Ouvir
A Ronda da Noite
Em Direto
A Ronda da Noite

Concertos

Alex Hutton e Paulo Neves | 24 Fevereiro 21h30

Cascais Jazz Club

|

Alex Hutton e Paulo Neves | 24 Fevereiro 21h30 Alex Hutton e Paulo Neves | 24 Fevereiro 21h30

© Fotos Jorge Carmona / Antena 2 RTP


24 Fevereiro 21h30
Cascais Jazz Club


Ciclo Jazz em Cascais 


com Alex Hutton (piano) e Paulo Neves (contrabaixo) 




Transmissão em direto 
a partir do Cascais Jazz Club
Apresentação e Realização: João Almeida
Produção: Cristina do Carmo









Alex Hutton é um pianista consagrado na londrina cena do jazz. Na última década, trabalhou com muitos músicos de proa: Jim Mullen, Bobby Wellins, Art Themen, Pete King, Don Weller, Dave O Higgins, Dave Green, e Pete Wareham.
Alex Hutton começou a tocar piano aos 5 anos de idade. Uma infância musical com concertos precoces, principalmente com o seu segundo instrumento, o bandolim, abriu-lhe um mundo inspirado numa melódica folk. Mais tarde, em adulto, foi aprimorando a sua técnica, na cidade de Sheffield. Fez digressões nos EUA e no Canadá. Depois de completar o Bacharelato em Estudos Americanos, que culminou com um semestre em Nova York, estudando sociologia e desenvolvimento do Bebop, Hutton decide dedicar-se totalmente ao piano e ao Jazz. Um bom desempenho numa competição regional televisiva de jazz, granjeia-lhe a avaliação de Ronnie Scott que o descreve como "um grande talento britânico e um pianista natural maravilhoso". Vai para Londres em meados dos anos 90, com uma bolsa para a Guildhall school de música e drama, que frequenta num intenso ano de estudos pós-graduados em jazz.
Depois de deixar Guildhall, o primeiro trio de piano de Hutton incluiu o baterista escocês Stuart Ritchie, com quem realizam uma tourné pela Escócia, pelo norte da Inglaterra, e por Cypress, na Califórnia.
Depois de uma breve passagem tocando teclas com o grupo de soul Ola Onabule, em 2006, Alex Hutton regressa ao formato de trio de piano.
O seu primeiro álbum de composições originais "Cross That Bridge" (33jazz33) foi lançado em 2006 (33 Records), sinalizando já um afastamento da convencional música de trio de piano. Procurando novas abordagens, Hutton, no segundo álbum 'Songs From The Seven Hills' (33jazz177) lançado em 2008, grava com o seu trio uma poderosa evocação, inspirada na paisagem e nas pessoas de Sheffield, a sua terra natal.
O terceiro álbum de seu trio, "Legentis" (em F-IRE Label), lançado em maio de 2012, foi muito aclamado pela imprensa de música britânica.
Além da sua presença no palco como ator, desde 2010, Hutton co-apresentou e produziu um programa de rádio semanal, centrado na cena de jazz de Londres e onde promovia a nova música, mas também recuperando a rica história do jazz da Inglaterra.