Sociedade

Património histórico da igreja do Capelo desapareceu (Vídeo)

A polícia judiciária continua no terreno a investigar e a contabilizar os prejuízos.

© Francisco Ferraz Rosa

Já está feita a limpeza à igreja na freguesia do Capelo, na ilha do faial que foi parcialmente consumida pelas chamas no passado fim-de-semana.

Restou pouco depois do incêndio da sacristia principal da Igreja do Capelo, até as pratas derreteram. 

No altar-mor, o telhado também foi consumido pelas chamas e o retábulo está parcialmente destruído. 

Os prejuízos ainda não estão contabilizados na totalidade, para além da recuperação ao nível da infraestrutura, há um património histórico que desapareceu.

Para o pároco da freguesia agora é altura de deitar mãos à obra e reconstruir o que foi consumido, para isso já conta com alguns donativos.

Quanto às causas, Fábio Carvalho deixa para as autoridades competentes essas conclusões.

Contatado pela RTP Açores o coordenador regional da Policia Judiciária Renato Furtado diz que os elementos continuam no terreno, ainda sem conclusões e adianta três possíveis hipóteses para o incêndio: acidente, negligência ou mão criminosa.