Ouvir
Boulevard
Em Direto
Boulevard André Pinto

Destaques

Ilocução sintética de dejetos plásticos | 26 Novembro | 19h00

Arte rádio, por Ulrich Mitzlaff

|

Ilocução sintética de dejetos plásticos | 26 Novembro | 19h00 Ilocução sintética de dejetos plásticos | 26 Novembro | 19h00

26 Novembro | 19h00


Ilocução sintética de dejetos plásticos 
(Illocution synthétique de déchets plastiques)
Uma peça radiofónica musical sem palavras

por Ulrich Mitzlaff


Para ouvir, clicar aqui.


Peça radiofónica sem palavras sobre a relação da natureza (do mar) com a poluição dos plásticos. A narrativa inclui gravações de campo, sons de violoncelo e de plásticos.
Gravação e mistura de Ulrich Mitzlaff.




Ulrich Mitzlaff | Violoncelista e compositor alemão. Realizou os seus estudos de violoncelo nos anos 70 em Tübingen, na Alemanha, com o professor Stefan Zarnescú. Desde 1996 vive em Lisboa, onde trabalha como violoncelista e compositor de música contemporânea e experimental, improvisação, free-jazz e arte sonora.
Colabora regularmente em vários projectos nas áreas da “composição imediata” contemporânea, da música electroacústica e do free-jazz com alguns dos mais importantes músicos de Portugal como Carlos “Zíngaro”, Nuno Rebelo, Carlos Bechegas, Carlos Santos e Pedro Carneiro.
Foi membro da Granular, associação artística.
Participou em vários festivais internacionais como “Lumina 2015” (Museu Paula Rego, Cascais 2015), “Granular Festival” (Lisboa 2015), “Jazz ao Centro” (Coimbra 2015), “XVI Ciclo de Música Contemporánea” (Museu Vostell Malpartida , Cáceres, Espanha 2014), “Musica Viva” (Lisboa 2012), “Jazz em Agosto” (Lisboa 2012 e 2010), “Tempo para Criar” (Guimarães - Capital Europeia da Cultura 2012), “ImaxinaSons” (Vigo, 2011 ), “Sonoridades” - festival de música contemporânea (Belfast, Irlanda do Norte 2010 e 2005), “Metasonic III” (Lisboa 2010), “Festival LEM Primavera” (Barcelona, ​​2009), “Festival Portugal and the World” (Bruxelas 2007 ), “Metasonic LX” (Lisboa 2006), “Festival Músicas do Mundo” (Sines 2006), “Festival Alkantara” (Lisboa 2006), “CAMP 03 - festival internacional de música eletrónica,arte sonora e artes visuais ”(Tübingen 2003) e“ CAMP 05 ”(Montemor-o-Novo 2005),“ Encontros de Música Experimental- EME ”(Setúbal 2000 e 2001),“ Ó da Guarda ”(Guarda 1999, 2005 e 2008) entre muitos outros.