Ouvir
Caleidoscópio
Em Direto
Caleidoscópio ANTÓNIO FRAGOSO - BIOGRAFIA MUSICAL

Destaques

Companhia do Chapitô | Electra | Festival Antena 2 | 17 Fevereiro 21h30

5 º Dia | Teatro

|

Companhia do Chapitô | Electra | Festival Antena 2 | 17 Fevereiro 21h30 Companhia do Chapitô | Electra | Festival Antena 2 | 17 Fevereiro 21h30

© Catarina Veiga


2º FESTIVAL ANTENA 2

Sala Eça de Queiroz,

17 Fevereiro | 21h30
Para comprar bilhete, clique aqui.
Para maiores de 12 anos


Teatro | Companhia do Chapitô  

Electra 

Direção: Cláudia Nóvoa & José Carlos Garcia
Interpretação: Jorge Cruz, Nádia Santos e Tiago Viegas


Como é que se desconstrói uma tragédia grega ao ponto de a transformar numa comédia, mais próxima de uma paródia do que do teatro clássico? 

Esse é o desafio e o feito da Companhia do Chapitô que, sob a direção de Cláudia Nóvoa e José Carlos Garcia, leva à cena uma história encenada apenas e só com colheres. Sim, colheres de sopa. 
E com esse adereço, usado com uma imaginação delirante e sem limites, temos guerreiros, donzelas, crianças, crimes, guerras e tudo o que podemos esperar de uma tragédia… que aqui é "inadaptada" até ao riso. 

No palco, três atores, Jorge Cruz, Nádia Santos e Tiago Viegas, dão corpo a muito mais do que três personagens. 
A intriga, com os mesmos personagens da narrativa original de Eurípedes, pode ser resumida de trás para a frente: Electra dança até morrer, porque, com a ajuda do irmão, mata a mãe, porque a mãe, com a ajuda do amante, mata o marido, porque o marido, por não ter ventos de feição, sacrifica a filha mais velha. Uma peça para fazer jus ao currículo internacional do Chapitô, companhia que a Antena 2 tem apoiado na última década.



Ficha técnica

Direcção: Cláudia Nóvoa & José Carlos Garcia
Assistência de direcção: Ariana Silva, Daniela Andana
Interpretação: Jorge Cruz, Nádia Santos, Tiago Viegas
Sonoplastia: Sílvio Rosado, Samuel Rodrigues
Direcção de Produção e Produção: Tânia Melo Rodrigues
Figurinos: Glória Mendes
Assessoria de Imprensa: Catarina Beja
Desenho de Luz: Samuel Rodrigues
Fotografia: Susana Chicó
Audiovisuais: Bruno Gascon, Joana Domingues,
    Nádia Santos, Simão Anahory





Companhia do Chapitô foi criada em 1996. Valoriza a comédia pelo seu poder de questionar todos os aspectos da realidade física e social. Cria, desde a sua fundação, espetáculos multidisciplinares assentes no trabalho físico do actor num processo coletivo e em constante transformação, que convidam à imaginação do público, e que se relacionam estreitamente com este. Comunica, essencialmente, através do gesto e da imagem, quebrando as barreiras linguísticas e afirmando a sua vocação universal, o que lhe permite uma relação muito próxima com os espetadores e que resulta em itinerância nacional e internacional. Desde a sua formação produziu 35 criações originais, apresentadas em Portugal e um pouco por todo o mundo: Argentina, Brasil, Cabo Verde, China, Colômbia, Eslováquia, Espanha, Finlândia, França, Irão, Itália, Noruega, Suécia e Uruguai.