Ouvir
PBX (Expresso/Antena1)
Em Direto
PBX (Expresso/Antena1) Um programa de Pedro Mexia e Inês Meneses

Concertos

CORDIS Reflexo

|

CORDIS Reflexo

Concertos com apoio da Antena 1:

  • 07 de janeiro, Teatro José Lúcio da Silva, Leiria 
  • 14 de janeiro, Centro de Artes de Águeda
  • 28 de janeiro, Mealhada, Cineteatro Messias
  • 29 de janeiro, Teatro Municipal de Ourém

O CORDIS nasce em 2005, fruto de um feliz encontro entre o piano de Paulo Figueiredo e a guitarra
portuguesa de Bruno Costa.
Depois do primeiro álbum editado em 2008 (CORDIS piano & guitarra portuguesa) e de outro
lançado em 2011 (CORDIS2) - ambos com versões originais de obras de reconhecidos compositores
de guitarra de Coimbra -, o CORDIS resolve editar um pack triplo (2013) com a filmagem de um
concerto ao vivo com diversos convidados e o 1º e 2º discos do grupo. Em 2015, chega TERCEIRO,
um álbum exclusivamente de originais, acompanhados pelo quarteto de cordas Arabesco. Depois de
muitos concertos ao vivo, com a satisfação e orgulho num trabalho ainda mais original, o CORDIS
apresenta, em 2020, um novo disco de originais, na linha do Terceiro, com piano, guitarra portuguesa
e quarteto de cordas. É este trabalho, REFLEXO, que Paulo Figueiredo – piano - e Bruno Costa -
guitarra portuguesa - apresentam neste novo concerto.
REFLEXO – disco ANTENA1 - é, assim, o resultado de 15 anos de experiências e lugares, palcos e
pessoas que moldaram o que é o CORDIS na atualidade.


CORDIS Reflexo com Quarteto Arabesco e Dança contemporânea
Este espetáculo apresenta ao público as mais recentes composições originais do álbum REFLEXO de
CORDIS, que aprofunda um percurso de recriação da música de Coimbra. CORDIS Reflexo com
Quarteto Arabesco e Dança contemporânea convida o espectador a renovar a sua perspetiva sobre
a música de Coimbra. Para isso concorrem as sonoridades inovadoras potenciadas pela junção do
piano e da guitarra portuguesa à excelência das cordas do Quarteto Arabesco, bem como a
interpretação corporal proporcionada pela dança contemporânea. Paula Fidalgo desenvolveu um
trabalho coreográfico original sobre as novas peças de Reflexo e também para obras de compositores
clássicos da guitarra portuguesa, como Artur e Carlos Paredes ou António Portugal. As jovens e
talentosas bailarinas – Beatriz Pereira da Silva e Matilde Néri – exibem coreografias em duetos e a
solo, do neoclássico ao contemporâneo, que exploram a expressividade dos temas musicais e da
paisagem coimbrã, revisitando o imaginário coletivo.
Tendo como um dos grandes objetivos elevar e promover a cultura e tradições de grande
expressividade em Coimbra, CORDIS Reflexo encerra uma dinâmica original que une a música e a
dança, numa abordagem imersiva e inovadora da música de guitarra de Coimbra reinventada.
Este espetáculo é cofinanciado pelo COMPETE2020, PORTUGAL2020 e União Europeia através do
Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional.