Sociedade

Corvo já tem dentista

O presidente da unidade de saúde do Corvo, único médico na mais pequena ilha dos Açores, adiantou hoje que já está instalado um médico dentista para tratar os cerca de 400 residentes naquela ilha do grupo ocidental do arquipélago.

Corvo já tem dentista

"Penso que é um passo muito positivo termos um dentista residente, que já cá está", disse Carlos Teixeira à agência Lusa.

A mais pequena das nove ilhas que perfazem o arquipélago dos Açores tem apenas um médico e uma enfermeira residente, sendo que agora passam a ser três os profissionais de saúde residentes na ilha.

Até agora, a ilha do Corvo recebia a visita de um dentista apenas uma semana por mês, sendo que a cadeira de medicina dentária existente será substituída por uma nova que chegará em breve à Vila do Corvo.

"Este equipamento que temos é do século passado, da década de 1990, de maneira de vamos receber um novo equipamento para complementar e aumentar as potencialidades do colega dentista que foi aqui colocado", sublinhou Carlos Teixeira.

O médico está no Corvo desde julho de 2017, depois de 40 anos de profissão no continente, onde era diretor do centro de saúde de Arganil, além de ser o responsável técnico e clínico do Hospital de Cuidados Continuados Integrados da Santa Casa da Misericórdia de Tábua.

O médico lembra que "esporadicamente" vão à ilha especialistas em áreas como oftalmologia ou nutrição, mas já pediu ao Governo Regional a deslocação de outros médicos ao Corvo.

Foi solicitada à tutela, concretiza, que quando houver a deslocação de especialistas à ilha das Flores, também no grupo ocidental dos Açores, seja possível a passagem pelo Corvo, sendo necessárias as presenças, por exemplo, de áreas como a dermatologia, cirurgia vascular e neurologia.

Até ao final do ano será também contratado um fisioterapeuta a tempo inteiro para o centro de saúde do Corvo sendo que já existem "25 utentes" prontos a receber tratamento.

Lusa