Ouvir
Vale a Pena Ouvir
Em Direto
Vale a Pena Ouvir Reinaldo Francisco

Concertos

Dryads Duo | 12 Setembro

Instituto Superior de Economia e Gestão

|

Dryads Duo | 12 Setembro Dryads Duo | 12 Setembro

© Jorge Carmona / Antena 2


12 Setembro | 19h00

Auditório do  
Entrada livre


Dryads Duo

Carla Santos, violino
Saul Picado, piano






Programa

Música em Diálogo

Ton de Leeuw Sonatina

Robert Schumann - Sonata Nº 1, Op. 105 *

W. A. Mozart Sonata Nº 4 em mi menor, KV304

Clara Schumann - 3 Romances Op. 22

Anne Victorino d'Almeida - Fantasia sobre um tema de Schumann


* “A Sonata Nº 1 Op. 105 de Schumann está para mim entre as maiores obras escritas para violino e piano, assim como as sonatas de Brahms ou a célebre sonata de César Franck. Toquei-a pela primeira vez há vários e nunca mais a consegui deixar de tocar. De uma intensidade incomensurável onde cada fragmento nos leva por caminhos inesperados, alternados entre o sentimento de dor profunda e a enorme felicidade que corre nas veias do intérprete por poder tocar e partilhar essa música, a escolha desta obra surgiu de forma quase instantânea na minha mente, fervilhando ideias, assim que o Dryads Duo me endereçou o grande desafio de escrever uma peça inspirada numa obra do repertório para essa formação. A Fantasia sobre um Tema de Schumann é o reflexo daquilo que eu, violinista, sinto sempre que toco ou me deixo tocar por esta sonata de Schumann. Escrevê-la foi um desabafo, um transbordar de muitas emoções, entre as quais a tristeza tão inspiradora para quem escreve. Como dizia Carlos Drummond de Andrade, "Escrever é triste". Sem palavras perante tamanha beleza, o que me resta dizer são aquelas notas que escrevi.”




O mais recente projecto criado pelo Dryads Duo tem o nome de “Música em Diálogo” que tem como objetivo colocar em diálogo música do repertório “tradicional” e música escrita no presente para violino e piano, que irá contar com a apresentação de 5 novas obras escritas para o Duo em recital, em Portugal. 
Estas obras foram escritas por 5 compositores portugueses - Anne Victorino d’Almeida, Pedro Faria Gomes, Tiago Derriça, Sérgio Azevedo, João Ferreira - que aceitaram o convite do Dryads Duo e têm como ponto de partida da escrita 5 obras do repertório “tradicional” para violino e piano – a cada compositor foi dada a liberdade de escolha de uma qualquer obra escrita no passado, a partir da qual quisesse basear a escrita da sua nova obra. 
Os 5 recitais serão transmitidos pela Antena 2, sendo este o primeiro do ciclo onde iremos apresentar a obra da compositora Anne Victorino d’Almeida.



Gravação para posterior transmissão
Produção: Anabela Luís




Dryads Duo | Formado em 2010 por Carla Santos (Mestrado em Performance e Diploma Artístico pelo Royal College of Music de Londres) e Saul Picado (Mestrado em Performance pela Guildhall School of Music and Drama) tem como principal objectivo explorar e levar ao público obras musicais menos tocadas e reconhecidas, existentes para esta formação desde o final do século XIX até aos dias de hoje, mas não menos merecedoras de serem apresentadas.

Após ter vencido o 1º Prémio no Concurso “Prémio Jovens Músicos – 2011 o Duo tem-se apresentado nas mais importantes salas de Portugal como o Grande Auditório da Fundação Calouste Gulbenkian, Teatro Nacional de São Carlos, Casa da Música, Centro Cultural de Belém, Palácio Foz, Centro de Cultura Contemporânea de Castelo Branco, entre outras.

Em 2012 foi lançado o seu primeiro CD com obras de Janáček – Sonata, Ravel – Sonata Póstuma, e Enescu – Sonata Op. 25 “ao estilo popular romeno”. O seu lançamento teve lugar na Fundação Calouste Gulbenkian aquando do Festival Jovens Músicos, em 2012. Em Novembro de 2016 o Dryads Duo lançou o seu segundo CD, Intimate Colours, com obras de Elgar – Sonata Op. 82, Szymanowski – Mitos Op. 30 e Respighi – Sonata em Si menor, num recital que teve lugar na Maison du Portugal – André de Gouveia em Paris. Este CD faz parte do catálogo da KNS Classical.

O Dryads Duo têm-se apresentado também internacionalmente, no Reino Unido - nomeadamante em Aylesbury, Brighton, Cardiff, Edinburgh, Oxford e Londres -, França e Áustria. Apresentou-se também no Festival Internacional de Música “Primavera Musical” (Castelo Branco), Festival de Música do Estoril, Festivais de Outono (Aveiro) e Bloomsbury Festival (Londres).






Fotos Jorge Carmona / Antena 2