Sociedade

Uma em cada três crianças açorianas tem excesso de peso (Som)

Açores têm a mais alta taxa de obesidade infantil do país, segundo o inquérito COSI 2019. Nutricionista do Hospital da Terceira, Tânia Rocha, defende mudança de políticas e de hábitos.

 

Má alimentação e sedentarismo são os fatores que mais contribuem para a elevada taxa de obesidade infantil registada nos Açores.

O problema estende-se, muitas vezes, à idade adulta e tem repercussões, alerta nutricionista.