Ouvir
Linha do Horizonte
Em Direto
Linha do Horizonte Com José Carlos Trindade

Concertos

Teresa Salgueiro: O Horizonte e a Memória

Aula Magna - 18/11 às 21h30

|

Teresa Salgueiro: O Horizonte e a Memória

Teresa Salgueiro, que venceu recentemente o Prémio José Afonso, prepara o concerto "O Horizonte e a Memória" que irá apresentar na Aula Magna, no dia 18 de Novembro.

O Horizonte e a Memória irá decorrer num cenário envolvente e íntimo onde Teresa Salgueiro nos apresentará um breviário de canções representativas da melhor tradição musical portuguesa.
Tendo como fio condutor o seu próprio repertório desde "O Mistério" ao recém editado "O Horizonte", a autora interpreta também os mais conhecidos temas dos Madredeus, prestando ainda homenagem a Amália Rodrigues, José Afonso, Carlos Paredes, entre outros.

Irá transportar-nos assim a um universo que nos é próximo e simultaneamente surpreendente.

A voz que há três décadas canta Portugal e encanta o mundo, eleva-nos com o seu estilo único e inconfundível, através da poesia e da música, num Espectáculo que é uma reflexão sobre o que é ser humano e onde habilmente se entrelaça o presente, o passado e o futuro.

Teresa Salgueiro refere que "o conceito que suporta este novo Espectáculo cristaliza-se na relação estreita e indivisível entre o Horizonte e a Memória que nos impele e simultaneamente nos ampara".



Teresa Salgueiro conversou na Antena 1 com Ana Sofia Carvalhêda:




TERESA SALGUEIRO vence PRÉMIO JOSÉ AFONSO

Teresa Salgueiro venceu o Prémio José Afonso 2017, atríbuido pela Câmara Municipal da Amadora. O júri constituido pelo pelo Vereador da Cultura da Câmara Municipal da Amadora (CMA), António Moreira, pela pianista Olga Prats, pelo compositor Sérgio Azevedo, e por Vanda Santos, Chefe da Divisão de Intervenção Cultural da CMA, considerou que o álbum “O Horizonte”, de Teresa Salgueiro, representa – numa carreira que já não exige confirmação, mas apenas reconhecimento – mais um momento alto da voz e da presença desta artista que, na sua busca por novos horizontes musicais, tem sabido manter uma identidade inconfundivelmente portuguesa, porque ancorada em elementos estilísticos e emocionais que todos reconhecemos como nossos.