Sociedade

Farmácias protestaram contra a falta de comparticipação do Estado (Vídeo)

Durante 23 minutos, a plataforma informática de dispensa de receitas esteve inativa. As farmácias açorianas uniram-se ao movimento nacional "Salvar as farmácias, cumprir o SNS".

Um protesto simbólico iniciado às duas da tarde nos Açores, à mesma hora que na Assembleia da República se discutia a petição "Salvar as farmácias, cumprir o SNS".

São 53 as farmácias comunitárias a prestar serviços no arquipélago.
A representante da ordem dos farmacêuticos defende que a sua existência tem vantagens nos cofres do estado e na saúde das populações.

A petição com 120 mil assinaturas pretende alertar o poder político para o potencial e valorização desta rede de apoio ao utente, numa altura em que 11% das farmácias dos Açores estão em risco de insolvência.

RTP/Açores