Ouvir
Império dos Sentidos
Em Direto
Império dos Sentidos Paulo Alves Guerra / Produção: Ana Paula Ferreira

Concertos

The Tallis Scholars | 14 Novembro 19h30

Casa da Música, Porto

|

The Tallis Scholars | 14 Novembro 19h30 The Tallis Scholars | 14 Novembro 19h30


14 Novembro 19h30

Sala Guilhermina Suggia


The Tallis Scholars
Peter Phillips, direcção musical


Programa

William Byrd (1543-1623) - Missa a 4 vozes  
          - All Saints Proper

Robert White (c. 1538-1574) - Christe qui lux IV
         - Exaudiat te

John Taverner (c. 1490-1545) - O splendor gloriae



Em Ano Britânico na programação da Casa da Música, o Festival À Volta do Barroco apresenta um dos mais reputados agrupamentos mundiais no domínio da música vocal. Com mais de 2.000 concertos realizados um pouco por todo o mundo, The Tallis Schollars orgulha-se de contar com uma das mais premiadas discografias a nível internacional. Com um vastíssimo repertório de música vocal a cappella, o maestro Peter Phillips considera William Byrd o compositor inglês mais importante de todos os tempos, escolhendo-o para um sumptuoso programa de música sacra centrado na sua figura.


Transmissão em direto
Realização e apresentação: João Almeida
Produção: Anabela Luís


Maestro Peter Philips


Fundado em 1973 por Peter Phillips, o agrupamento vocal The Tallis Scholars tornou-se um expoente mundial da interpretação de música sacra renascentista, graças às suas gravações e concertos. Para atingir a pureza e clareza do som que considera mais adequadas ao repertório renascentista, permitindo que se ouçam todos os pormenores das linhas melódicas, Phillips trabalha com especial atenção a afinação e a fusão de vozes. A beleza sonora daí resultante é responsável pelo grande reconhecimento que o ensemble conquistou.


O Tallis Scholars dá cerca de 70 concertos por ano em todo o mundo. Em 2013 celebrou o seu 40º aniversário com uma digressão mundial de 99 apresentações em 80 salas de 16 países. O concerto na Catedral de São Paulo em Londres incluiu o motete a 40 partes Spem in alium de Thomas Tallis e a estreia mundial de obras escritas para o agrupamento por Gabriel Jackson e Eric Whitacre. A gravação da Missa Gloria tibi Trinitas do compositor do século XVI John Taverner foi editada no dia exacto em que se completaram 40 anos desde o primeiro concerto do agrupamento, em 1973, e ficou durante seis semanas no primeiro lugar da tabela britânica Specialist Classical Album Chart.
Na temporada de 2014/2015 apresenta-se em digressão nos EUA, China, Coreia do Sul, Hong Kong, Europa e Reino Unido. Em 2014, estreou Requiem Fragments de Sir John Tavener, dedicada especialmente ao agrupamento, nos Proms da BBC. Em 2015, lança um novo CD intitulado Tintinnabuli com música de Arvo Pärt.
Entre os momentos altos da carreira dos Tallis Scholars, destaca-se uma digressão à China (1999), um concerto na Capela Sistina (1994) que marcou o fim do restauro dos frescos de Miguel Ângelo e a celebração dos 400º aniversário da morte de Palestrina na Basília de Santa Maria Maggiore, em Roma. Encomendou obras a numerosos compositores contemporâneos: em 1998 celebrou o seu 25º aniversário com um concerto especial na National Gallery de Londres, estreando uma obra de Sir John Tavener escrita para o agrupamento e narrada por Sting – a obra foi depois retomada em Nova Iorque, em 2000, com a participação de Sir Paul McCartney. Grava regularmente para a rádio, que tem transmitido as suas participações nos BBC Proms, e participou no aclamado programa The Southbank Show do canal ITV.
A sua reputação resulta em grande parte da associação com a editora discográfica Gimell Records, criada por Peter Phillips e Steve Smith em 1980.
A discografia do Tallis Scholars tem sido premiada um pouco por todo o mundo: Gravação do Ano pela Gramophone (1987), três Diapason d’Or de l’Année (1989 e 2012), Prémio “Early Music” (1994 e 2005), nomeações para o Grammy (2001, 2009 e 2010) e, no seu 40º aniversário, entrou no “Hall of Fame” da Gramophone através de votação do público.
Todos os reconhecimentos e conquistas são um sinal dos altos padrões de qualidade mantidos pelo agrupamento e da sua dedicação ao grande repertório clássico ocidental.