Ouvir
Ponto PT
Em Direto
Ponto PT Cristina do Carmo

Cultura

Centenário Jorge de Sena

Antena 2

|

Centenário Jorge de Sena Centenário Jorge de Sena

A Antena 2 homenageia o poeta, crítico, ensaísta, ficcionista, dramaturgo, tradutor e professor universitário, Jorge de Sena nascido há 100 anos em Lisboa. 
Durante toda a semana, de 28 de Outubro a 2 de Novembro, vários programas são dedicados a este grande vulto da cultura portuguesa e um dos mais influentes intelectuais portugueses do século XX, celebrando e refletindo sobre a sua vida e obra.


Centenário de Jorge de Sena [2 Novembro 1919 - 4 Junho 1978]




28 Out. | A Vida Breve
Ó doce perspicácia dos sentidos
Poema de Jorge de Sena dito pelo próprio
Para ouvir, clicar aqui.


28 Out. | Última Edição 
Uma conversa de Luís Caetano com o editor Manuel S. Fonseca, da Guerra e Paz sobre a novela O Físico Prodigioso, de Jorge de Sena.
Para ouvir, clicar aqui.



29 Out. | A Vida Breve
A Paz
Poema de Jorge de Sena dito pelo próprio
Para ouvir, clicar aqui.


29 Out. | Império dos Sentidos
Poemas de Jorge de Sena na sua voz
À memória de Sá de Miranda
[a partir de 0h01m]
Quarto soneto de quatro sonetos a Afrodite Anadiómena | Amátia
[a partir de 1h16m]
Uma pequenina luz
[a partir de 1h44m]
Quem a tem
[a partir de 2h00]
Para ouvir, clicar aqui 


29 Out. | Última Edição 
Correspondência entre Jorge de Sena e Eugénio de Andrade, trocada a partir de 1949 até à sua morte, foi organizada por Mécia de Sena e publicada pela editora Guerra e Paz. É este livro que está no centro de uma conversa entre Luís Caetano e o editor Manuel S. Fonseca.
Para ouvir, clicar aqui.


Na Livraria Leitura, no Porto, Eugénio de Andrade, José Régio e Jorge de Sena, anos 60. 
Foto: © CER



30 Out. | A Vida Breve
Como queiras, amor.
Poema de Jorge de Sena dito pelo próprio
Para ouvir, clicar aqui.


30 Out. | Império dos Sentidos
Poemas de Jorge de Sena na sua voz
Camões dirige-se aos seus contemporâneos
[a partir de 0h01m]
Soneto de As Evidências: [Marinha pousa a névoa iluminada...]
[a partir de 1h15m]
O balouço de Fragonard
[a partir de 2h03m]
Para ouvir, clicar aqui 


30 Out. | O Som que os Versos fazem ao abrir 
Ana Luísa Amaral e Luís Caetano abrem a Carta a meus filhos sobre os fuzilamentos de Goya, de Jorge de Sena; a análise a um poema de 1959, publicado no livro Metamorfoses, de 1963:

Não sei, meus filhos, que mundo será o vosso.
É possível, porque tudo é possível, que ele seja
aquele que eu desejo para vós. Um simples mundo,
onde tudo tenha apenas a dificuldade que advém
de nada haver que não seja simples e natural.
Um mundo em que tudo seja permitido,
conforme o vosso gosto, o vosso anseio, o vosso prazer,
o vosso respeito pelos outros, o respeito dos outros por vós.
E é possível que não seja isto, nem seja sequer isto
o que vos interesse para viver. Tudo é possível,
ainda quando lutemos, como devemos lutar,
por quanto nos pareça a liberdade e a justiça,
ou mais que qualquer delas uma fiel
dedicação à honra de estar vivo.

(...)

Para ouvir, clicar aqui.


31 Out. | A Vida Breve
Madrugada
Poema de Jorge de Sena dito pelo próprio
Para ouvir, clicar aqui.


31 Out. | Império dos Sentidos
Poemas de Jorge de Sena na sua voz
Soneto XXI de Evidências: [Cendrada luz enegrecendo o dia]
[a partir de 0h14m]
O balouço de Fragonard
[nas vozes de Jorge de Sena e Ana Brandão]
[a partir de 1h20m]
Para ouvir, clicar aqui 


31 Out. | A Ronda da Noite | 23h00
O coordenador das Obras Completas de Jorge de Sena, Jorge Fazenda Lourenço, conversa com Luís Caetano sobre este projeto da Guimarães Editores que, apesar dos seus 18 volumes, ficou incompleto.  
Para ouvir, clicar aqui.



1 Nov. | A Vida Breve
Requiem de Mozart
Poema de Jorge de Sena dito pelo próprio
Para ouvir clicar aqui.


1 Nov. | Império dos Sentidos
Poemas de Jorge de Sena na sua voz
Os ossos do imperador e outros mais: [Dizia ele que deixara a vida]
[cerca de 2h00m]
Para ouvir, clicar aqui 


1 Nov. | A Ronda da Noite | 23h00
Luís Caetano recupera, com cunho próprio, o último programa de um Caleidoscópio de Paula Abrunhosa (2008): Arte de Música, o livro de poesia de Jorge de Sena (1968), que a autora homenageia nesta derradeira emissão.
E ainda, excertos de uma entrevista de Jorge de Sena ao programa Cantorias, de Maria José Mauperrin, em 1977.
Para ouvir, clicar aqui.



2 Nov. | Café Plaza | 9h00

"Os 100 anos do nascimento de Jorge de Sena", são assinalados por Germano Campos, no seu programa de fim de semana, com uma pequena biografia do escritor, e um excerto do programa A Ideia e a Imagem da RTP dedicado a Jorge de Sena. A poesia de Jorge de Sena marca também e necessariamente presença, com dois poemas lidos pelo autor e um terceiro lido por Carmen Dolores; e é de um poema seu que Vitorino fez uma canção, a escutar nesta emissão. 
Tempo ainda para recordar o filme Sinais de Fogo, baseado no romance homónimo do escritor
Para ouvir, clicar aqui.


2 Nov. | A Força das Coisas | 16h00
No dia do centenário, Luís Caetano transmite uma longa entrevista concedida por Jorge de Sena à Rádio Moçambique, a 19 de Julho de 1972. 
Conduzida por Leite de Vasconcelos, e realizada e produzida por Manuel Tomaz, esta entrevista foi imediatamente censurada e permaneceu inédita até 2 de Novembro de 2010.
Para ouvir, clicar aqui.