Ouvir
Ecos da Ribalta
Em Direto
Ecos da Ribalta João Pereira Bastos

Concertos

Pedro Massarrão & José Pedro Ribeiro | 26 Janeiro | 19h00

Museu do Oriente

|

Pedro Massarrão & José Pedro Ribeiro | 26 Janeiro | 19h00 Pedro Massarrão & José Pedro Ribeiro | 26 Janeiro | 19h00

Temporada Concertos Antena 2

23 Janeiro | 19h00
Entrada Livre


Recital Adagio e Troppo

Pedro Massarrão, violoncelo
José Pedro Ribeiro, piano


Programa

Leoš Janáček - Pohádka (1910/Rev.1912)

Ludwig van Beethoven - Sonata nº 2, Op. 5

Fernando Lopes-Graça - Adagio ed Alla Danza

Robert Schumann - Adagio e Allegro, Op. 70



Transmissão direta
Apresentação: Pedro Ramos
Produção: Anabela Luís, Cristina do Carmo




Pedro Massarrão | Começou a estudar violoncelo aos 5 anos, e em 2016 completou os seus primeiros estudos com Luís Sá Pessoa na Escola de Música do Conservatório Nacional. Obteve o grau de licenciado com Paulo Gaio Lima na Escola Superior de Música de Lisboa em junho de 2019. Conclui o título de mestrado com Jeroen den Herder na Codarts Hogeschool voor de Kunsten em junho de 2021. 
Em 2017 integrou o agrupamento laureado do Prémio Jovens Músicos. 
Na área da música de câmara é membro fundador do Trio Adamastor, colabora com grupos como Avres Serva, América Antiga ou Os Músicos do Tejo onde já se apresentou em salas como a Casa da Música (Porto), Centro Cultural de Belém, Fundação Calouste Gulbenkian (Lisboa), De Doelen (Roterdão), ou integrando diversos festivais: Festival Internacional de Música da Costa do Estoril, Festival Internacional de Música do Marvão, Os Dias da Música (Lisboa), Internationaal Cellofestival Zutohen, Festival Internacional de Música da Póvoa do Varzim ou o Festival Arte nas Adegas. 
Na área da improvisação livre desenvolve um trabalho regular com músicos como Filippo Deorsola e João Almeida, tendo editado um álbum em 2021, Miniatures
Foi bolseiro da Fundação Gulbenkian entre 2019-2021.




José Pedro Ribeiro (n.1995) | É um dos mais requisitados pianistas Portugueses da sua geração. Alguns pontos altos da temporada 2021/2022 incluíram um concerto radiodifundido, a partir do Grande Auditório da Fundação Calouste Gulbenkian, interpretando o Concerto para Piano e Instrumentos de Sopro de Igor Stravinsky e uma tournée pela República Checa onde tocou em Brno, Blansko e Praga, tendo sido calorosamente recebido. 
A sua gravação da 3ª Sonata de Fernando Lopes-Graça (em recital ao vivo para a Antena 2) tem sido muitíssimo aclamada em Portugal, no estrangeiro e por muitos artistas respeitados, tais como Friederich Edelmann, antigo Fagotista principal da Filarmónica de Munique “Belíssimo pianismo com um enorme âmbito dinâmico (..) nunca agressivo” e o solista internacional Stephen Hough: “Performance formidável!”.
É uma presença continua na cena musical portuguesa, sendo alguns dos pontos a salientar, uma performance do Triplo Concerto de Beethoven (com o Trio Adamastor) e a Sinfonietta de Lisboa, sob a batuta de Vasco Azevedo, para uma audiência de mais de 50.000 pessoas. Apesar do número excecional de espectadores, também a crítica recebeu calorosamente a interpretação, evidenciando a “Qualidade” e dizendo que “satisfizeram todas as espectativas”. 
Para além de Concertos, José Ribeiro fez também recitais de Música de Câmara (primordialmente com o Trio Adamastor) na Fundação Calouste Gulbenkian, Casa da Música, Centro Cultural de Cascais, entre outros, variadíssimos recitais a solo em diversos festivais, tais como o Festival Internacional de Música da Póvoa de Varzim e o Festival do Estoril, assim como muitas transmissões de concertos e recitais pela rádio (RTP/Antena 2) e televisão (RTP). 
Natural de Vizela, iniciou os seus estudos musicais na sua cidade natal. Mais tarde, de 2012 a 2015, estudou em Guimarães com Ingrid Sotolarova que vem de uma linhagem que ascende ao grande pedagogo russo Heinrich Neuhaus. Mais tarde, no Porto, teve uma breve convivência com Madalena Soveral que fora, por sua vez, aluna da pianista francesa Reine Gianoli (aluna de Cortot). Até 2019, José Pedro Ribeiro, foi aluno do pianista Miguel Henriques, um discípulo de Gleb Axelrod, do Conservatório de Moscovo. Presentemente, é aconselhado por Artur Pizarro, herdeiro de uma linhagem musical verdadeiramente excecional que ascende a Liszt e Bülow.



Fotos Jorge Carmona / Antena 2