Ouvir
Sol Maior
Em Direto
Sol Maior Pedro Rafael Costa

Concertos

Olga Prats | 7 Maio | 21h00

Grande Auditório

|

Olga Prats | 7 Maio | 21h00 Olga Prats | 7 Maio | 21h00

© Jorge Carmona / Antena 2


7 Maio | 21h00
Realização e Apresentação: Reinaldo Francisco 
Produção: Alexandra Louro de Almeida / Cristina do Carmo / Zulmira Holstein

Gravação pela Antena 2/RTP
no Centro Cultural e de Congressos das Caldas da Rainha.
a 9 de Agosto de 2018
na Semana Internacional de Piano de Óbidos - SIPO 2018


Olga Prats

Recital comemorativo dos 60 anos de carreira musical da pianista 

Programa

Alexandre Rey Colaço - Fado nº 1
Astor Piazzolla - Outono
Alexandre Rey Colaço - Fado Menir
Astor Piazzolla - Inverno
Alexandre Rey Colaço - Fado “Pintassilgo”
Astor Piazzolla - Primavera
Alexandre Rey Colaço - Fado Corrido
Astor Piazzolla - Verão
Astor Piazzolla - Mumuki
Alexandre Rey Colaço - Fado Hilário
João Abreu e Motta - Olhos Negros
Astor Piazzolla - Chris-Tallina
Alexandre Rey Colaço - Fado nº 8
Astor Piazzolla - Zum
Alexandre Rey Colaço - Fado nº 7 (Picadinho)
Astor Piazzolla - La muerte Del Anje




Olga Prats | Iniciou a sua formação aos cinco anos de idade com a sua mãe e o professor e pedagogo João Maria Abreu e Motta, a título particular, tendo realizado o seu primeiro recital no Teatro Municipal de São Luís, aos quatorze anos (em 1952). Com dezanove anos concluiu o Curso de Piano no Conservatório Nacional. Frequentou cursos de aperfeiçoamento em Colónia na Escola Superior de Música durante dois anos, nos quais teve como professores Gaspar Cassadó e Karl Pillney e como bolseira pelo governo alemão em parceria com a Fundação Calouste Gulbenkian, em 1959, em Friburgo, sendo seus professores Carl Seeman e Sándor Végh. Durante os seus estudos na Alemanha ganhou o prémio para melhor estudante estrangeira em 1958. Quando regressou a Portugal, em 1960, continuou a sua formação musical com Helena Moreira de Sá e Costa, tendo ganho em 1965 ainda como sua aluna, o Prémio Luís Costa atribuido à melhor intérprete de música espanhola.
Foi convidada para ser professora de piano nas classes de música de câmara de Paul Tortelier, Ludwig Streicher e Karen Georgian. Tocou com inúmeras Orquestras, de entre muitas outras destacam-se: Orquestra de Câmara do Festival de Pommersfelden; Orquestra Gulbenkian; Orquestra Sinfónica de Buenos Aires; Orquestra do Porto; Orquestra Sinfónica da Emissora Nacional. Deu especial relevo para a produção contemporânea desde a música de compositores portugueses de música de salão dos séculos XIX e à de Fernando Lopes Graça (este já do século XX) até à música de Astor Piazzola, tendo sido a primeira em Portugal a interpretá-la e a gravá-la.
Foi membro fundador de vários grupos: Duo de piano e violeta, com Ana Bela Chaves (1969); Grupo de Câmara do Festival do Estoril; Opus Ensemble (1980); Colecviva – Grupo Experimental de Teatro Musical Contemporâneo (1975).
Para além da docência, da gravação e das atuações ao vivo que efetua com o grupo Opus Ensemble prossegue uma intensa atividade como jurada em concursos de interpretação nacionais e internacionais, entre outros: Concurso de Música de Câmara da Rádio da Baviera; Concurso Internacional de Piano Viana da Motta; Prémio Jovens Músicos.
A 6 de Junho de 2008 foi feita Comendadora da Ordem Militar de Sant’Iago da Espada.






Fotos Jorge Carmona / Antena 2
(no CCB, em Abril de 2018)