Ouvir
Caleidoscópio
Em Direto
Caleidoscópio GRANDES BATALHAS DA ANTIGUIDADE

Cultura

Lavrar o Mar | Saison de Cirque - As Estações do Circo | 28 Dezembro a 1 Janeiro

Monchique

|

Lavrar o Mar | Saison de Cirque - As Estações do Circo  | 28 Dezembro a 1 Janeiro Lavrar o Mar | Saison de Cirque - As Estações do Circo  | 28 Dezembro a 1 Janeiro

O projeto cultural e turístico Lavrar o Mar - As Artes no Alto da Serra e na Costa Vicentina, volta a apresentar, para os dois últimos meses do ano, uma programação que continua a aprofundar a relação entre públicos vindos de fora e os residentes do barlavento algarvio; uma programação artística internacional, regular e diversificada, que contraria a sazonalidade.


28 Dezembro a 1 Janeiro
6ª feira a 2ª feira | 21h00
Na noite da passagem de ano, há uma grande festa com Cirque Aïtal, após o espetáculo.
3ª feira | 17h00

Monchique
Ponto de Encontro: Heliporto de Monchique


Saison de Cirque - As Estações do Circo | Cirque Aïtal (França)
novo circo acrobático, equestre e musical



Da última vez, o espetáculo da companhia Cirque Aïtal intitulava-se “Para o Bem e para o Mal”. Ele, um gigante com um coração doce, ela, uma boneca vertiginosa ofereceram ao público a história da sua relação, do seu conto de amor, com uma delicadeza infernal. 
Alguns anos e duas crianças depois, eles continuam a falar de si, da sua vida. A sua vida enquanto artistas, do seu encontro com outros criadores, da escolha desta profissão dura e extraordinária. Procuraram outros artistas de circo, já não são dois, têm agora uma família e também dois cavalos consigo.




Criaram-se assim as condições para que nascesse um imaginário colectivo. Um mundo onde é possível colher a humanidade como quem colhe flores no campo. Um mundo em que a noite e a manhã são irmãs e por isso nos deixam respirar o perfume das estações, as estações do seu circo. As disciplinas são múltiplas e ousadas: acrobacia, malabarismo, volteio equestre, equilíbrio mão a mão, barra russa... 

Uma orquestra viva canta, assobia, chora. Os cavalos tomam o seu tempo para possuir a pista. Este tempo é especial. A pista é primordial. 
É a terra, a estação, é chuva, vento, neve, árvore e sol. 
É o lugar da relação humana, do humor e da emoção pura e simples.







Ficha Artística e Técnica

Concepção: Victor Cathala & Kati Pikkarainen
Intérpretes e Acrobatas: Victor Cathala, Kati Pikkarainen, Lena Kanakova, Michail Kanakov, Vasia
Kanokov, Sergey Mazurin, Matias Salmenaho, Ludovic Baladin 
Músicos e Composição: Helmut Nünning, Hugo Piris, Benni Masuch, Julien Heurtel 
Cavalos: Quercy, Timo 
Colaboração Artística: Michel Cerda, Maksim Komaro 
Criação Sonora: Andy Neresheimer 
Figurinos: Séverine Thiébault 
Design Luz: Patrick Cathala 
Direção Técnica: Bernard Bonin 
Técnico Luz: Thierry Azoulay 
Técnico Som: Fanny Hugo
Operação: Alexandre Tourneux, Allan Wyon 
Cenografia: Alexander Bugel 
Produção Executiva: Ingrid Rivet, Bérangère Gros 
Direção de Produção: Cécile Bouisset, Lison Cautain 
Co-produção: Agora, Centre Culturel Pôle National des Arts du Cirque Boulazac Aquitaine Archaos, Pôle National des Arts du Cirque Méditérranée, Carré magique Lannion Trégor, Pôle National des Arts du Cirque en Bretagne Chateauvallon, Scène nationale, CIRCa, Pôle National Cirque Auch Gers 0ccitanie, Le Parvis, scène nationale de Tarbes, Les Nuits de Fourvière, Lyon, Théâtre Firmin Gémier/La Piscine, Pôle National des Arts du Cirque d’Antony et Châtenay-Malabry 
Residências: Les Nuits de Fourvière, Pôle nacional cirque en île-de-France Théâtre Firmin Gémier - La Piscine, Circa - Pôle national cirque Auch Gers Occitanie, Baro d’Evel cirk, Châteauvallon, scène nationale 
Com o apoio de: LDGCA, Ministère de la Culture et de la communication, Drac Occitanie, Région Occitanie Pyrénées-Méditerranée, Région Ile de France e SPEDIDAM - Projecto beneficiário do projecto de cooperação transfronteiriça PYRENART, ao abrigo do programa Interreg V-A Espagne-France-Andorre POCTEFA 2014-2020 - Fonds Européen de Développement régional (FEDER)



Saison de Cirque
 resulta da emoção gerada no encontro com o Outro: outras pistas, outros artistas, outras atmosferas, outros mundos. Kati e Victor convocaram artistas notáveis, velhos conhecidos e companheiros de profissão para declarar amor ao circo e à sua essência.
A partir de um desejo de misturar géneros: contemporâneo, tradicional e cabaret, apresentam números espetaculares, grandiosos e engraçados, artistas de excelência que evocam a sua história, a história da sua técnica, do seu corpo, do seu trabalho e vida nesta arte. Antes, durante e depois da ribalta, o quotidiano do circo é-nos dado a conhecer de forma crua. Aquilo que normalmente não se vê, aqui coloca-se de frente ao espectador.
Juntos, unidos e movidos por uma energia impetuosa, desafiam as leis da natureza, dos corpos, da gravidade.
Assim, encontramos um malabarista sueco-finlandês de barba ruiva (Matias Salmenaho), um quarteto siberiano de barra russa (’Kanakov’), um acrobata de volteio equestre (Ludovic Baladin), a música ao vivo pela Street Swing Orchestra, o grande Victor e o clown algo misterioso e provocador que Kati encarna, enquanto somos conduzidos pela família deste Saison de Cirque às portas de uma nova e indefinível forma de circo: um novo circo antigo, onde nos é oferecida a belíssima intimidade de uma vida dedicada à pista.




Cirque Aïtal foi fundado em 2004 pelo duo franco-finlandês Victor Cathala e Kati Pikkarainen, a partir de um desejo de trabalhar em conjunto e e desenvolver a sua disciplina acrobática, especialmente o trabalho mão-a-mão. "Aïtal", ou “é como é" em occitano, remete para a expressão simples, honesta e direta das coisas. 
É assim que Victor e Kati consideram o mundo: com descontração e confiança.
Através de inúmeros encontros e colaborações, estes talentosos e exigentes artistas desenvolveram uma pesquisa particular, uma real experimentação dos movimentos do corpo e do circo, onde a linguagem é literalmente transformada pelo trabalho corporal, na sua expressão mais autêntica. A própria alquimia dos corpos é, per si, fábula suficiente, sendo também vetor de sentimentos e intimidade.

Victor perseguia uma carreira na agricultura quando descobriu as acrobacias equestres, Kati apaixonou-se aos oito anos por este mundo, quando frequentava uma pequena escola de circo perto de Helsínquia. Procurando aperfeiçoar a prática física, viajou para Paris. Enquanto treinava em Rosny, Victor & Kati conheceram-se e especializaram-se em acrobacias corpo-a-corpo ou “mão-a-mão”, trabalho pelo qual foram várias vezes premiados e receberam menções especiais em diversos festivais.

La Piste là foi o primeiro espetáculo do Cirque Aïtal, em circulação por 4 anos, cocriação de Victor & Kati com o músico-compositor Mathieu Levavasseur, em 2007, mais tarde modificado para uma versão 4 artistas em 2008, quando Victor & Kati se unem a Helmut Nünning, um palhaço e músico, e a Mathias Salmenaho, malabarista, acrobata e acordeonista. 
Este espetáculo, pensado para a pista circular do chapiteau, conduzia o público, posicionado em 360° ao redor da pista central, a participar ativamente do imediatismo da dramaturgia e da força emocional compartilhada. Este toque criativo leva Victor e Kati a adquirir a própria tenda, recurso que passou a integrar a identidade da companhia. 
Para o melhor e para o pior, o seu segundo espectáculo para chapiteaux - ainda em circulação - acontece já sobre um chão de terra circular, oferecendo ao público emoções únicas, em torno da exploração das dinâmicas da intimidade do casal.




Informações úteis:

Classificação etária: M/6+

Duração do espetáculo: 1h20

Bilhetes 10€ (público em geral), 5€ (crianças até 12 anos) 

Para mais informações, consultar o site de Lavrar o Mar.