Ouvir
Caleidoscópio
Em Direto
Caleidoscópio HASKALAH: JUDEUS NA MÚSICA ALEMÃ

Videos

Gabriel Selvage & Martin Sued | 30 Novembro | 19h00

Liceu Camões

|

Gabriel Selvage & Martin Sued | 30 Novembro | 19h00 Gabriel Selvage & Martin Sued | 30 Novembro | 19h00

© Jorge Carmona / Antena 2


Temporada Concertos Antena 2

30 Novembro | 19h00

Auditório do 
Liceu Camões     
Entrada gratuita


Gabriel Selvage & Martin Sued


Gabriel Selvage, guitarra e voz
Martin Sued, bandoneon





Programa

Anibal Troilo - Sur

Anselmo Aieta - Corralera 

- Palomita Blanca 

Astor Piazzolla - Adios Nonino 

Martin Sued - Peregrine & Beignet 

Gabriel Selvage - Tanguero 

Julian Plaza - Danzarin 

Pedro Laurenz - Milonga de Mis Amores 

Anibal Troilo - A la Guardia Nueva 

Luis Alberto Fernández - El Pollo Ricardo 

Julian Plaza - Nocturna 

 



Um encontro entre as tradições da música Argentina e do sul do Brasil. Partindo
dos pontos em comum, os dois músicos e compositores revisitam parte desse
vasto repertório com uma abordagem livre, descontraída e com um profundo
amor e respeito pelas tradições.




Transmissão direta
Apresentação: João Almeida
Produção: Anabela Luís, Cristina do Carmo



Gabriel Selvage | Completa em 2022 vinte anos de carreira como músico profissional e o seu espetáculo, em jeito comemorativo, narra um pouco dessa caminhada, do início à atualidade. Radicado em Lisboa, o músico gaúcho já lançou 9 CD’s, 2 DVD’s e um caderno de canções. Foi também laureado com o Prémio Açoriano de Música como Melhor Intérprete Instrumental e colaborou na pré-produção, como instrumentista e na concepção de arranjos do disco Onze, com músicas inéditas de Adoniran Barbosa interpretadas por grandes vozes como Elza Soares e Zeca Baleiro, um disco nomeado para o Grammy Latino de melhor disco de samba 2021.
Já fez digressões na América do Sul, Europa e Ásia e atuou ao lado de artistas como Yamandu Costa, Thomas Gansch, Arismar do Espírito Santo, Alessandro Penezzi, João Barradas, Gabriel Grossi, Mestrinho, Michael Pipoquinha, Martin Sued, José Manuel Leon, Nicolas Krassik, Rogério Caetano, Guto Wirtti, Bebe Kramer, Lucio Yanel, Luciano Maia, Rudi Flores, Lulinha Alencar, Cainã Cavalcante, João Ventura e Gileno Santana entre outros.



Martin Sued | As suas composições têm um caráter lúdico, sensível e poderoso, com uma personalidade que se manifesta tanto na sutileza harmónica quanto na força rítmica. E nelas pode ser encontrada uma infinidade de referências como o jazz, a música contemporânea e até o rock, sempre mantendo um vínculo forte e claro com a música tradicional argentina.
Em 2018 lançou o seu primeiro álbum de bandoneon solo, "Iralidad", que apresentou nos Estados Unidos, Alemanha, França, Portugal, Holanda, Brasil, Paraguai e Argentina.
Atualmente reside em Portugal onde lidera o sexteto "Martin Sued & Orquestra Asintomática" com o qual lançou seu primeiro álbum "Igual estamos acá" (2022). Junto com Luis Guerreiro forma o trio "Encontro Iberoamericano", liderado por Yamandú Costa, com quem lançou recentemente o álbum "Caminantes" (2021). Faz ainda dueto com Bernardo Couto (guitarra portuguesa) e "Jangada de Pedra", a par de Marco Santos.
Na Argentina, de 2007 à atualidade, lidera o quinteto "Tatadios", com o qual gravou os discos "Crecida" (2009), "Panal" (2013) e "Insistir" (2020) apresentados em diferentes palcos na Europa e América Latina.
Colaborou em concertos e gravações com artistas como Pablo Ziegler, Daniel Binelli, Guillermo Klein, Diego Schissi, Quique Sinesi, Magic Malik, Jairo, Liliana Herrero, Gilberto Gil e António Zambujo, entre muitos outros.
Participou como solista em concertos de Música de Câmara, tocando as suas próprias composições e música de Astor Piazolla, com diferentes orquestras e conjuntos da Europa e da América Latina, como Orchester de Chambre de Geneve (Suíça), Orquestra da ULBRA (Brasil), Camerata Atlántica (Portugal), Orquesta Juvenil Municipal de San Martín (Argentina) e Ensamble SurdelSur (Argentina), entre outros.
Como professor ministrou seminários sobre bandoneon, composição e música argentina em instituições como Codarts (Rotterdam, Holanda), Royal Academy of Music (Aarhus, Dinamarca), UNICAMP (Campinas, Brasil), UNILA (Foz de Iguaçu, Brasil), "Sense of Quiet Music Lab" (Japão), entre outros.













 
Fotos Jorge Carmona / Antena 2