Ouvir
Linha do Horizonte
Em Direto
Linha do Horizonte Miguel Freitas / Bruno Gonçalves

Concertos

26ª Festival Loulé Jazz

De 29 de julho a 1 de agosto

|

26ª Festival Loulé Jazz
Loulé Jazz regressa em 2021 com um cartaz muito especial. Na sua 26ª edição, o festival celebra o Jazz nacional com músicos de todo o país.

Mário Laginha, pianista, compositor e diretor artístico do Loulé Jazz, com raízes na cidade de Loulé, desenhou um cartaz totalmente português, sublinhando a qualidade artística dos músicos nacionais.

Bernardo Moreira, Eduardo Cardinho, João Frade, Maria João e Carlos Bica, Pedro Moreira, Miguel Meirinhos, Trio de Jazz de Loulé e Zé Eduardo são os nomes que brilham no centro da cidade de Loulé, entre os dias 29 de julho e 1 de agosto de 2021. A nível internacional, dois nomes juntam-se ao cartaz: o lendário Jorge Pardo é convidado do Trio do algarvio João Frade, e Julian Arguelles tem uma participação especial no concerto do Trio de Jazz de Loulé, grupo que nasceu deste espírito de celebração da cidade que acolhe o universo do Jazz e da música improvisada desde 1995. O Loulé Jazz é o Festival no ativo em Portugal, com maior número de edições realizadas. Não se realizou apenas no ano de 2020.

No total são oito ensembles que se reúnem ao longo de quatro dias, na Cerca do Convento do Espírito Santo, numa iniciativa da Casa da Cultura e Município de Loulé.

Os horários dos concertos do Loulé Jazz serão anunciados a 22 de julho de 2021, em conformidade com todas as regras de segurança definidas pela Direção Geral de Saúde.


26º Loulé Jazz
29, 30, 31 de julho e 1 de agosto 2021
Cerca do Convento do Espírito Santo em Loulé

29 Julho
Trio Zé Eduardo
Trio João Frade com Jorge Pardo

30 Julho
Two Maybe More | Sax Ensemble de Pedro Moreira
Quarteto Maria João e Carlos Bica

31 Julho
Trio Miguel Meirinhos
Quinteto Eduardo Cardinho

1 Agosto
Sexteto Bernardo Moreira | Entre Paredes |
Trio de Jazz de loulé com Julian Argüelles

"Este não é um ano como os outros, todos sabemos. A comunidade dos músicos viu, deste o primeiro período de confinamento, o seu trabalho reduzido a nada, ou quase nada. Existindo um número tão elevado de músicos e bandas de Jazz em Portugal, achámos que seria o momento de os honrar fazendo um Festival de Jazz de Loulé totalmente a eles dedicado. Queríamos que viessem músicos de todo o país, dos muito conhecidos, aos por descobrir, dos mais velhos aos mais novos, com concertos e jam sessions diárias. Haverá, assim, dois concertos em cada um dos dias (às 21h e às 22h15) seguidos de uma jam session logo após o último concerto. Em cada dia a jam será aberta por um trio diferente, todos compostos por jovens músicos que estão, grande parte deles, a sair dos cursos de Jazz que existem em Portugal. E é assim que teremos trios das zonas do Porto, Coimbra, Lisboa e Algarve.
Gostávamos que o “Loulé Jazz” 2021 fosse uma grande festa do Jazz Português, que tem já - gostava de dar toda a ênfase possível a isto - uma variedade de estilos e uma qualidade que precisa, urgentemente, de ter uma maior expressão nos palcos do país.
A Casa da Cultura de Loulé, com o apoio e financiamento da Câmara Municipal de Loulé, tornam possível que doze grupos, todos eles portugueses, venham este ano partilhar a sua música. A escolha não foi fácil. Haveria muitos mais a convidar. Talvez por isso faça todo o sentido fazer deste ano do "Loulé Jazz" o primeiro de muitos em que se celebrará o Jazz e os músicos Portugueses."

Mário Laginha