Ouvir
Argonauta
Em Direto
Argonauta Jorge Carnaxide

Concertos

Cardo-Roxo | Bravio | 4 Outubro | 19h00

Museu Nacional de Arte Antiga

|

Cardo-Roxo | Bravio | 4 Outubro | 19h00 Cardo-Roxo | Bravio | 4 Outubro | 19h00

© Abel Andrade


Temporada Concertos Antena 2

4 Outubro | 19h00

Transmissão direta
a partir do Auditório do 

Antony Fernandes, gaita de fole e voz
Carmina Repas Gonçalves, viola da gamba e voz
Tiago Manuel Soares, percussão


Programa
Bravio 
Música Tradicional Portuguesa

Virada da Azeitona
Penha Garcia, Idanha-a-Nova
Proença-a-Nova

Li-Lá-Ré
Moimenta, Vinhais
Freixo de Espada à Cinta

Ervinhas de Chá
Sever do Vouga
Mondim de Basto

Manjerico, Manjericão
Penamancor

Malva, Malveta
Nuzedo de Cima, Vinhais

Sempre-viva-dos-montes
Monsanto, Idanha-a-Nova
Castro Verde
Arranjo de Filipe Fernandes

Sabugueiro Ramalhete
Tondela
Malpica do Tejo

Olívia
Apúlia, Esposende

Searas
Miranda do Douro
Póvoa da Atalaia


A Natureza foi desde sempre a principal musa para arquitetos, pintores, escultores, escritores, músicos... A sua beleza e diversidade tem constituído para os artistas uma fonte de inspiração misteriosa e inesgotável. E as plantas sempre tiveram aqui um lugar especial. Um número infindável de obras-primas recorreram à flor enquanto metáfora da beleza feminina, ao forte carvalho como símbolo do homem honrado, ou ao loureiro para representar o triunfo. 
O cancioneiro tradicional português está repleto de personificações, metáforas e perspetivas poéticas centenárias sobre a realidade. Mais do que isso, está repleto de pistas para as imensas utilizações das plantas, quer com fins medicinais quer com fins culinários. 
Bravio resulta da nossa experiência na apropriação e recuperação de algumas das canções da tradição oral portuguesa inspiradas na flora e na tentativa de sentir e compreender a relação de respeito e dependência mútua que, desde sempre, uniu o homem e a natureza e que está hoje esquecida ou distante da maioria de nós. 
Este programa marca, também, um ponto especial no nosso percurso, porque passaram 10 anos desde que a ideia Cardo-Roxo nasceu; passaram 10 anos desde o momento em que escolhemos o nome, a imagem e a ideia de uma planta silvestre para nos representar. Ela cresce nos nossos campos e, tal como o povo português, é bela e delicada, mas forte, agreste e resistente.



Transmissão direta
Apresentação: Pedro Ramos
Produção: Anabela Luís, Cristina do Carmo


@ Abel Andrade

Cardo-Roxo | Criado em 2012, é um ensemble dirigido por Antony Fernandes e Carmina Repas Gonçalves, cuja constituição depende do carácter de cada programa. Dedica-se à descoberta, exploração e divulgação do repertório de tradição oral português e tem como ponto de partida as fontes musicais que sobrevivem até hoje em registo áudio, vídeo, partitura ou tradição viva. Mantendo as características identitárias destas recolhas musicais, e através da mistura de instrumentos antigos e tradicionais (nomeadamente violas da gamba, gaitas de fole, alaúde, percussão, etc), da exploração vocal, e da fusão estética (música tradicional / antiga / contemporânea), criam uma sonoridade de grande originalidade e de surpreendente harmonia. A sua música apela a uma escuta ativa e ao silêncio enquanto desperta a memória coletiva levando o público numa viagem sonora que envolve e conforta. Realizaram já cinco edições discográficas de autor, cada uma sobre um tema diferente: "Alvorada" (2015), "Vai-te Cuca" (2016), "Volto Já" (2017), "No Monte das Oliveiras" (2019) e “Bravio” (2022).