Ouvir
Portugal em Direto
Em Direto
Portugal em Direto

Concertos

Pedro Tatanka e Yamandu Costa no Teatro da Trindade INATEL

Dias 23 e 24 de junho!

|

Pedro Tatanka e Yamandu Costa no Teatro da Trindade INATEL

23 junho | sexta 21:30

Pedro Tatanka é o rosto dos muito amados Black Mamba, projecto com que percorreu o país e o mundo (apresentou-se, ao lado de Áurea, no Rock In Rio Brasil, por exemplo) colecionando um volume invejável de experiência. Vocalista de méritos reconhecidos, guitarrista de exceção, Tatanka tem sabido dividir palcos com algumas das maiores estrelas da música portuguesa além de Áurea já se cruzou com António Zambujo, Dengaz ou Rui Veloso, para mencionar apenas alguns exemplos repartindo com todos o brilho da apresentação.

A capacidade de dialogar com artistas tão diferentes é apenas um sinal claro da largueza de vistas que define Tatanka como artista: é um cantor e músico de mão cheia que alterna entre o rock e a soul, entre o jazz e as influências que chegam de África ou do Brasil com uma naturalidade singular. Beber de todas essas fontes dá-lhe uma visão única e profunda da música.

Ao Trindade, Tatanka trará um espectáculo especial: vai apresentar-se primeiro a solo, acompanhado apenas pela sua guitarra, desfiando canções e histórias, melodias nuas e acordes como quem se revela ao mundo. Na segunda parte será com banda que desfilará argumentos, procurando mostrar outras dinâmicas e energias num concerto pensado especialmente para esta ocasião.

FICHA ARTÍSTICA

  • Pedro Tatanka 
  • Marco Pombinho 
  • Rui Pedro Pity 
  • Hugo Danin


Yamandu e Tatanka conversaram com Ana Sofia Carvalhêda:





24 junho | sábado 21:30

Yamandu Costa é um dos grandes tesouros do Brasil contemporâneo: apontado como um dos mais reputados músicos da sua geração, Yamandu especializou-se no exótico violão de sete cordas, instrumento de que se tornou um dos maiores expoentes vivos.
Em 15 anos, desde que começou a editar no arranque deste milénio, Yamandu Costa, que nasceu em 1980, colecionou uma discografia de cerca de duas dezenas de títulos, entre trabalhos de estúdio, gravações ao vivo, DVDs e projectos divididos com outros artistas como Paulo Moura, Dominguinhos ou Hamilton de Holanda. O seu último registo, de 2015, encontra-o em diálogo profundo com a Orquestra do Estado de Mato Grosso para um Concerto de Fronteira. Premiado internacionalmente, este músico nascido no seio de uma família de artistas, que cedo descobriu a obra de gente como Baden Powell ou Tom Jobim, desenvolveu uma linguagem própria no seu instrumento que é reflexo de uma profunda genialidade.
A Portugal, Yamandu trará a beleza e magia do seu violão de sete cordas e um variado reportório que navega as ricas águas da bossa nova e do choro, do jazz, do tango e da milonga, do samba ou do baião, tudo linguagens que domina com mãos de mestre e de forma apaixonada num espectáculo inédito que certamente converterá à sua música todos os que porventura ainda desconheçam este tesouro nacional do Brasil.
_________________________________
Participação especial: Ricardo Ribeiro