Ouvir
Sol Maior
Em Direto
Sol Maior Pedro Rafael Costa

Concertos

Lorenzo Pone | 10 Outubro 19h00

Instituto Superior de Economia e Gestão

|

Lorenzo Pone | 10 Outubro 19h00 Lorenzo Pone | 10 Outubro 19h00

© Jorge Carmona / Antena 2


10 Outubro | 19h00

Auditório do  
Entrada livre


Lorenzo Pone, piano


Programa

Lodovico Giustini (1685-1743) - Sonata X em fá menor
Allemanda
Gavotta
Allemanda
Corrente


Claude Debussy (1862-1918) - Préludes:
La Puerta del Vino
La fille aux cheveux de lin
Minstrels


Fryderyk Chopin (1810-1849) - Nocturnes Op. 15
Noturno em fá maior major, Op. 15 nº 1 (Andante cantabile)
Noturno em fá sustenido maior, Op. 15 nº 2 (Larghetto)
Noturno em sol menor, Op. 15 nº 3 (Lento)


Franz Joseph Haydn (1732-1809) - Sonata em dó maior Hob. XVI/51
Andante
Finale

Ludwig van Beethoven (1770-1827) - Sonata em lá bemol maior, nº 12, Op. 26
Andante con variazioni
Scherzo
Marche funèbre sulla morte di un Eroe
Allegro





Transmissão direta
Realização e Apresentação: André Cunha Leal
Produção: Anabela Luís







Lorenzo Pone | Pianista | Considerado por Paul Badura-Skoda seu herdeiro artístico, um dos seus alunos mais talentosos. Em 2018, recebeu o primeiro prémio no concurso de piano do London Gateway. Aclamado pela crítica pela sua “técnica sólida e excelente qualidade de som, expressão de um pianismo pertencente a um mundo desaparecido”, estreou-se como solista no prestigiado Teatro di San Carlo de Nápoles. Venceu em 2013 o Concurso da Semana Internacional de Óbidos SIPO / Antena 2. Os seus recitais em Lisboa foram transmitidos ao vivo por esta rádio pública, e a sua interpretação dos Visions Fugitives de Prokofiev foi aclamada como uma amostra de um som maravilhosamente quente e cantado: Paul Badura-Skoda anunciou-o como um património da tradição pianistica napolitana na revista italiana La Ballata (Livorno). 
Lorenzo foi convidado a atuar como solista em Moscovo no Conservatório Tschaikovsky e em Viena em Laudon Konzertsaal e Gesellschaft für Musiktheater. Atuou recentemente em UFMG de Belo Horizonte (Brasil), Auditório Vila Viçosa (Évora, Portugal), Instituto da Rússia de Londres (Reino Unido) e Associação Alessandro Scarlatti (Nápoles). 
Venceu o Concurso Internacional de Piano de Roma em 2011, interpretando Bach e Liszt, além das Mazurkas de Chopin. 
Como pianista e compositor, a atividade musical de Lorenzo atraiu elogios da crítica: Harry Saltzman, do New York Times, declarou-se impressionado com sua interpretação de Mozart na Academia Bartolomeo Cristofori de Florença. As suas composições são estreadas e gravadas regularmente em França, Alemanha e Itália. 


Depois do bacharelato em música no Conservatório San Pietro a Majella de Nápoles, sob a orientação de Francesco Mariani, onde também estudou Composição, fez o seu terceiro mestrado em Piano Histórico com Wolfgang Brunner na Universität Mozarteum de Salzburgo, atualmente está realizando uma pós-graduação no Royal College of Music de Londres, enquanto estuda desde 2011 sob a orientação de Paul Badura-Skoda. 
Como compositor, Lorenzo Pone foi contratado pela Associação Alessandro Scarlatti de Nápoles, pela Association des Compositeurs Iraniens de Musique Contemporaine de Paris e por solistas de renome como Elise Douylliez, Ciro Longobardi e Guido Arbonelli. 
É membro do grupo de vanguarda "puntoOrg" e, desde 2012 os seus trabalhos são publicados pela Editoriale Scientifica Napoletana (Itália) e convidado a palestrar como professor convidado na Universidade Ca 'Fóscari de Veneza e na Universidade Federico II de Nápoles. 
A sua atividade incluiu seminários e masterclasses na Villa Medici (Milão) e no Conservatório San Pietro a Majella de Nápoles. Foi dada especial atenção à sua descoberta de Louis Durey, membro desconhecido do francês "Groupe des Six", desde que em 2013 estreou a música de piano de Durey na SIPO - Semana Internacional de Piano de Óbidos. 
Na temporada 2019/20, atua como solista no Reino Unido, Coréia do Sul, Nova Zelândia, Rússia, Canadá, França, Bélgica, Portugal, Suíça, Áustria e Alemanha, com dois eventos de destaque na Itália: o prestigiado Teatro di San Carlo em Nápoles (outubro de 2019) e Teatro alla Scala em Milão (março de 2020).





Fotos Jorge Carmona / Antena 2