Ouvir
Quinta Essência
Em Direto
Quinta Essência João Almeida

Cultura

Lavrar o Mar || Dancing! | Kaô | 29 Novembro a 9 Dezembro

Rogil | Aljezur | Monchique

|

Lavrar o Mar || Dancing! | Kaô | 29 Novembro a 9 Dezembro Lavrar o Mar || Dancing! | Kaô | 29 Novembro a 9 Dezembro
O projecto cultural e turístico Lavrar o Mar - As Artes no Alto da Serra e na Costa Vicentina, apresenta Dancing!, um 'baile culinário', e Kaô: Embalos do Mundo, teatro-música para a pequena infância. Estes dois espetáculos fazem parte de uma programação que continua a aprofundar a relação entre públicos vindos de fora e os residentes do barlavento algarvio; uma programação artística internacional, regular e diversificada, que contraria a sazonalidade.


29 e 30 Novembro | 1 e 2 Dezembro | 19h00
Sede do Rancho Folclórico | Rogil
Inserido no Festival da Batata Doce de Aljezur

Dancing! 
Baile Culinário

Com a participação musical de Orquestra Vicentina (estreia) e Fogo Fogo (PT)


Um jantar que tem a Batata Doce como a estrela e rainha da noite. As suas qualidades gastronómicas vão poder brilhar nas múltiplas receitas vindas de vários pontos de África nas quatro sessões deste Dancing!


Nos dias 29 e 30 de novembro, inaugura-se o baile culinário com a proposta de fundir sons e sabores num só espaço, com a comida a rodopiar pelas mesas para que o baile comece com a estreia da Orquestra Vicentina.



Nos dias 1 e 2 de dezembro, o som exuberante dos Fogo Fogo, um quinteto de músicos fabulosos que iluminam a sala com os sons mais quentes de Cabo Verde, será o outro complemento para este Dancing!: Uma pista, um prato cheio de sabores exóticos e a música a incendiar tudo de alegria e movimento.


Fogo Fogo, o projecto de Francisco Rebelo, João Gomes, Márcio Silva, Danilo Lopes da Silva e David Pessoa, eclode regularmente e, com incontornável energia, na pista de dança da Casa Independente, verdadeira instituição cultural ao serviço de uma nova Lisboa. A Lisboa que vê nascer estes Fogo Fogo é vibrante e especial, é uma Lisboa onde cabe toda a África, sobretudo a que fala português, tanto a do futuro, como a do passado. 
Os músicos envolvidos neste projecto são ultra-experientes, profundos conhecedores dos múltiplos grooves de inspiração africana e atiram-se, assim, sem truques ao funaná da Ilha de Santiago, Cabo Verde, e à música de baile de festa africana. Os temas resultam em pedaços de lava escaldante, gravados e tocados de forma intensa e directa.







Direcção artística | Madalena Victorino & Giacomo Scalisi 
com Lucília Raimundo (atriz), Ana Costa, Carolina Carloto, Marta Jardim, Miguel Nogueira, Laura Abel, Raquel Santos, Susana Vilar (bailarinos)
Direcção técnica e design de luz | Joaquim Madaíl

Fogo Fogo | João Gomes (teclados), Francisco Rebelo (baixo), Marcio Silva (bateria), David Pessoa (guitarra e voz), Danilo Lopes (guitarra e voz), Hugo Santos (técnico de som), Dário Alexandre (roadie), António Fernandes (agente)

Orquestra Vicentina | Ângela Rosa, Arantxa Joseph, Daphna Givon (voz), Hugo Fontaínhas (bateria), Bruno Martins (baixo), António Mandala (percussão), Steve Nóbrega (teclado), Júnior (guitarra), Ricardo Pires (Arranjador; saxofone), Afonso Alves (saxofone), Luís Barbosa (trompete), André Duarte (direcção) 
 
Artes culinárias | Nighist Kahsay (Eritreia) Ana Paula Henriques (Moçambique) Arantxa Joseph (Marrocos/Norte de África), Shail Lall (Índia); apoio Sónia Pinho



Fogo Fogo @ Rui Vieira



8 Dezembro | 11h00 | 16h00
Aljezur - Espaço +
9 Dezembro | 11h00 | 16h00
Monchique - Sala de Estudos da Junta de Freguesia


Kaô, Embalos do Mundo (Lullabies of the World)
Monda Teatro-Música (PT)

Sinto-me nascido a cada momento para a eterna novidade do mundo 
Alberto Caeiro, Guardador de Rebanhos 

Kaô: Embalos do Mundo é um momento poético-musical com ações e canções sobre os primeiros passos e compassos na vida. Partindo de canções transmitidas de mãe para filho(a), de geração em geração, três mulheres exploram a força das vozes femininas e do canto polifónico, num espetáculo de teatro-música com melodias de “acalantar” lusófonas e ibero-americanas que pertencem a todos os que se deixam levar no balouço-balanço do mar...
A palavra indígena kaô recebe quem acaba de chegar, num concerto encenado para escutar e sentir ao colo, sobre a nitidez do olhar da criança ao relacionar-se com a Terra-Mãe que o rodeia!


Ficha artística e técnica:
Co-criação e interpretação: Sofia Portugal, Susana Quaresma e Tânia Cardoso
Dramaturgia visual e encenação: Tânia Cardoso
Arranjos vocais e musicais: Sofia Portugal e Susana Quaresma
Cenografia Celso Portugal
Figurinos Liliana Santos



Informações úteis:

Dancing!
Classificação etária: M/12+
Duração do espetáculo: 3h30
Bilhetes 10€ (inclui jantar)

Kaô: Embalos do Mundo
Classificação etária: 0-3anos
Duração: 35min
Bilhetes 3€ (adulto + bebé)

Para mais informações, consultar o site de Lavrar o Mar.