Ouvir
Sol Maior
Em Direto
Sol Maior Pedro Rafael Costa

Concertos

Krone | Miguel Costa & Fernando Brite | 10 Novembro | 19h00

Museu Nacional de Arte Antiga

|

Krone | Miguel Costa & Fernando Brite | 10 Novembro | 19h00 Krone | Miguel Costa & Fernando Brite | 10 Novembro | 19h00

© Jorge Carmona / Antena 2


Temporada Concertos Antena 2

10 Novembro | 19h00

Transmissão direta
a partir do Auditório do 
Museu Nacional de Arte Antiga
Concerto à porta fechada


Krone | Miguel Costa & Fernando Brite 

Miguel Costa, clarinete
Fernando Brites, acordeão





Programa

Projecto Krone

Daniel Schvetz - Ludic V, para clarinete e acordeão**

Lino Guerreiro - Krone, para clarinete e acordeão*

Paulo Jorge Ferreira - Nuances a dois, para clarinete e acordeão

Lino Guerreiro - Metamorphosis**

*estreia absoluta
**estreia absoluta da versão com clarinete



Projecto Krone | Este projecto surge do prazer e da necessidade de tocar música de excelência baseada em novas sonoridades e desafiando os compositores de hoje. Este é o mote para a proposta de Krone, grupo que reúne dois jovens músicos de topo do panorama musical erudito português, onde a criatividade e virtuosismo se cruzam numa sonoridade fresca e intensa. 
Neste contexto, Krone apresenta um programa inteiramente dedicado à música portuguesa actual, cruzando várias estéticas musicais como o tradicional, popular ou contemporâneo.






Transmissão direta
Apresentação: Pedro Ramos
Produção: Anabela Luís, Cristina do Carmo



Miguel Costa | O clarinetista seixalense começou os seus primeiros passos na música com apenas cinco anos na Sociedade Filarmónica Timbre Seixalense, com António Menino. Estudou na Escola Profissional de Artes da Beira Interior, na Academia Nacional Superior de Orquestra e na Escola Superior de Música de Lisboa, nas classes de Luís Gomes, Nuno Antunes, Nuno Gonçalves, Etienne Lamaison, Nuno Silva e Paulo Gaspar. Participou em masterclasses com alguns dos mais conceituados clarinetistas mundiais, entre os quais Guy Deplus, Yehuda Gilad, Antony Pay, Lorenzo Coppola, Haken Rosengren, Philipe Cuper, Romain Guyot, Pascual Martinez, Jonathan Cohler e Michel Portal. 
Obteve diversas distinções em vários concursos nacionais e internacionais, tais como o 1º prémio do concurso “Paços Premium”, em nível superior (2008), vencedor do concurso “solista com a Orquestra Académica Metropolitana” (2010), finalista do concurso Marco Fiorindo, em Itália (2010), o 2º prémio no concurso internacional José Augusto Alegria (2011). Foi também finalista do 2º concurso internacional de clarinete de Lisboa (2013) e recebeu o 2º prémio no concurso internacional “Terras de La Salette” (2014). Miguel é regularmente convidado em diversas orquestras, destacando-se a Orquestra Sinfónica Portuguesa e a Orquestra de Câmara de Almada.
É, desde 2012, membro da Orquestra de Câmara Portuguesa e do Ensemble MPMP. Apesar de breve, o seu percurso já foi distinguido no programa “Iniciativa” da RTP2 e referido pelo magazine da Culturgest. Enquanto solista, colaborou com a Orquestra Académica Metropolitana, a Orquestra de Câmara Portuguesa e o Ensemble MPMP, entre outros. 
Leciona no projecto “Sementes OCP”, no Centro Social 6 de Maio, além de ser professor do Conservatório de Música da Metropolitana e da Academia de Música de Almada.



Fernando Brites | Natural de Montargil, iniciou os seus estudos na Escola de Artes do Norte Alentejano, na classe de acordeão de Duarte Graça, em 2000. Em 2017, obteve o grau de licenciado em música na classe de acordeão de Paulo Jorge Ferreira, na Escola Superior de Artes Aplicadas do Instituto Politécnico de Castelo Branco. Participou em masterclasses de acordeão orientadas por professores como Paulo Jorge Ferreira, Vladimir Blagojevic e Vincent Lhermet. Atualmente, frequenta o Mestrado em Ensino da Música, na Escola Superior de Artes Aplicadas de Castelo Branco, sob a orientação de Paulo Jorge Ferreira.
Foi distinguido com o 1º prémio da categoria G com a clarinetista Daniela Aguiar (DuoSlancio) e o 2º prémio da categoria E, ambos na 7ª edição do Concurso de Acordeão Folefest, no ano de 2014. Em 2015, foi premiado na 8ª Edição do Concurso de Acordeão Folefest com o Prémio de Melhor Intérprete, 1º Prémio na categoria E e 1º Prémio na Categoria G, juntamente com a violinista Catarina Bastos (Duo Cygnus). Em 2017, foi premiado na 10ª Edição do Concurso de Acordeão Folefest com o Prémio de Melhor Intérprete, 1º Prémio na categoria D e 1º Prémio na Categoria F (música de câmara), com quinteto de sopros.
Fernando tem-se apresentado em reconhecidas salas, com destaque para a Casa da Música (Porto), entre outras, com emissões em direto pela Antena 2. Esteve envolvido em algumas estreias, com destaque para Lumen de Paulo Jorge Ferreira, para quinteto de sopros e acordeão, e Anagnostis de Daniel Schvetz, para acordeão solo, ambas com estreia mundial apresentada na Casa da Música do Porto. 
Foi recentemente convidado a participar em alguns programas da Orquestra Sinfónica do Porto, onde teve a oportunidade de trabalhar com os ilustres maestros Baldur Brönnimann e Peter Rundel. Leciona, atualmente, a disciplina de Acordeão no Conservatório de Música de Coimbra (Pólo de Sertã) e Canto Firme em Tomar. Tem sido regularmente solicitado para lecionar masterclasses, entre elas em Valada do Ribatejo com organização da Lisbon Film Orchestra, no Centro de Artes e Ofícios Roque Gameiro, em Minde, e por diversas vezes na Sertã.








Fotos Jorge Carmona / Antena 2