.

- José Cascalho (BE): Boa notícia haver uma redução da taxa de abstenção. Apesar da pandemia, as pessoas perceberam que era seguro ir votar.
Voto em mobilidade foi uma boa ideia.

- Carlos Ribeiro (CDU): As pessoas têm uma fraca ou má opinião dos políticos e, também por isso, não votam.

- Pedro Pinto (CDS): Tendência de redução da abstenção é óptima. Há que haver uma forte aposta na educação para a cidadania.

- Manuel São João (PPM): Comunicação social e plataformas digitais têm papel importante no combate à abstenção.

- Projeção da Universidade Católica dá vitória ao PS, mas não garante maioria absoluta.

- Na reação, Félix Rodrigues (CDS) diz que a noite vai ser longa e antevê que o seu partido vai desempenhar papel importante na futura configuração de poder.

Aníbal Pires (CDU): É de aguardar a eleição de um deputado pela CDU.

O governo minoritário do PS, em 1996, foi o melhor dos Açores.


- Paulo Estevão (PPM em coligação com o CDS) e Iasalde Nunes (PS) foram eleitos no Corvo

-Resultados no Corvo 
PPM/CDS 40,07 % (1 deputado); PS: 35,19% (1 deputado); PSD 22,30%; PCP 0,70%

- Resultados na Graciosa
PS 47,43% (2 deputados); PSD 41,62% (1 deputado); PPM 3,52%; Chega 1,54%; CDS 1,26%; BE 1,11%; MPT 0,24%; PCP-PEV 0,20%.

- Resultados Santa Maria
 PS 43,95% (2 deputados); PSD 23,27% (1 deputado); PPM 12,60%; BE 11,55; PCP 1,84%; Chega 1,38%; CDS 1,21%; MPT 0,42%

-Resultados Faial 
PSD 41,04% (2 deputados); PS 30,31% (2 deputados); PCP-PEV 8,72%; CDS 5,99%; BE 3,6%; Chega 2,95%, PPM 2,62%, PAN 1,52 %; MPT 0,10%.

- Pedro Pinto, do CDS-PP, admite perder um deputado pelo círculo da compensação, dada a proliferação de partidos concorrentes a estas eleições.
O representante do CDS na noite eleitoral da RTP-Açores espera, no entanto, eleger um deputado pela Terceira, outro por são Jorge e um pelo círculo de compensação.

- Resultados  São Jorge 
PS 32,02% (1 deputado); CDS-PP 31,63%(1 deputado); PSD 18,44% (1 deputado); Chega 9,09%; BE 1,94%;PPM 1,51%; PAN 0,37%.

PS ganha na Terceira, mas perde um deputado.

- Resultados na Terceira
PS 41,29% (5 deputados); PSD 28,45% (4 deputados); CDS 9,47% (1 deputado); Chega 5,37%; BE 3,17%; Iniciativa Liberal 2,86%; PAN 1,53%; PCP 1,17%; Livre 0,39%; Aliança 0,84%; 

Chega elege o primeiro deputado nos Açores: Carlos Furtado, por São Miguel.

PPM elege 1 deputado pela ilha das Flores
Nas Flores ganhou o PS (1 deputado) e o PSD ficou em segundo (1 deputado).

- Resultados nas Flores
PS-30,04%(1 deputado); PSD 28,27%( 1 deputado); PPM 18,24% (1 deputado); CDS 11,65%; BE 3,85%; PCP 3,19%; PAN 1,37%.

- Resultados de São Miguel

PS 38,98%(9 deputados) ; PSD 36,64% (9 deputados); Chega 5,55% (1 deputado); BE 4,34% (1 deputado); PAN 2,58%; IL 2,45%; PPM 2,23%; CDS 1,55%; PCP-PEV 0,93%; Livre 0,50%; Aliança 0,40%; PCTP/MRPP 0,27%; MPT 0,24%. 

- Resultado Pico

PS 44,83% (2 deputados); PSD 36,48 (2 deputados); CDS 4,46%; Chega 3,63%; BE 1,92%; PCP 1,52%; PAN 1,46%; PPM 0,58%; MPT 0,06%.

PS e PSD com o mesmo número de deputados em São Miguel: 9