Sociedade

Técnicos de Diagnóstico e Terapêutica suspendem greve

Os Técnicos Superiores de Diagnóstico e Terapêutica (TSDT) dos Açores suspenderam a greve que estava agendada para começar na terça-feira, esperando que, "no início da próxima legislatura, seja possível retomar" o processo negocial com o Governo Regional".

Técnicos de Diagnóstico e Terapêutica suspendem greve


A informação é avançada hoje num comunicado do Sindicato Nacional dos Técnicos Superiores de Saúde das Áreas de Diagnóstico e Terapêutica (STSS), salientando que as estruturas sindicais esperam que, "no início da próxima legislatura, seja possível retomar o processo negocial com o Governo Regional", no sentido de "ser alcançada uma correta e justa aplicação dos descongelamentos e a valorização da carreira de todos os TSDT".

A greve estava agendada para decorrer entre esta terça-feira e sexta-feira.

"Acreditando na boa fé do Governo Regional, os Técnicos Superiores de Diagnóstico e Terapêutica dos Açores não vão levar a cabo a greve prevista para esta semana (20 a 23 de outubro)", lê-se no comunicado enviado às redações.

Citado na nota, o vice-presidente do sindicato, Fernando Zorro, sublinha que, "embora os sindicatos não tenham obtido uma resposta à contraproposta enviada ao Presidente do Governo Regional, que defendia a valorização de um posicionamento remuneratório na carreira para todos os TSDT", foi decidido "suspender a greve prevista para os próximos dias na Região Autónoma dos Açores".

"Tivemos em atenção a sensibilidade que foi sendo manifestada pelos nossos associados quanto à proposta apresentada pelo Governo Regional, que permite que, pelo menos, alguns trabalhadores possam ver beneficiada a sua carreira", acrescenta.

As estruturas sindicais reconhecem que "a alteração do posicionamento remuneratório proposto pelo Governo Regional ajuda a atenuar as injustiças que de forma reiterada são cometidas sobre os TSDT, especialmente no que diz respeito ao processo de descongelamento e de revisão carreira" e, "esperam, que no início da próxima legislatura" na região, "seja possível retomar este processo negocial" com o Governo açoriano, para "ser alcançada uma solução futura e no tempo que permita, uma correta e justa aplicação dos descongelamentos e a valorização da carreira de todos os TSDT" nos Açores.

"Acreditamos que só este compromisso por parte do Governo Regional permitirá aos TSDT na região recuperar a confiança. Queremos ver os problemas resolvidos, pois só assim será restituída a paz social que todos ansiamos a bem da saúde de todos os açorianos. Vamos continuar a perseguir o objetivo de uma carreira justa para todos os TSDT", sublinha Fernando Zorro.

Lusa