Ouvir
Baile de Máscaras
Em Direto
Baile de Máscaras João Pedro

Concertos

Bruno Belthoise & João Costa Ferreira | 24 Março | 19h00

Antena 2 | ISEG

|

Bruno Belthoise & João Costa Ferreira | 24 Março | 19h00 Bruno Belthoise & João Costa Ferreira | 24 Março | 19h00

© Jorge Carmona / Antena 2


Temporada Concertos Antena 2

24 Março | 19h00

Auditório do
Concerto à porta fechada


Bruno Belthoise & João Costa Ferreira 
Músicas para quatro mãos

Bruno Belthoise, piano
João Costa Ferreira, piano


Programa

Músicas para quatro mãos
Programa em homenagem aos compositores franceses, belgas e portugueses


José Vianna da Motta (1868-1948) - Ein Dorffest (Uma festa de aldeia)
Introdução (Procissão)
Dança
Pôr do sol
Intermezzo
Final

Jean-Pierre Deleuze (1954) - Mers Mortes (1985) [estreia em Portugal]
Très lent, comme une vision de désolation
Un peu allant et stable, souffles

Sérgio Azevedo (1968) - Sonatina n° 2 (2020) [estreia]
      (obra dedicada aos intérpretes)
Prelúdio
Moonlight at Waikiki
Tarentela

Carlos Marecos (1963) - Música para 4 mãos (2018) [estreia]
     (obra dedicada aos intérpretes)

Camille Saint-Saëns (1835-1921) - Dança macabra op. 40
       (transcrição para piano a quatro mãos de Ernest Guiraud)







Partilhar o mesmo instrumento musical é um dos privilégios de que os pianistas usufruem quando interpretam repertório para piano a quatro mãos. É também um desafio que põe à prova a indispensável capacidade dos intérpretes fundirem os toques do piano, as intenções e expressões musicais. Quando esta fusão é bem sucedida, a formação a quatro mãos torna-se numa experiência musical plena de beleza, uma experiência cuja dimensão orquestral seduz irresistivelmente o público. 
Da aliança entre os pianistas Bruno Belthoise e João Costa Ferreira nasce um corpo orgânico desta natureza, um corpo que deu origem a um projeto musical que visa alargar o repertório português para piano a quatro mãos, repertório esse que é ainda bastante escasso. 
Assim, por ocasião deste novo programa que faz dialogar música francesa, belga e portuguesa, Bruno e João convidaram Carlos Marecos e Sérgio Azevedo a compor duas novas obras que são estreadas neste Concerto Antena 2 e fazem a primeira audição em Portugal da peça Mers Mortes de Jean-Pierre Deleuze. 
Na sequência deste projeto será lançado, em 2022, um novo CD na Coriolan / Inventive Art Music, com apoio da Antena 2, celebrando desta forma, a Temporada Cruzada France-Portugal 2022.










Transmissão direta
Apresentação: Pedro Ramos
Produção: Anabela Luís, Cristina do Carmo




Bruno Belthoise | Pianista e improvisador. Foi distinguido pela Fundação LaurentVibert e recebeu o Prémio da Fondation de France em 1988. Obteve o “Diplôme Supérieur d’Exécution“ em Piano na École Normale de Musique de Paris em 1989 e foi “Révélation Classique ADAMI” em 1997. 
Solista e membro do Trio Pangea, estreou várias obras de compositores como Emmanuel Hieaux, Alexandre Delgado, Bernard de Vienne, Fernando Lapa ou Sérgio Azevedo.
Convidado regularmente por festivais em França e no estrangeiro, Bruno Belthoise interpreta repertório que vai de J. S. Bach até aos compositores contemporâneos. A sua discografia já inclui vinte e cinco CDs que acompanham a sua carreira de intérprete criativo. 
Desde 1986, tem sido também convidado a participar em numerosos recitais e formações de música de câmara. 


Este artista de talentos múltiplos, que gosta da representação nas suas diversas formas, é também fascinado pela arte de contar histórias associadas com o seu piano. Produziu para o público jovem diversos concertos narrados e gravou vários álbuns para a livraria áudio Frémeaux & Associates. 
Conta com mais de duzentos concertos comentados realizados desde 1995. Descobridor de partituras, tem dado a conhecer a música de compositores portugueses através de recitais e conferências em todo o mundo. Na sua carreira tem sido apoiado por instituições como a Fundação Calouste Gulbenkian, o Instituto Camões, o Ministério da Cultura e a RTP/Antena 2.






João Costa Ferreira | Pianista português, detentor do “Diplôme Supérieur d’Exécution” da École Normale de Musique de Paris / Alfred Cortot. 
É também investigador, titular de uma Licenciatura e de um Mestrado de Investigação em Música e Musicologia pela Sorbonne-Université. Enquanto bolseiro da Fundação para a Ciência e a Tecnologia, prossegue os seus trabalhos de investigação em Doutoramento nessa universidade. 
João Costa Ferreira é detentor de vários prémios, destacando-se o 2º prémio (1º prémio não atribuído) no XVº Concurso Internacional de Piano Maria Campina e o 1º prémio “Musicologia” no 8º Concurso “Jeunes solistes de la Sorbonne”. Em 2015, João Costa Ferreira foi galardoado pela Cap Magellan com o prémio “Melhor revelação artística” numa gala para a celebração da República Portuguesa realizada nos salões do Hôtel de Ville de Paris. 


Atua regularmente em Portugal, Espanha, França e Holanda, tendo gravado diversas vezes para a RTP/Antena 2. Apresentou-se, enquanto solista, com a Orquestra de Sopros e a Orquestra de Cordas do Conservatório de Artes do Orfeão de Leiria e com a Orquestra Filarmonia das Beiras, sob a direção dos Maestros Alberto Roque e Ernst Schelle. 
Colabora com a editora AvA Musical Editions para a publicação de obras de José Vianna da Motta. Lançou em 2018 um CD áudio dedicado a obras para piano solo deste compositor na editora Grand Piano (do grupo Naxos) e prepara o lançamento de mais um disco em parceria com a Fundação GDA, a Fundação Inatel, a associação Les Nouveaux Talents, a Antena 2 e o Movimento Patrimonial pela Música Portuguesa.








Fotos Jorge Carmona / Antena 2