Ouvir
Páginas de Português
Em Direto
Páginas de Português Ciberdúvidas

Concertos

Maat Saxophone Quartet | 23 Setembro | 19h00

Museu do Oriente

|

Maat Saxophone Quartet | 23 Setembro | 19h00 Maat Saxophone Quartet | 23 Setembro | 19h00

© Jorge Carmona / Antena 2


Temporada Concertos Antena 2

23 Setembro | 19h00

Museu do Oriente
Entrada gratuita
(+ info aqui)


Maat Saxophone Quartet 

Daniel Ferreira, saxofone soprano
Catarina Gomes, saxofone alto
Pedro Silva, saxofone tenor
Mafalda Oliveira, saxofone barítono






Programa

Jean Rivier  - Grave et Presto (1936)

Carlos Azevedo - Sunflower (2003)

Nuno Lobo  - 303 | Circ. Praça Constituição (2019)

Alexander Glazunov - Quarteto em Sib maior Op. 109 (1932)
I. Allegro
II. Canzona Variée - Variações 1, 2, 4
III. Finale




Transmissão direta
Apresentação: João Almeida
Produção: Anabela Luís, Cristina do Carmo




Maat Saxophone Quartet | É um ensemble 100% português. Atualmente fixados em Amesterdão, na Holanda, este jovem quarteto vive do seu “sangue quente” – uma fervente e energética paixão pela música de câmara, juntamente com um grande companheirismo entre os seus membros. Vencedores do “Prémio Jovens Músicos” (2018), o prémio de música clássica de maior prestígio em Portugal, Storioni International Competition (2019) e finalistas do Grachten Festival Competition, o Maat já se estabeleceu como um dos principais novos grupos de música de câmara em Portugal e na Holanda, tendo-se já apresentado em salas com Het Concertgebouw Amsterdam, Tivoli Vredenburg Utrecht, Muziekgebouw Eindhoven, Casa da Música e Fundação Calouste Gulbenkian. Os quatro membros do Maat são alunos da classe de saxofones de Arno Bornkamp (Conservatorium van Amsterdam). Enquanto grupo são acompanhados por Arno Bornkamp e Willem van Merwijk (do antigo Aurelia Saxophone Quartet), e são alunos da NSKA–Academia Holandesa de Quartetos de Cordas. O gosto pela música nova leva-os a trabalhar numa estreita relação com jovens compositores, entre os quais Nuno Lobo, Rodrigo Bacelar, Ramin Amin Tafreshi e Adam Lukawski, encomendando novas obras que, não só representam importantes adições ao repertório deste tipo de formação, mas também evidenciam os “poderes” inerentes do Maat. Em 2020 lançaram o seu primeiro CD “Ciudades” com a editora 7 Mountains Amsterdam, e são finalistas do prestigioso “Dutch Classical Talent”, o maior concurso de música clássica para jovens talentos na Holanda. Como finalistas irão realizar uma tour de 12 concertos nas maiores salas do país na temporada de 2021/2022. Porquê Maat? Maat tem um duplo significado. Para além de ser um icónico museu e edifício na cidade de Lisboa, a palavra Maat siginifica companheirismo em holandês. Maat Saxophone Quartet surge da relação entre estes dois países e, para além disso, é sempre uma boa história para contar.















Fotos Jorge Carmona / Antena 2