Ouvir
Notas Finais
Em Direto
Notas Finais João Pedro

Concertos

Leon Baldesberger`s Meersalz | 21 Dezembro 21h30

Cascais Jazz Club

|

Leon Baldesberger`s Meersalz | 21 Dezembro 21h30 Leon Baldesberger`s Meersalz | 21 Dezembro 21h30

© Jorge Carmona / Antena 2


21 Dezembro | 21h30



Leon Baldesberger's Meersalz


Leon Baldesberger, trompete e composição
Miguel Martins, guitarra
Alexandre Dahmen, piano
Luís Henrique, baixo
João Melro, bateria
 



Transmissão em direto 
a partir do Cascais Jazz Club
Apresentação e Realização: João Almeida
Produção: Cristina do Carmo        




Leon Baldesberger's Meersalz

Trata-se da formação que começou por ser o projeto de Bacharelato de Leon Baldesberger na Escola Superior de Música de Zürich (ZHdK), e que na altura foi eleito Best of Swiss Jazz Bachelor 2012 pela mesma escola. Dois anos mais tarde voltou a ser avaliado com a nota máxima no concerto final de Mestrado na dita escola. Estilisticamente poder-se-ia descrever como "augmented minimal odd-meter", onde excertos claramente estruturados e orquestrados, nos quais predomina a combinação entre ritmos complexos e harmonias latas, andam de mãos dadas com a improvisação.
O projeto tem evoluído continuamente desde a sua formação, tendo passado por vários palcos na Suíça, entre eles o reputado moods em Zürich ou o Bird's Eye em Basel. O CD de estreia "Störfaktor" foi gravado no Hitmill Studio - Zürich em Setembro de 2015 e apresentado na Suíça no inicio de 2016.
Após uma Tour por Portugal em Fevereiro de 2017, com paragens no Hot Clube e no Salão Brazil entre outros, Leon Baldesberger volta a viver em Portugal e reconstitui o grupo com músicos portugueses. Esta nova formação tem percorrido Portugal e o sul de Espanha e irá apresentar o seu novo disco "Odd Matters" em Janeiro de 2019, que será editado pela Blue Asteroid.    




 





Leon Baldesberger nasce em 1982 em Faro, filho de um casal suíço. Começa a tocar o trompete aos 9 anos de idade na Banda Filarmónica de Moncarapacho, e ingressa no Conservatório Regional do Algarve aos 12 anos, onde permanece durante 7 anos. Entre 2001 e 2007, e com um crescente entusiasmo pelo jazz, frequenta vários Workshops sob a tutela de Zé Eduardo, nos quais teve como professores Scott Wendholt, Jack Walrath, Jonathan Kreisberg, Aaron Goldberg, Matt Penman, Greg Tardy, Alan Ferber, entre outros. Entre 2002 a 2005 teve aulas privadas de improvisação e teoria jazz com Hugo Alves. Para além dos estudos musicais, é licenciado em Psicologia pela Universidade do Algarve em 2005. Em 2008 muda-se para Zürich (Suíça), onde estuda Trompete Jazz na Escola Superior de Musica de Zürich (ZHdK). 
O seu projeto de Bacharelato (Meersalz) é nomeado Best of Swiss Jazz Bachelor em 2012, e dois anos mais tarde volta a ser avaliado com a nota máxima no concerto final do Master. Trabalhou com professores tais como Daniel Schenker, Matthieu Michel, Chris Wiesendanger, Andreas Wulf, Kaspar Ewald e André Belmont (composição), entre muitos outros. Frequentou Masterclasses com Maria Schneider, Nils Petter Molvaer, Alex Sypiagin, Bob Moses, Armen Donelian, Nik Bärtsch, Andreas Vollenweider. Em 2013 é nomeado pela ZHdK como aluno a participar no encontro anual da IASJ (International Association of Schools of Jazz, liderado por David Liebman), onde tem Masterclasses com Jörg Engels, Jeff Siegel e Nick Smart. 
Para além de liderar o seu Projeto „Meersalz“, com o qual lançou o seu CD de estreia „Störfaktor“ em 2016 (novo CD para finais de 2018), ingressa e ingressou inúmeros projetos como Sideman, a destacar o Zürich Jazz Orchestra, Lukas Brügger Jazz Orchestra (CD Home and Beyond em 2014), Suma Covjek (CD Babel em 2016, novo CD No Man’s Land em 2018), Orquestra de Jazz do Algarve, e muitos mais.
Teve o prazer de tocar com diversos músicos fantásticos, entre eles Pius Baschnagel, Chris Wiesendanger, Nicolas Stocker, Tom Harrell, Miguel Martins, Raphael Jost, Dena DeRose, Zé Eduardo, David Regan, Marena Witcher, Enzo d’Aversa, Theo Kapilidis, Christoph Grab, Maria Anadon, Viktorija Pilatovic, Antonio Mesa e tantos outros. 
Para além da sua actividade performativa, foi professor de trompete, teoria e combo Jazz em diversas escolas de música na Suíça. Desde meados de 2016 volta a viver em Portugal, onde refez o seu Quinteto „Meersalz“ com os brilhantes músicos Miguel Martins, Alexandre Dahmen, Luís Henrique e João Melro.



Miguel Martins nasceu em Faro, em 1976. Em 1995, começou a tocar jazz profissionalmente, destaque para a sua longa participação na Big Band Jazz na Filarmónica dirigida pelo contrabaixista Zé Eduardo, com o qual estudou as bases da improvisação e harmonia. Estudou guitarra com Riky Sabatés, Mário Delgado, Jonathan Kreisberg, Ben Monder e Phillipe Caterine. Participou em diversos Workshops com músicos como Frank Tiberi ou John Nugent, Doug Weis, Nguyen Lê entre outros. Em 1998, e até 2003 forma um quinteto como líder e compositor intitulado "Portujazz". Por este grupo passaram músicos como: António Mesa, Joahnnes Krieger, Yuri Daniel, Bruno Pedroso, Alexandre Frazão, Demian Cabaud, Lars Arens, José Menezes, David Linker, Pedro Gonçalves, Hugo Alves.
No campo pedagógico é licenciado em Educação Musical; em 2000/1 leciona a disciplina de guitarra na Escola de jazz do Barreiro, e em 2005/7 na Escola de jazz de Torres Vedras e na JBjazz. Em 2006 realizou o workshop "Oficina Horta Jazz" nos Açores (Faial). Participou como professor de guitarra e combo no workshop Lagosjazz2007.
Em 2004 nasce Miguel Martins "Kaleidoscópio",com o contrabaixista Carlos Barretto e o finlandês Markku Ounaskari na bateria. Em 2007, Miguel Martins "Kaleidoscópio" edita o seu primeiro album "The new comer" pela Klimaxrecords, lançado no LUX "Lisbon Jazz Sessions".
Miguel Martins tem actuado em vários Festivais de jazz nacionais e internacionais tais como: Festival de Sevilha, Festival de Punta Umbria, Festival internacional de Loulé, Festival internacional de Faro, Festival de Vila Real (douro jazz), Festival Lagos jazz (2005/07), Festival do Sudueste, Festival Paredes de Coura (jazz na relva), foi convidado pela Faro Capital Nacional da Cultura 2005 para participar como solista convidado na Orquestra Jazz de Lagos "OJL", Portalegre jazz Fest, Torres Vedras Jazz Fest, PlenOut Jazz Fest, Jazz Im Goethe Garten, Festival de Aljustrel "Jazzmin", PortugalJazz "Almeirim", Festival de Gibraleon "jazzolontia 07", Festival de jazz de "Dos Hermanas"(Sevilla), Jazz Circulo V (Madrid), Festival de Jazz de Valado de Frades, II Festival La Guitarra La Laguna (Tenerife), V Festival de Jazz de Minde, e "concert Hall's" em Loulé, Figueiró dos Vinhos, Beja , Horta, Tomar, Redondo, Faro, entre várias actuações nos principais clubes de jazz nacionais e internacinais em Portugal, Espanha,Ilhas Canárias, Inglaterra, Alemanha, Italia.
Em finais de 2007 mudou-se para Barcelona onde viveu e tocou com músicos como Llibert Fortuny, Masa Kamaguchi, Dani Domingez etc... Ao longo do seu percurso musical tocou com músicos nacionais e internacionais como: Carlos Barretto, Carlos Bica, Markku Ounaskari, Pedro Madaleno, Zé Eduardo, Jonathan Robinson, John B Arnold, Kelvin Sholar, Paulinho Lêmos, João Frade, Munir Hoss, André Sousa Machado, Sebastian Merk, Regis Molina, Nelson Cascais, Paulo Bandeira, Laurent Filipe, José Salgueiro, Mário Franco, Guglielmo Pagnozzi, Antonio Ciaca etc.



Alexandre Dahmen nasceu em 1985 e iniciou-se no piano aos 6 anos, ingressando no Conservatório de Música Calouste Gulbenkian onde estudou música clássica.
Aos 15 anos decide estudar jazz com Manuel Beleza, com quem estuda piano, harmonia e técnicas de improvisação. Durante esse período participa na Orquestra de jazz de Braga. Aos 19 anos ingressa na ESMAE (Escola Superior de Música e Artes do Espectáculo do Instituto Politécnico do Porto).
Em 2005 integra o Combo ESMAE com o qual é vencedor do concurso da 4ª festa do Jazz do S. Luís e que, no ano seguinte, se torna o Sexteto ESMAE. Participa em workshops com Aron Goldberg, Mark Turner, Joseph Martin, Marc Miralta, Jason Lindner, Bill Mchenry, Omer Avital, Daniel Freedman, Alexis Cuadrado, Alan Ferber, John Ellis, Mark Ferber, Brad Shepik, David Binney, Ben Monder, Scott Colley, Adam Cruz, Jacob Sacks, Dan Weiss, entre outros.
Estuda na Bélgica, no Lemmens Institute com Ron Van Rossum. Em 2008 finaliza a licenciatura em Jazz.
Participa em vários projetos tais como AP Quinteto (1 disco lançado – “6e5″), Coreto Porta Jazz (1 Disco lançado – “Aljamia”), Miguel Moreira sexteto (1 disco lançado – “Câmbio”) com os quais tocou, entre outros palcos, na Casa da Música. Atuou no concerto de homenagem a Bernardo Sassetti “Pelas mãos de Bernardo” no auditório de Serralves e em Faro.
Leciona no curso profissional Instrumentista de Jazz da EBS da Bemposta.


















Fotos Jorge Carmona / Antena 2 RTP