Ouvir
Musica Aeterna
Em Direto
Musica Aeterna João Chambers

Cultura

Teatro Sem Fios | Um Homem é um Homem, de Bertolt Brecht | 18 Novembro 21h00

Companhia de Teatro Cepa Torta

|

Teatro Sem Fios | Um Homem é um Homem, de Bertolt Brecht | 18 Novembro 21h00 Teatro Sem Fios | Um Homem é um Homem, de Bertolt Brecht | 18 Novembro 21h00

© Sónia Godinho


Teatro Sem Fios 


1 Novembro | 19h00
18 Novembro | 21h00 (repetição)

Gravação realizada na Sala Garrett 
do Teatro da Trindade



Um Homem é um Homem, de Bertolt Brecht

Direcção de Filipe Abreu e Miguel Maia.
Tradução de António Conde


Interpretes
Miguel Maia
Bruno Bernardo
Diogo Andrade
Isac Graça
Patrícia André
Patrícia Deus
Peter Michael
Manuel Moreira
Rita Loureiro
Telmo Mendes 
Teresa Sobral



É uma das mais enérgicas críticas sociais por parte do dramaturgo, conhecido pelo constante questionar dos alicerces do fazer teatral e do recentrar da sua função política. 
No texto fala-se de desumanização e normalização. A história situa-se numa possível colónia inglesa na Ásia (mas que bem podia situar-se na Europa dos anos 40), em que o povo é maltratado e diminuído pelas forças ocupantes. Galy Gay, estivador que vive com a sua mulher, sai de casa para ir comprar um peixe para o jantar, para nunca mais retornar. 
Num tom de comédia quase burlesca, Bertolt Brecht apresenta-nos uma série de questões sobre o que define um homem e a sua individualidade: 
o que será preciso para que um homem passe a ser outro homem? 
Em que ponto é que alguém deixa de ser esse para se tornar outro? 
De que forma o contexto em que nos inserimos nos transforma? 
Galy Gay é um homem que não sabe dizer não.





Companhia Cepa Torta é uma plataforma artística que conta com a colaboração de diferentes profissionais das áreas do teatro e das artes plásticas. Trabalha na área do teatro e performance desde 1999 e constituiu-se legalmente como associação sem fins lucrativos em 2004.


A Companhia conta com uma equipe artística multifacetada e, nos seus quase 20 anos de existência, realizou trabalhos no Teatro na Malaposta, Teatro Ibérico, Teatro Taborda, Biblioteca de Marvila, Teatro da Comuna, entre outros espaços em Lisboa e no um pouco por todo o país, mas também fora de portas como por exemplo no Bridewell Theatre em Londres. 
O seu trabalho tem assentado em produções originais com base em textos clássicos de Brecht, Gil Vicente, Raul Brandão, Eurípedes, Tchékhov, Durënmatt e poetas portugueses. 
No seu portfólio conta ainda com projetos com base em textos originais, bem como um conjunto vasto de espetáculos e iniciativas pedagógicas dirigidas ao público infantil e juvenil.




Fotos Sónia Godinho