Sociedade

Morreu um dos últimos construtores navais do Pico [Vídeo]

Faleceu o Mestre João Alberto, a última grande referência da construção naval em Santo Amaro do Pico.

Lancha Espalamaca, uma das embarcações restauradas pelo Mestre João Alberto © RTP Açores/Luciano Barcelos

João Alberto das Neves nasceu em S. Jorge, em 1939, onde começou na reparação naval.
 
Em 1961, fixou-se em Santo Amaro do Pico, passando a trabalhar nos estaleiros navais do Mestre José Teixeira Costa, onde construiu com ele 17 traineiras. 
Em 1972, inicia atividade por conta própria, com estaleiro em Santo Amaro, procurando a inovação e a melhoria dos processos técnicos associados à arquitetura e à engenharia navais.

Construiu 50 embarcações, batéis e lanchas para a pesca artesanal e desportiva, 10 atuneiros de grande porte, parte da chamada Frota Azul, dois deles em 9 meses, estabelecendo um recorde a nível nacional.
Reparou ou transformou 59 embarcações, grandes e pequenas, de caça à baleia, de pesca e tráfego local.

O Mestre João Alberto modernizou e prolongou a construção naval em madeira, contribuindo também para a sua perpetuação.

Em 2015 recebeu a Insígnia Autonómica de Mérito Profissional atribuída no dia da Região nas Lajes das Flores.

Este ano foi condecorado com o grau de Oficial da Ordem do Mérito Industrial, atribuída pelo Presidente da República.