Sociedade

Estima-se participação de 8 mil pessoas no rastreio do cancro da cavidade oral (Vídeo)

O programa existe há 3 anos e hoje estiveram reunidos especialistas e promotores, no Hospital de Santo Espírito, na Terceira.

PICCOA, o programa de rastreio do cancro da cavidade oral quer atingir, este ano, mais de 30% da população alvo.

Com uma taxa de mortalidade superior a 50%, este é considerado um cancro letal. Por isso, a sua deteção precoce é essencial ao tratamento. 

São detetadas necessidades ao nível da medicina dentária a cerca de 40% dos participantes do rastreio. 

O programa está implementado em toda a região e só foi possível por existirem, nos quadro das unidades de saúde de ilha, médicos dentistas. 

RTP/Açores