Ouvir
A Fé dos Homens
Em Direto
A Fé dos Homens

Discos

Disco A1: Zeca Afonso - "Enquanto Há Força"

|

Disco A1: Zeca Afonso - Enquanto Há Força
"Enquanto Há Força" o disco de 1978 de Zeca Afonso é reeditado dia 19 de Abril pela Orfeu.
Uma edição remasterizada a 24bits a partir dos masters originais  e que inclui textos exclusivos da autoria de Gonçalo Frota e Aldina Duarte.
Um Disco Antena 1!

Oiça Sábado dia 20 de Abril às 19h na Antena 1 o programa especial de António Macedo dedicado a este disco em que Zeca Afonso regressa à guitarra portuguesa.

Leia o Press Release de "Enquanto Há Força"

*****



Enquanto Há Força
(1978)

"Ainda sob a influência dos tempos áureos de 75, mas já com as marcas do retrocesso do processo político provocado pelo 25 de Novembro, este álbum mistura a esperança com o humor, a denúncia com o fervor revolucionário e transforma todos estes ingredientes» numa obra plena, daquelas que só a genialidade pode conceber. «Enquanto há força/ no braço que vinga / que venham ventos / virar-nos as quilhas»: a irreverência e o desafio, uma vez mais, a par de um certo desencanto (patente, por exemplo, em A Acupunctura em Odemira, um tema anterior a 74 que Zeca recupera para este disco) e de uma ironia subtil, expressa nos versos quase ingénuos da segunda versão de Viva o Poder Popular.
Pela primeira vez, José Afonso reparte com ou tro compositor a autoria de duas canções: Eu, o Povo, sobre texto do poeta moçambicano Barnabé João (Mutiatimi Barnabé João, aliás João Pedra Grabato Dias, aliás António Quadros (Pintor). Pseudónimos de António Augusto de Meio Lucena e Quadros (1933-1994). pintor. escultor e poeta. que tem vários textos musicados por Zeca e, mais recentemente, por Amélia Muge), e A Acupunctura em Odemira, ambas musicadas de parceria com Fausto, que com Zeca assume também a direcção musical do disco. Entre a lista dos colabo radores escolhidos para a sua concretização, podem ver-se os nomes de Michel Delaporte (que assina, aqui, a sua última participação em gravações de José Afonso), Pintinhas, Guilherme Inês, José Luís Iglésias, Carlos Zíngaro, Pedro Caldeira Cabral, Rão Kyao, Luís Duarte, Paulo Godinho, Yório Gonçalves, Adriano Correia de Oliveira, Sérgio Godinho, Alfredo Vieira de Sousa e do próprio filho de Zeca, Pedro Afonso, entre outros. "

Viriato Teles

Músicos: Michel Delaporte, Pintinhas, Guilherme Scarpa, Fausto, José Luis Iglésias, Manuel Guerreiro, João Rodrigues, João Magalhães, Ermenegildo, Paulo Godinho, Dimas Pereira, Yório, Alfredo Vieira de Sousa, Cecília, Grupo de Cantigas do Centro Cultural de Anadia, Guilherme Inês, Carlos Zíngaro, Pedro Caldeira Cabral, Rão Kyao, Luís Duarte, Adriano Correia de Oliveira, Sérgio Godinho e Pedro Afonso na voz solo de "Maravilha, maravilha"

Alinhamento:
  1. Enquanto Há Força (José Afonso)
  2. Tinha uma Sala Mal Iluminada (José Afonso)
  3. Um Homem Novo Veio da Mata (José Afonso)
  4. Ali Está o Rio (José Afonso)
  5. Arcebispíada (José Afonso)
  6. Barracas Ocupação (José Afonso)
  7. Eu, o Povo (José Afonso)
  8. A Acupunctura em Odemira (José Afonso)
  9. Viva o Poder Popular (José Afonso)

Fonte: Cantigasdo maio