Ouvir
Na Corrente
Em Direto
Na Corrente Pedro Coelho

Argumentos de Óperas, Obra


O Segredo

Ópera cómica em três atos

LibretoEliska Krásnohorská

Estreia18 de Setembro de 1878, no Novo Teatro Checo

AntecedentesBedrich Smetana nasceu na Boémia em 1824, em Leitomischl (actual Litomysl, República Checa). Ele foi o fundador da escola nacionalista da música checa e um dos seus mais importantes compositores.

Os primeiros contactos musicais deveram-se ao seu pai e, com seis anos, já tocava em público. Smetana continuou a estudar e, mais tarde, viria a tornar-se professor da família do conde Leopoldo von Thun. Algum tempo depois, encorajado por Franz Liszt, abria uma escola de piano em Praga e, em 1856, compunha os seus primeiros poemas sinfónicos. Nesse mesmo ano, foi convidado a dirigir a Sociedade Filarmónica de Gotemburgo, na Suécia. Em 1861 regressava à pátria e o resultado seria uma viragem decisiva no sentido do nacionalismo. Assim, com a estreia da sua primeira ópera, Os Brandenburgueses na Boémia, Smetana abriu todo um novo caminho para a produção operática checa que, na altura, ainda não era consistente. O seu palco iria ser o Teatro Provisional de Praga, o único dedicado à música Checa. O caminho era o da criação de uma linguagem distintiva condimentada pelos ritmos das danças locais. Contudo, a sua formação académica, bem como o contacto que manteria com Liszt, iria conferir-lhe uma orientação Wagneriana, criticada pelos adeptos de uma música puramente checa. A verdade, é que analisada a produção operática de Smetana, encontramos, não só a influência de Wagner, mas também, e sobretudo, a influência da ópera francesa e italiana. É o caso dos recitativos e das árias mais próximas em estilo de Verdi do que de Wagner. Apesar do seu apelo germanófilo, o elenco com que Smetana contava no Teatro Provisional de Praga obrigava-o a escrever linhas mais próximas do registo brilhante associado à ópera Italiana do que do registo dramático exigido por Wagner. A tudo isto, Smetana acrescentava ainda um sentimento nacionalista através das danças tradicionais e até dos próprios libretos. È também nos libretos que o pai do nacionalismo checo se destaca. Ao contrário da maioria dos grandes compositores de ópera da altura, Smetana limitava-se a aceitar o desafio de compor para determinado libreto. Os seus libertistas foram essencialmente três, cada um deles marcando um estágio independente na sua produção e no espírito nacionalista checo.

ResumoA ópera O Segredo surge precisamente associado ao seu último libertista: Eliska Krásnohorská. Estreada a 18 de Setembro de 1878, no Novo Teatro Checo, o cenário para esta história é uma pequena vila de montanha no norte da Boémia. Recuamos ao final do século XVIII. É nesse cenário aparentemente calmo que se desenrola uma história de rivalidade entre dois homens, dois membros do concelho municipal da vila. São eles: Malina e Kalina. A razão para essa rivalidade é, como em tantas outras histórias, o amor. Há anos atrás, Kalina apaixonou-se pela irmã de Malina, Rosa. Mas Malina não aprovou a relação entre os dois jovens. Malina não queria que a sua irmã se casasse com um homem pobre como Kalina e por isso conseguiu que os dois jovens se afastassem. Por sua vez, tanto Kalina como Rosa, viram neste afastamento um sinal de infidelidade da parte do outro. A vida prosseguiu e Kalina casou-se (ele agora é viúvo). Rosa manteve-se solteira. Ela vive atormentada com a revelação feita pelo Frei Barnabás antes de morrer a propósito de um segredo que a impede de casar com Kalina. É precisamente este segredo que acaba por vir à luz durante uma rixa entre os seguidores de Malina e os de Kalina. Daí ao segredo tornar-se público é apenas um passo, e o primeiro acto termina com o segredo a ser transmitido de boca em boca.

A vida de Kalina deixou-o cheio de dívidas e o suposto segredo de Barnabás vem para lhe alimentar o sonho de finalmente resolver todos os seus problemas. Para Kalina, Barnabás escondia um tesouro - um tesouro que o iria resgatar de vez da precariedade. Kalina começa a cavar um túnel no local onde espera encontrar riqueza.

No terceiro acto Kalina chega então ao final do túnel. O tesouro revela-se uma verdadeira surpresa. Em vez de bens materiais o túnel vai desembocar na casa de Malina. O tesouro secreto não é mais do que a união dos dois apaixonados há muito separados. Chegando a casa de Malina, Kalina chega a Rosa. Ao verem-se desfazem-se os equívocos e caem nos braços um do outro.