Ouvir
Na Corrente
Em Direto
Na Corrente Pedro Coelho

Concertos

Jan Lisiecki | 1 Julho | 21h00

Grande Auditório

|

Jan Lisiecki | 1 Julho | 21h00 Jan Lisiecki | 1 Julho | 21h00

© Jorge Carmona / Antena 2


1 Julho | 21h00
Realização e Apresentação: Reinaldo Francisco 
Produção: Susana Valente


Gravação da Antena 2 / RTP
no Grande Auditório, 
a 6 de janeiro de 2020


Jan Lisiecki

Recital de Piano


Programa

Johann Sebastian Bach - Capriccio em si bemol maior, BWV 992

Felix Mendelssohn - Canções sem palavras, Op. 67

Frédéric Chopin - Noturno em dó sustenido menor, Op. 27 nº 1

Ludwig van Beethoven - Rondo a capriccio em sol maior, Op. 129

Felix Mendelssohn - Rondo Capriccioso em mi maior, Op. 14

Anton Rubinstein - Valse Caprice em mi bemol maior

Frédéric Chopin - Noturno em si maior, Op. 62 nº 1

Felix Mendelssohn - Variações Sérias em ré menor, Op. 54

Frédéric Chopin - Ballade nº 4 em fá menor, Op. 52




Um auspicioso regresso à Gulbenkian Música do prodigioso pianista canadiano Jan Lisiecki. A maturidade evidenciada na interpretação das obras de Fryderyk Chopin valeu-lhe, na sua fase inicial, a admiração planetária. 
No New York Times, Anthony Tommasini elogiar-lhe-ia o “brilhantismo, o refinamento e a graciosidade”, perfeitos para a abordagem da música de Chopin, compositor que foi a sua primeira grande paixão e obsessão. 
A intensa curiosidade e a voragem interpretativa de Lisiecki levam-no agora a explorar, em paralelo com Chopin, também o romantismo pianístico de Mendelssohn.




Programa de sala do concerto, aqui.



Jan Lisiecki | Aos vinte e três anos de idade, o pianista canadiano é já reconhecido como um dos melhores pianistas da sua geração. Admirado pela sua extraordinária maturidade interpretativa, pelo som inconfundível e pela sua sensibilidade poética, Jan Lisiecki é “um pianista que faz com que cada nota conte” (The New York Times). 
As suas perspicazes interpretações, que evidenciam uma refinada técnica e uma natural afinidade artística, conferem-lhe uma eloquência musical invulgar na sua juventude.
Em 2017, Jan Lisiecki recebeu o prémio ECHO Klassik, o mais significativo galardão da música clássica na Alemanha, bem como o Prémio Juno, o mais prestigiante reconhecimento no âmbito da indústria musical canadiana, destacando a sua quarta gravação para a Deutsche Grammophon, dedicada a pequenas peças para piano e orquestra de Chopin, com a NDR Elbphilharmonie Orchester e o maestro Krzysztof Urbański. Em 2013, aos dezoito anos, Lisiecki tornou-se no mais jovem artista a receber o Gramophone’s Young Artist Award, tendo-lhe sido também atribuído o Prémio Leonard Bernstein. Em 2012, foi nomeado Embaixador da UNICEF no Canadá.


As inspiradas interpretações e a apurada técnica de Jan Lisiecki expressam de forma eloquente uma maturidade artística invulgar, tendo em conta a idade do pianista canadiano. Aos vinte e quatro anos, é reconhecido como um dos melhores pianistas da sua geração, apresentando-se anualmente em mais de cem concertos a nível mundial. Ao longo do seu brilhante percurso, colaborou com grandes maestros como Antonio Pappano, Yannick Nézet-Séguin, Daniel Harding ou Claudio Abbado. Estreou-se com a Orquestra Gulbenkian no final de novembro de 2018.
No seguimento do sucesso obtido com o projeto de recitais “Night Music”, em 2019, Jan Lisiecki apresentou um novo ciclo de recitais a solo, além de um programa dedicado às canções de câmara de Beethoven, com o barítono Matthias Goerne. 


São também de assinalar novas colaborações com a Sinfónica de Boston, a Orquestra de Filadélfia, a Filarmónica do Scala de Milão, a Orquestra da Academia Nacional de Santa Cecília, a Camerata Salzburg e a Orpheus Chamber Orchestra, com atuações no Carnegie Hall de Nova Iorque e na Elbphilharmonie Hamburg. Além disso, Lisiecki atuou com a Filarmónica de Nova Iorque, a Sinfónica de San Francisco, a Staatskapelle Dresden, a Sinfónica da Rádio da Baviera e a Sinfónica de Londres.
Aos quinze anos de idade, Jan Lisiecki assinou um contrato de exclusividade com a Deutsche Grammophon. No seu sexto álbum para esta editora, dirige a Academy of St Martin in the Fields, a partir do piano, nos cinco Concertos para Piano de Beethoven. Em setembro de 2019 foi lançada uma gravação realizada ao vivo no Konzerthaus de Berlim, a primeira no âmbito das celebrações do Ano Beethoven 2020 por parte da editora. 





Fotos Jorge Carmona / Antena 2