Ouvir
Nocturno
Em Direto
Nocturno André Pinto

Cultura

Transmissão | 2ª feiras | 11h00 | 19h00

Um colectivo

|

Transmissão | 2ª feiras | 11h00 | 19h00 Transmissão | 2ª feiras | 11h00 | 19h00
A Antena 2 apresenta semanalmente, a partir do início de Janeiro, o novo programa Transmissão. São 15 peças de teatro radiofónico com autoria de Um Colectivo e As Crianças Loucas, em parceria.


2ª feiras | 11h00 | 19h00

Transmissão
Ciclo de Teatro do Imaginário


Transmissão, é uma forma de resistência em jeito de celebração do Teatro Radiofónico.

É, também, uma resposta à supremacia visual, preferindo a escuta, o corpo, o diálogo - acreditando que 'ouvir' amplia o corpo e descobre poros por toda a pele. 
Sobretudo, é uma pergunta. 
Sabemos escutar de olhos abertos? 
É o repto que lançamos para desligar o computador e ouvir o mundo falar-nos dentro da nossa imaginação - essa grande paisagem que nenhum recolhimento impede.

Vamos brincar por dentro das nossas solidões até que nos apaixonemos, novamente, pelo mundo lá fora. Vamos ser um, outro e ninguém, brisa, vento e trovão, gritos de náufragos e ondas do mar.

Vamos, sim, fazer uma transmissão especial.

Um ColectivoAs Crianças Loucas






Programas

Prog. 1 | 3 Jan.
Queres fazer um barco comigo?
de Judite Canha Fernandes
com música de Pedro Salvador 
vozes de Bernardo Souto, Cátia Terrinca, Daniela Bairua e Emanuel Arada 
Para ouvir, clicar aqui.


Prog. 2 | 10 Jan.
A Cadella
de Fernando Pessoa
com sonoplastia de João Pedro Nunes
vozes de Cátia Terrinca e Vicente Wallenstein 
Para ouvir, clicar aqui.


Prog. 3 | 17 Jan.
Os Fantasmas Como Prumo das Decisões Domésticas e sua Influência nas Emergências Vivenciais
de Carlos Wallenstein
com sonoplastia de Fernão Biu e João Sala
vozes de Catarina Rabaça, Raquel Oliveira, Rodrigo Tomás, Sílvio Vieira, Vasco Batista e Vicente Wallenstein  participação especial de António Mendes e Diogo Rodrigues 
Para ouvir, clicar aqui.


Prog. 4 | 24 Jan.
O Mistério da Árvore
de Raúl Brandão
voz de Cátia Terrinca 
Para ouvir, clicar aqui.


Prog. 5 | 31 Jan.
O Sapato
de Salette Tavares
vozes de Cátia Terrinca, Cutte, Rui Salabarda e Vicente Wallenstein
Para ouvir, clicar aqui.


Prog. 6 | 7 Fev.
Estados Eróticos Imediatos
dramaturgia de Ricardo Boléo a partir de Agustina Bessa-Luís
com música de João Maria Carvalho 
vozes de Bruno Ambrósio, Cátia Terrinca e Pedro Lacerda
Para ouvir, clicar aqui.


Prog. 7 | 14 Fev.
O Dominó Preto
de Florbela Espanca
voz de Catarina Rabaça
Para ouvir, clicar aqui.




Prog. 8 | 21 Fev.
Ombela
de Ondjaki
dramaturgia de Cátia Terrinca
com sonoplastia de Mariana Bragada
vozes de Cátia Terrinca, Cheila Lima e Herlandson Duarte 
Para ouvir, clicar aqui.


Prog. 9 | 28 Fev.
Mas amanhã, ao mar mais imenso
de Sérgio Maciel e André Capilé
com sonoplastia de João P. Nunes 
vozes de Lucas Donatelli, Luiz Guarnieri e Nilson Muniz 
Para ouvir, clicar aqui.


prog. 10 | 7 Mar.
O Véu
de Teófilo Braga
com música de João P. Nunes
voz de Cátia Terrinca 
Para ouvir, clicar aqui.


Prog. 11 | 14 Mar.
Estranhões e Bizarrocos
de José Eduardo Agualusa
com sonoplastia de Fernão Biu e Joao Sala
vozes de Catarina Rabaça, Raquel Oliveira e Vicente Wallenstein 
Para ouvir, clicar aqui.


Prog. 12 | 21 Mar.
A Aia
de Eça de Queiroz
voz de Vicente Wallenstein
Para ouvir, clicar aqui.


Prog. 13 | 28 Mar.
A Festa
de Flora Miranda
com sonoplastia de João P. Nunes 
vozes de António, Filipe, Joana, Leonor e Miguela
Para ouvir, clicar aqui.


Prog. 14 | 4 Abr.
A Carteira
de Machado de Assis
voz de Raquel Oliveira
Para ouvir, clicar aqui.


Prog. 15 | 11 Abr.
Fala da Mulher Afogada
de Guilherme Gomes
com sonoplastia de João P. Nunes 
vozes de Cátia Terrinca e Vicente Wallenstein 
Para ouvir, clicar aqui.




Fotografia de Susana Chicó / Festival A Salto

Um Colectivo é um projeto com epicentro em Elvas, no âmbito do qual se desenvolvem atividades de criação, programação e formação artísticas, onde transversalmente se encontra uma ideia de reescrita, de tempo real e de voz. Destacam-se a organização do Festival A Salto - Tomada Artística da Cidade de Elvas e a criação de espetáculos como Três Irmãs (prémio Time Out Melhor Espetáculo e Melhor Atriz), Tempestade (coprodução Fábrica das Artes - CCB) e Júli A. (a partir de Rúben A., transmitido pela RTP2).


Fotografia de Leonor Fonseca

As Crianças Loucas é uma estrutura que iniciou o seu percurso em Dezembro de 2017 com o espetáculo "E todas as crianças são loucas", com apresentações na Escola de Mulheres - Clube Estefânia, em 2018 no Centro de Artes de Lisboa - Primeiros Sintomas e no em 2019 no Teatro Nacional Dona Maria II, no âmbito do ciclo recém-nascidos. Nos dois anos seguintes inicia-se o processo de criação do seu segundo espectáculo, "Lisboawood", um espectáculo com 17 actores e música ao vivo, que teve a sua estreia em Junho de 2021 no Teatro Meridional. No âmbito deste espectáculo realizaram-se concertos, performances e outros acontecimentos ao longo de dois anos. 
No contexto pandémico, As Crianças Loucas desenvolvem em parceira com a estrutura "Um Coletivo" o "Ciclo Transmissão", que conhece a sua primeira edição em 2020 e verá em 2022 nascer a sua segunda edição.