Ouvir
A Ronda da Noite
Em Direto
A Ronda da Noite Luís Caetano

Concertos

Solistas de Lisboa | 22 Maio 19h00

Museu Nacional de Arte Antiga

|

Solistas de Lisboa | 22 Maio 19h00 Solistas de Lisboa | 22 Maio 19h00

© Jorge Carmona / Antena 2


22 Maio 19h00

Auditório do 
Museu Nacional de Arte Antiga

Solistas de Lisboa

Pedro Meireles, violino
Paula Carneiro, violino
Joana Cipriano, viola de arco
Irene Lima, violoncelo
Carolina Matos, violoncelo






Programa

Franz Schubert (1797-1828)

- Quinteto em Dó maior op. 163 D. 956 - "Quinteto com dois violoncelos" (1828)
I. Allegro ma non troppo
II. Adagio
III. Scherzo
IV. Allegretto


Solistas de Lisboa é um quinteto liderado pelo violinista Pedro Meireles que se apresenta em estreia para este Concerto Antena 2. Este agrupamento é formado por músicos solistas de orquestra, esssencialmente da Orquestra Sinfónica Portuguesa e da Orquestra Metropolitana de Lisboa.



Transmissão direta
Realização e Apresentação: João Almeida
Produção: Anabela Luís




Pedro Meireles nasceu em 1981 na cidade do Porto. Foi aluno do Conservatório de Música do Porto, onde estudou com Carlos Fontes e Suzanna Lidegran, e mais tarde, na Royal Academy of Music, em Londres, onde concluiu a licenciatura e o mestrado em Violino e Viola de Arco, tendo-lhe sido atribuído um DipRAM, assim como o Prémio J & A Beare. Venceu o Concurso da Juventude Musical Portuguesa aos nove anos de idade e foi galardoado com primeiros lugares em concursos como o Prémio Maestro Silva Pereira, o Prémio Marjorie Hayward, o Prémio Mica Comberti, o Prémio de Viola Theodore Holland, o Sir Arthur Bliss Memorial Prize e o Prémio de Viola Max Gilbert. Venceu também, por três vezes, o Prémio Jovens Músicos da Antena 2/RTP, nas modalidades de Violino e Viola.
Como concertista e como músico de câmara, realizou mais de duzentos concertos em algumas das mais conceituadas salas da Europa. Foi concertino e concertino adjunto das orquestras Royal Philharmonic, Orion Symphony, New London Orchestra, Brandenburg Sinfonia, Ashover Festival Orchestra e Orquestra Gulbenkian.
Orientou inúmeras masterclasses de Violino e Viola e integrou o júri dos principais concursos e prémios de Música em Portugal. Mais recentemente gravou o Concerto para 2 violinos de Sérgio Azevedo e o Concerto para Violino de Luís de Freitas Branco.
Pedro Meireles toca regularmente a solo com as principais orquestras do país e, presentemente, ocupa o lugar de Concertino Principal da Orquestra Sinfónica Portuguesa.



Paula Carneiro iniciou os seus estudos musicais na Academia de Música de Espinho. Em 2001 ingressou na Escola Profissional Artística do Vale do Ave - ARTAVE - terminando o curso complementar de violino com a nota máxima. No ano letivo de 2004 ingressou na Academia Nacional Superior de Orquestra. Em música de câmara teve a oportunidade de efetuar um recital em Toulouse - França e masterclasses com o quarteto Borodin. Reforçou a Orquestra Metropolitana de Lisboa, Orquestra Gulbenkian, Orquestra Sinfónica Casa da Música, entre outras. Participou no estágio APROARTE em 2004 como concertino. Em 2009 e 2010 participou no estágio ibero-americano e bicentenário como assistente de concertino, em ambas, com o Maestro Gustavo Dudamel. Em Maio de 2007 e 2010 efetuou um recital em direto para a Antena 2. Nas edições de 2006 e 2008 ganhou o 2º prémio no concurso Prémio Jovens Músicos. 
Faz parte do prestigiado grupo Ensemble Darcos onde efetua alguns concertos por ano em direto para a Antena 2. Atualmente é chefe de naipe dos 2ºs violinos da Orquestra Sinfónica Portuguesa - TNSC.



Joana Cipriano iniciou os estudos musicais aos 6 anos na classe de António Ramos. Terminou o Curso de Instrumento, em 2004, na Escola Profissional de Artes da Beira Interior, com o mesmo professor. Completou a Licenciatura em Violino na Escola Superior de Música de Lisboa, na classe de António Anjos, e na classe de música de câmara de Irene Lima e de Olga Prats. Terminou o Mestrado em música (violino) na Escola Superior de Música de Lisboa, na classe de António Anjos e de Alexandra Mendes. Colaborou com a Academia Nacional Superior de Orquestra na disciplina de Música de Câmara na classe de Paul Wakabayashi. Em 1995 foi finalista, na classe de violino iniciação, do Concurso Juventude Musical Portuguesa. Em 2005 teve menção honrosa no Concurso de arcos Júlio Cardona. Em 2006 participou no Prémio Jovens Músicos, na categoria de Música de Câmara (nível superior), obtendo o 2º prémio. Frequentou Cursos de Violino e Música de Câmara com reputados professores e intérpretes internacionais. Participou, de 1998 a 2002, na Semaine Internationale de Musique, sob a direção de Richard Hortien. Em 2003, no mesmo estágio, tocou a solo o Concerto em Ré Maior de Beethoven. 
Foi concertino da Orquestra Portuguesa das Escolas de Música 2002, dirigida pelo maestro Vasco Pearce de Azevedo. Nesse ano, foi membro do 4º Estágio Nacional de Orquestra APROARTE, sob a direção de Ernest Schelle. Participou no concerto A Menina do Mar, com direção de Rui Pinheiro e encenação do grupo Lua Cheia, apresentado no projeto educativo «Descobrir a música» na Gulbenkian. Colabora regularmente com a Orquestra Clássica da Beira Interior, Sinfonieta de Lisboa, Orquestra Metropolitana de Lisboa, Orquestra Gulbenkian, Camerata Alma Mater, Ensemble 20/21, Orchestrutopica, entre outras formações. 
É violetista e membro fundador do quarteto ArtZen, com o qual já realizou concertos em Portugal e no estrangeiro, nomeadamente em Toulouse, Bruxelas e Luxemburgo. Este agrupamento foi laureado no Prémio Jovens Músicos 2007 com o 1º lugar (categoria de música de câmara, nível superior). É também membro da Camerata Alma Mater. Leciona na Escola de Música do Conservatório Nacional e no projeto Orquestra Geração.



Irene Lima, nascida em Lisboa, iniciou os estudos musicais com Adriana de Vecchi e Fernando Costa na Fundação Musical dos Amigos das Crianças. Estudou em Paris com André Navarra e Philippe Muller. Apresentou-se a solo com a orquestra e em formações de câmara em vários países como Espanha, França, Bélgica, Holanda, Luxemburgo, Itália, Brasil e Macau.
De referir a sua atuação com a Orquestra Sinfónica da RTL com a qual executou o Concerto de Câmara com Violoncelo obligato de Fernando Lopes Graça, que lhe valeu elogiosa crítica, assim como atuações a solo com a Orquestra Sinfónica de Macau, Sinfonia de Varsóvia, entre outras. 
Irene Lima forma um duo com o pianista João Paulo Santos. Gravou para a EMI-Classics a Sonata para Violoncelo e Piano de Luís de Feitas Branco, e mais recentemente um disco com obras de Vivaldi, Boccherini e Bréval. 
É atualmente Primeiro Violoncelo da Orquestra Sinfónica Portuguesa, lugar que ocupou igualmente na Orquestra do Teatro Real de Liége e na Orquestra do Teatro Nacional de São Carlos. Lecciona Música de Câmara na Escola Superior de Música de Lisboa. Apresenta-se regularmente em diversos festivais internacionais e temporadas de concertos, como por exemplo, Festival Internacional EUROPAMÚSICA, em Itália, ou a Festa da Música, com pianistas como Bruno Canino, Tânia Achot, Jorge Moyano, Roberto Arosio, Sónia Rubinsky, entre outros. Filipe de Sousa e Alexandre Delgado dedicaram-lhe obras para violoncelo solo.



Carolina Matos nasceu em Viana do Castelo, em 1986. Iniciou os seus estudos musicais aos 8 anos de idade, na Academia de Música da sua cidade natal, na classe de Pétia Samardjieva, com quem veio a concluir o curso de instrumento, na Escola Profissional de Música de Viana do Castelo, com a classificação máxima no exame final. Tem trabalhado sob a direção de maestros como Pedro Neves, Michael Zilm, Jan Cober, Emilio Pomàrico, Peter Rundel, Emmanuel Krivine e Thierry Fischer, entre outros. Frequentou diversos cursos de aperfeiçoamento de violoncelo com Marc Coppey, Wolfgang E. Schmidt, Xavier Gagnepain, Gary Hoffman, Maria de Macedo, Christophe Coin e, em música de câmara, com os quartetos Borodin, Haggen, Carmina e Talich. 
Em 2007, foi laureada com o 1º lugar no Prémio Jovens Músicos, na modalidade de Música de Câmara – nível superior, formando o Quarteto ArtZen, com o qual se apresentou em diversos concertos por Portugal, França, Bélgica e Luxemburgo.
Finalizou, em 2009, a licenciatura de Instrumentista de Orquestra –
especialidade de Violoncelo – na Academia Nacional Superior de Orquestra, em Lisboa, na classe dos professores Paulo Gaio Lima e Pedro Neves. Foi finalista do Prémio Internacional Casa da Música/Suggia 2009. Em 2010, obteve Menção Honrosa no Concurso Internacional do Estoril e o 1º Prémio no Concurso Musicaldas. Obteve ainda o 2º Prémio no Concurso Prémio Jovens Músicos em 2011, modalidade de violoncelo - nível superior.
Colaborou com as Orquestras Metropolitana de Lisboa, de Câmara Portuguesa, Sinfónica Portuguesa, Teatro Taborda, Fundação Calouste Gulbenkian e Orchestre de la Suisse-Romande, entre outras. Em 2011, concluiu uma Pós-Graduação no Conservatório Superior de Música de Aragón, orientada por Xavier Gagnepain.
Concluiu recentemente o Mestrado, especialidade de Concerto, na Haute
École de Musique de Genève, na classe de Daniel Grosgurin, com nota máxima no recital final. Foi também admitida na mesma instituição para o Mestrado, especialidade de Orquestra. É apoiada pela Fondation Hans Wilsdorf e toca num violoncelo Fabrice Girardin, cedido pela Fondation Lalive.






Fotos Jorge Carmona / Antena 2 RTP