Ouvir
Noite - Antena 1
Em Direto
Noite - Antena 1 Jorge Afonso

Os Dias da Rádio

Laura Alves (1921-1986)

|

Laura Alves (1921-1986)

Em 2016 passam 30 anos sobre a morte de Laura Alves.

Natural de Lisboa, Laura Alves, deu os primeiros passos como amadora de teatro no Grupo Dramático Lisbonense. Com 13 anos estreou- se no Teatro Politeama.
Trabalhou com todos os nomes de destaque do seu tempo, nomeadamente Palmira Bastos, ao lado da qual obteve o seu primeiro grande êxito, com a peça "Riquezas da sua avó" (1939).

Na década de 1940 iniciou carreira na opereta e no teatro de revista, continuando durante este período Laura Alves os seus estudos na Escola Industrial Machado de Castro e no Conservatório, com o apoio de Eduardo Schwalbach, director do Diário de Notícias. Na década de 1950 dá-se plenamente a sua consagração como "a grande comediante".

Ao longo da sua carreira, além das críticas favoráveis e do "muito público que sempre a aplaudiu" Laura Alves recebeu prémios como o de Melhor Actriz de Cinema, em 1952, ou o Óscar da Imprensa, que ganhou ex-aequo com Eunice Muñoz em 1953, e o Prémio Lucinda Simões, entre outros.
Faleceu em Lisboa em 1986.

Multimédia:

 





Filmografia
  • O Pai Tirano, (1941)
  • O Pátio das Cantigas, (1941)
  • O Leão da Estrela, (1947)
  • Sonhar é Fácil, (1951)
  • Um Marido Solteiro, (1952)
  • O Costa d'África, (1954) P
  • Perdeu-se um Marido, (1956)

Teatro

  • 1935 As Duas Garotas de Paris
  • 1936 Maria Migalha
  • 1939 Riquezas da Sua Avó
  • 1941 Lisboa 1900
  • 1941 Boa Vai Ela
  • 1942 Essa é Que é Essa
  • 1942 O Senhor da Pedra
  • 1943 Dia da Espiga
  • 1943 A Pérola da China
  • 1943 Margarida Vai à Fonte
  • 1943 A Feira
  • 1944 O Zé do Telhado
  • 1944 O Jogo do Diabo
  • 1944 Festa Rija
  • 1945 A Fidalga da Rua
  • 1945 De Fora dos Eixos
  • 1945 A Chave do Paraíso
  • 1945 A Patuscada
  • 1946 Estás na Lua
  • 1946 As Lavadeiras
  • 1947 Tá Bem ou Não Tá
  • 1950 Enquanto Houver Sto. António
  • 1951 Aguenta-te Zé
  • 1951 As Três Valsas
  • 1952 Lisboa Nova