Ouvir
Encontros Imediatos
Em Direto
Encontros Imediatos Um programa de João Gobern e Margarida Pinto Correia

Concertos

Ala dos Namorados - 25 anos e Concertos

Dia 21 Outubro (Coliseu dos Recreios)

|

Ala dos Namorados - 25 anos e Concertos

Informa-se que o concerto inicialmente agendado para dia 13, foi adiado para dia 21 (Domingo) às 19h 

*****

Este ano, a Ala dos Namorados assinala os seus 25 anos de música. Será um ano de celebração que, a par de uma tounée com alguns espectáculos muito especiais, ficará assinalado pelo lançamento de novos temas inéditos e por grandes concertos nos Coliseus de Lisboa.

*****

Antes do concerto de Lisboa a Ala dos Namorados veio ao Estudio 23, da Antena1, para uma conversa com Rui Santos e cantou algumas canções emblemáticas que pontuam o seu percurso musical.


  • Captação e mistura: Juventino Ferreira
  • Entrevista: Rui Santos
  • Produção: Ana Sofia Carvalheda
*****

Destes 25 anos de música, ficam muitas histórias e os temas de um reportório com uma identidade única; mas para além do passado, a Ala dos Namorados continua a viver do seu presente – com uma agenda de concertos contínua – e a olhar para o futuro, compondo e apresentando novos temas inéditos.

“CULPADA” é o nome do novo single onde, mais uma vez, a composição e arranjos de Manuel Paulo se juntam à arte de escrever de João Monge – responsável de mais de 90% das letras da Ala dos Namorados, de há 25 anos a esta parte. A voz é do inconfundível Nuno Guerreiro, uma das vozes portuguesas mais carismáticas.

Manuel Paulo e João Martins, engenheiro de som da Ala dos Namorados quase desde o início, assinam a produção de “CULPADA”.

A estreia em rádio foi um exclusivo Antena 1.


Numa homenagem clara ao universo feminino, a banda desafiou as fãs a participarem no videoclip do tema do qual são protagonistas. A partir de 8 de março, Dia Internacional da Mulher, o tema estará disponível em todas as plataformas digitais e será apresentado o videoclip que foi feito “…por causa delas”.



*****

Tudo o que é bom passa depressa, costuma dizer-se. E foi num ápice que se passaram 25 anos sobre a formação da Ala dos Namorados, em 1993. Foi num repente que se cimentou uma das carreiras mais longas e bem-sucedidas da música popular portuguesa, apoiada em constantes êxitos de público e de vendas, assim como em concertos por todo o país e no estrangeiro que sempre sublinharam uma imagem de enorme cumplicidade entre o grupo e os seus fãs. Certamente porque não há outra banda em Portugal que alie de forma tão perfeita sons de tantas correntes musicais distintas com uma escrita tão aprimorada e uma voz tão cativante e singular.

ADN 25 Anos, a tournée com que a Ala dos Namorados celebra o 25º aniversário, é também uma celebração dessa partilha. É uma ocasião para, nos Coliseus de Lisboa, a 21 de Outubro, ouvir todos os êxitos, numa sucessão de temas que se encarregará de nos lembrar o lugar que a Ala dos Namorados ocupa já na história da música popular portuguesa.
Todo este sucesso sempre resultou de uma combinação singular e inimitável na música da Ala dos Namorados, em que cabem a canção ligeira portuguesa de travo clássico, o jazz de apelo popular, a pop mais desempoeirada, o fado no seu registo mais cançonetista e uma transversal capacidade para fazer de todos estes géneros uma experiência única e personalizada. Tudo porque sempre houve um triângulo de iluminada cumplicidade e de uma inspirada convergência de talentos: a mestria melódica de Manuel Paulo e João Gil na composição, a riqueza narrativa da escrita de João Monge capaz de captar na perfeição o quotidiano das cidades portuguesas e a voz versátil e emotiva de Nuno Guerreiro. Esta combinação só podia ter resultado num daqueles casos de sucesso fadados para a composição de hinos populares.

A prova de que esse património continua vivo estará patente no alinhamento dos concertos da tournée ADN 25 Anos: aos temas que conhecemos e cantamos de cor juntar-se-ão duas criações novas preparadas especialmente para estas ocasiões, exemplos de dois mundos que a Ala dos Namorados sempre explorou na perfeição: o registo íntimo e a vibração popular. E isso é o melhor que podemos esperar desta tournée e dos próximos anos que a Ala dos Namorados continue a soar à Ala dos Namorados e a povoar os nossos dias.



Facebook