Ouvir
Oceano Atlântico
Em Direto
Oceano Atlântico Um programa de Pedro Coquenão

Apoios

Peter Serrado na Tarde da Antena 1

|

Peter Serrado na Tarde da Antena 1

Peter Serrado conversou com Bruno Gonçalves Pereira e cantou duas canções.

*****
Pedro Serrado é um cantautor luso-canadiano com 25 anos, filho de pais alentejanos, nascido e educado em Toronto (Ontário) e fala português fluente. 
Começou a cantar aos cinco anos, mas só depois dos 18 começou a encarar a possibilidade de fazer uma carreira na música depois de ter participado num concurso comunitário que então venceu. Começou então a compor as suas próprias canções. Concorreu e venceu outros concursos, entre os quais o Long and Mcquade Singing Contest (com John Santos), CNE Rising Star ou o Scotiabank Picnic Rising Star Contest.
O luso-canadiano Peter Serrado trouxe “Sunset” até à Final do Festival da Canção 2018, canção que ficou classificada em 11.º lugar.


PETER SERRADO

"Para descrever o Peter Serrado a qualquer fã de música, nos seus termos mais simples, poderíamos dizer que ele é, na sua essência, a fusão do som pop/acústico, inovador e emotivo, que parecia estar à espera de acontecer. Com uma voz única, marcada por um tom doce e rouco, quase que como um sussurro subtil que se transforma num grito. A expressão do Peter é poderosa, mas ainda assim íntima, sensata, divertida e evoca artistas como Bob Dylan, Tom Petty e Jeff Buckley. Como compositor, reflete a essência de uma alma sábia, fixada em imagens que se projetam numa letra nostálgica, povoada com emoções envolvidas por melodias que viajam pelo passado e pelo presente.
O luso-canadiano nasceu em Toronto, no Canadá, e sentiu-se atraído pela música desde tenra idade ao ouvir fado com a sua família nas associações da comunidade local. Ao longo do tempo, descobriu o seu amor profundo pelo soul retro e pelo funk, pelos European Crooners, American Roots e R&B. O crescimento da sua paixão pela música, conduziu-o para um caminho onde encontrou forma de expressar o que sentia.
Em fevereiro de 2018, o Peter tornou-se no primeiro artista “desconhecido” a competir na qualificação de Portugal para a Eurovisão. O público demonstrou o seu apoio ao elevá-lo ao segundo lugar na votação dos fãs, conduzindo-o à final. O que lhe proporcionou a oportunidade de atuar com a sua canção “Sunset & the City” numa televisão nacional e para uma audiência internacional.
À medida que a sua arte evoluía, o mesmo acontecia com o Peter. Hoje, abraçando os vários estilos de música que o construíram, purifica vários géneros, avaliando o que o trouxe aqui, com consciência do que ainda está por vir. As atuações ao vivo fizeram com que continuasse humilde, dando-lhe a oportunidade de criar uma ligação mais íntima com um público. Um crescimento que se torna tão fascinante quanto o seu estilo musical. A sua aparência é um fator a ter em conta e que o distingue. Após o lançamento do seu álbum de estreia em nome próprio, os festivais locais têm-nos contactado. O Peter está pronto para levar a sua mensagem autêntica e com alma a um público mais amplo, com a determinação de provar que o tempo de espera acabou... o seu momento é agora."