Ouvir
Boulevard
Em Direto
Boulevard André Pinto

Festivais

Festival da Primavera | Viseu | 6 a 28 Abril

18 Concertos

|

Festival da Primavera | Viseu | 6 a 28 Abril Festival da Primavera | Viseu | 6 a 28 Abril

A 11ª edição do Festival Internacional de Música da Primavera de Viseu apresenta 18 concertos em diversas salas, a do Teatro Viriato, do Museu Nacional de Grão Vasco, a Aula Magna do Instituto Politécnico, o Clube de Viseu, a Sé Catedral, entre outras igrejas e palcos de Viseu.
Considerado um dos principais Festivais de Música erudita do país, continua nesta edição a apostar na qualidade, na diversidade, na criação e internacionalização.

Embora o enfoque principal se centre na música de câmara, a programação deste ano contempla uma grande diversidade de propostas musicais: da musica antiga à contemporânea, à instrumental, solistas, musica de camara, orquestral, coral sinfónica, música elaborada e/ou executada com computador, o cruzamento da música com outras artes, assim como com a apresentação de uma ópera cómica, e a estreia mundial de 7 obras, das quais 4 são encomendas do Festival.
Mais uma vez, este projeto musical assenta também na competição, formação, criação, sensibilização e fruição musical, pilares que se renovam em cada ano.

A Antena 2 volta a ser a rádio oficial do Festival, e transmite em direto os 4 concertos dos dias 11 e 12 de Abril, a partir do Clube de Viseu.



Viseu | 6 a 28 Abril    


Programação     

06 Abril | 21h00 
Igreja Nova 
Concerto de Abertura
Orquestra Filarmonia das Beiras 
com Quarteto de Guitarras de Viseu   

Solistas - 4GV, Guitarra - André Cardoso, António Coelho, Marco Pereira e Paula Sobral 
Maestro - Cláudio Ferreira   

Programa   

L. Beethoven (1770-1827) - "Egmont", Abertura 
J. Rodrigo (1901-1999) -"Concierto Andaluz" para quatro guitarras e orquestra 
L. Beethoven (1770-1827) - Sinfonia nº 5 em Dó menor, op. 67 

+ info       


07 Abril | 21h00 
Teatro Viriato 
Mário Laginha e Pedro Burmester  
  

Programa 

Astor Piazzolla (1921-1992) - Grande Tango 
Mário Laginha (N. 1960) - Concerto para dois pianos nr. 1
Frédéric Chopin/Laginha - Balada nº1 op.23 (Mário Laginha solo) 
Frédéric Chopin (1810-1849) - Balada nº1 op.23 (Pedro Burmester solo) 
Claude Debussy (1862-1918) - Prelude a l'aprés midi d'un faune 
Maurice Ravel (1875-1937) - La Valse 

+ info  
   

8 Abril | 17h00 
Igreja da Misericórdia
Junko Takayama, Cristina Rosário e João Janeiro
 
Soprano - Junko Takayama 
Meio-Soprano - Cristina Rosário 
Órgão e Direção - João Paulo Janeiro

Programa

François Couperin (1668-1733)
Maître du choeur' à la chapelle Royale 

Órgão solo alternatim com Canto Gregoriano 

Kyrie Missa IV (gregoriano)
Plein chant du premier Kyrie, en Taille
Fugue sur les jeux d'anches
Récit de Chormorne
Dialogue sur la Trompette et le Cromorne
Gloria in excelsis Deo (gregoriano)
Plein Jeu Et in Terra pax
Petitte Fugue sur le Chormorne
Duo sur les Tierces
Dialogue sur les Trompettes, Clairon et Tierces du grand clavier et le Bourdon avec le Larigot du positif
Dialogue sur la voix humaine
Offertoire sur les Grands Jeux
Sanctus (gregoriano)
Plein chant du premier Sanctus
Recit du Cornet
Agnus Dei (gregoriano)
Dialogue sur les Grands Jeux 

Soprano, Meio-soprano, Órgão 
Troisième Leçon de Ténèbres pour 2 Voix et Basse Continue   

+ info  


11 Abril | 19h00 | Transmissão em direto
Clube de Viseu
Entrada Gratuita
Mário Teixeira


Programa

Pedro Berardinelli (1985) - de... (2017) para instrumentos de madeira 

Diogo Silva (1982) - [sem título] (2018) para percussão e electrónica em tempo real 

Igor C. Silva (N. 1989) - Gin#122 (2014) para kalimba e electrónica em tempo real 

Jean-Claude Risset (1938-2016) - Nature contre nature (1996-2005) para percussão e electrónica em suporte fixo, 2 canais   

+ info  


11 Abril | 21h00 | Transmissão em direto
Clube de Viseu
5G5C - Portugal Guitar Quintet

Foto Jorge Carmona / Antena 2

Programa

Fernando C. Lapa (1950) - Canções Populares Transmontanas
1. Linda morena
2. Está a chover
3. Eu venho dali
4. Vimos dar as boas-festas 
Sérgio Azevedo (1968) - Concertino alla Madrigalesca
1. Deciso
2. Madrigal
3. Sarabanda
4. Festivo 
Manuel de Falla (1876-1946) - La Vida Breve  
Paulo Amorim (1964) - Equinox 2 
Jaime Zenamon (1953) - El pendulo y el destino op.125 
Ernesto Nazareth (1863-1934) - Homenagem a Nazareth
1. Ameno Resedá
2. Celestial
3. Batuque 

+ info 


12 Abril | 19h00 | Transmissão em direto
Clube de Viseu
Entrada Gratuita
Carlos Canhoto


Programa

Música de compositores portugueses. Estreia de 3 novas obras

Sara Carvalho (1970) - ... when I waked, I cried to dream again (2017) 
José Carlos Sousa (1972) - Solilóquio I* 
Eduardo Luís Patriarca (1970) - Kwatz! (2017) 
Jaime Reis (1983) - Inverso Sangue - Âmbar B* 
Eduardo Luís Patriarca (1970) - Para uma voz sem acompanhamento, versão a8) (2017) 
Amílcar Vasques Dias (1945) - Bailações sob a olaia* 

*estreia absoluta   

+ info 


12 Abril | 21h00 | Transmissão em direto
Clube de Viseu
João Roiz Ensemble, António Rosado e Carisa Marcelino

Violinos - Vasken Fermanian e João Mendes 
Viola de Arco - João Pedro Delgado 
Violoncelo - Ricardo Mota 
Contrabaixo - Hugo Monteiro 
Piano - António Rosado 
Acordeão - Carisa Marcelino

  

Programa

Richard Galliano (1950) - "Opale Concerto", para acordeão solo e cordas
César Franck (1822-1890) - Quinteto com Piano em Fá menor, op. 34

+ info  


13 Abril | 21h00 
Aula Magna do IPV
Duo Assad

Programa 

Domenico Scarlatti (1685-1757) - Sonata K 96
- Sonata K 466
- Sonata K 141   
Mauro Giuliani (1781-1829) - Variazioni concertanti opus 130 
Mario Castelnuovo Tedesco (1895-1968) - Prélude & fugue n° 7 opus 199
   - Prélude & fugue n° 17 opus 199 
Joaquin Rodrigo (1901-1999) - Tonadilla
Antonio Carlos Jobim (1927-1994) - Cronica da casa assassinada
  - Trem para Cordisburgo
  - Chora coração
  - Jardim abandonado
  - Milagres e palhaços 
Egberto Gismonti (1947) - Palhaço
     - Baião malandro 
Heitor Villa Lobos (1887-1959) - Chôro n° 5 
Sérgio Assad (1952) - Suite Brasileira
- Baião
- Cancão
- Samba 

+ info 


14 Abril | 21h00
Pavilhão Multiusos
Orquestra Filarmónica Portuguesa
com Pavel Milyukov

Solista - Pavel Milyukov, violino
Maestro Osvaldo Ferreira   

Programa 

Pyotr Ilyich Tchaikovsky (1840-1893) - Concerto para violino   
Igor Stravinsky (1882-1971) - A Sagração da Primavera   



15 Abril | 15h00 | 17h00 
Forum Viseu
Concerto de Laureados
do 11º Concurso de Instrumentistas do Conservatório

15h00 - Categoria A, B, C
17h00 - Categoria D, E, F



20 Abril | 21h00 
Museu Nacional Grão Vasco
Monika Streitová e Pedro Rodrigues

Programa

4 Novas Obras de Compositores Portugueses

Jaime Reis (1983) - Sândalo. Prata.* para guitarra e flauta   
José Carlos Sousa (1972) - alliveS para guitarra e electrónica 
Evgueni Zoudilkine (1968) - Illusiones II* para guitarra e flauta 
Jaime Reis (1983) - Fluxus, Dimensionless Sound (B) para flauta e electrónica 
José Carlos Sousa (1972) - Reflexo das Sombras* para flauta e guitarra 
Amílcar Vasques-Dias (1945) - Flor-Medronho* para flauta e guitarra 
Subtítulo: Março de 2018: o medronheiro já está carregado de pequeninas flores-campânulas... mas ainda tem medronhos

* Estreia mundial - Encomenda do FIMPViseu 



21 Abril | 21h00
Câmara Municipal de Viseu
Entrada Gratuita
Dong Jun Miao // Ana M. Pinto, Anícia Costa, Svitlana Kocheleva

Programa

1ª Parte: Dong Jun Miao

Bach-Busoni - 2 Choral:"Nun komm, der Heiden Heiland"
    "Nun freut euch, lieben Christen g'mein"   
J. Brahms (1833-1897) - Variations on a Theme of Paganini, Op. 35, book 1   
F. Chopin (1810-1849) - Ballade Op. 38
  - Mazurka Op. 33 No. 1, 2
  - Polonaise Op. 53   

2ª Parte: Ana M. Pinto, Anícia Costa, Svitlana Kocheleva

W. Ganz (1833-1914) - Qui Vive - Grand Galop Concert 
S. Rachmaninoff (1873-1943) - Romanze e Valse 
L. Bernstein (1918-1990) - West Side Story (adaptação para piano a 6 mãos por D. Duarte/Nuno Silva) 
A. Lavignac (1846-1916) - Galop-Marche 
A. Yossifov (1940-2016) - Ancient Dance



21 Abril 17h00
Aula Magna, IPV
Orquestra Juvenil de Viseu 
com Coro Misto do Conservatório e Elisabete Matos

Programa 

J. Sibelius (1865-1957) - "Finlândia" 
K. Jenkins (1944) - "Stabat Mater"
  - Cantus Lacrimosus
    - And the mother did weep
  - Ave Verum
  - Sancta Mater 
G. Puccini (1858-1924) - "Vissi d'arte"
  - Ária de Floria de "Tosca" 
A. Boito (1842-1918) - "L'altra notte in fondo al mare"
  Ária de Margarida de "Mefistófeles" 
G. Verdi (1813-1901) - "La luce langue"
   Ária de Lady Macbeth de "Macbeth" 
C. Saint-Saens (1835-1921) - "Bacchanale" de "Samson et Dalila"



24 Abril | 21h00 
Teatro Viriato
Quarteto Contratempus

"As sete mulheres de Jeremias Epicentro" de Jorge Prendas. Uma ópera cómica.  

"Esta é a história de Jeremias Epicentro, um D. Giovanni moderno e incansável. Mas Jeremias é um enorme sedutor que se apaixona e desapaixona num pequeno espaço entre quatro paredes. É um sedutor solitário.
Os sentidos de Jeremias vivem do mesmo modo o real e o virtual. Na sua hiperactividade emocional, Jeremias Epicentro seduz, por isso, as personagens com que joga, as actrizes dos filmes que vê e, em última análise, as heroínas dos livros que lê. No seu quarto cabe o mundo inteiro, cabem todas as emoções e experiências humanas, as paixões, os enganos, as proezas e desassossegos. Prisioneiro do seu ecrã, Jeremias, como tantos contemporâneos seus, vai perdendo a capacidade de distinguir o real do virtual.
Assim é: cada vez se perdem mais juízos reais por coisas fictícias. No seu quarto, Jeremias empalidece, com o tempo. No mundo virtual há pouco sol."    

Texto Original - Mário João Alves
Composição - Jorge Prendas
Encenação - António Durães
Interpretação - Teresa Nunes (Soprano), Ana Santos (Mezzo-soprano), Crispim Luz (Clarinete), Susana Lima (Violoncelo) e Brenda Vidal Hermida (Piano)



25 Abril | 17h00 
Hotel Grão Vasco
Professores do Conservatório de Música de Viseu

Programa 
  
J. Portalier - Swinging in Hawaii
Quarteto de guitarras - André Cardoso, António Coelho, Marco Pereira, Paula Sobral   

S. Octávio (1937) - Fantasia "A Espanhola"
Guitarra portuguesa - João Paulo Sousa
Guitarra clássica - António Carlos Coelho
Contrabaixo - Adão Pires 
Composição inspirada numa pintura a tinta-da-china oferecida a Octávio Sérgio pelo seu autor, o também viseense Rolando de Oliveira, denominada "A Espanhola" que retratava uma figura feminina desnuda. Este último é uma personalidade fascinante pela sua variedade criativa. Professor do ensino secundário, guitarrista, cantor, escritor em prosa e verso, ilustrador, pintor, estudioso do esotérico e até construtor de aviões pelas próprias mãos. Faleceu precocemente na década de 70 do século passado num acidente de viação.   

C. Machado (1982) - Quebra Queixo (Choro)
Violino - Ana Serrano
Guitarra - Paula Sobral   

C. Castelo (1966) - Miss Morna
Clarinete - Isabel Tavares
Guitarra Portuguesa - João Paulo Sousa
Guitarra Clássica - André F. Cardoso
Contrabaixo - Adão Pires
Percussão - Hélder Roque   

M. Bruch (1838-1920) - Opus 83 Acht Stücke - I Andante, IV Allegro agitato
Piano - Anícia Costa
Viola de arco - Carlos Ferreira
Violino - Joaquim Castro   

S. Koussevitzky (1874-1951) - Valse Miniature, op.2 no.1
Contrabaixo - Adão Pires
Piano - Jorge Martins   

P. Dubois (1930-1995) - Circus Parade
Saxofone - José Eduardo Magalhães
Percussão - Hélder Roque   

A. Lavignac (1846-1916) - Galop-Marche
Piano - Anícia Costa, Cristina Mota Pinto, Daniel Simões, Svitlana Kocheleva   

P. Iturralde (1929) -  Pequena Czarda
Saxofone - José Eduardo Magalhães
Piano - José Miguel Amaral   

H. Villa-Lobos (1887-1957) - Do Duo "Assobio a Jato": 3.º andamento: Vivo
Flauta transversal - Joana Correia
Violoncelo - Luísa Antunes   

A. Alyabyev - Solovei (Rouxinol)
Sopranos - Ecaterina Neagu e M. Cristina Aguiar
Piano - Alla Sosnovskaia   

J. Fučik (1872-1916) - Entry of the Gladiators (arr. Nuno Silva)
Quarteto de Acordeões - Abel Moura, Bruno Cabral, Nancy Brito e Nuno Silva



26 Abril |21h00
Museu Nacional Grão Vasco
Ricardo Leitão Pedro // Martin Krajčo, Radka Krajčová

Programa

1ª Parte: Ricardo Leitão Pedro

John Dowland (1563-1626) - Pilgrimes Solace   

2ª Parte: Radka Krajčová e Martin Krajčo    

A. Diabelli (1781-1858) - Variazioni sopra un tema favorito per due chitarre, op.57   - Var. I - Var. II - Var. III 
 - Var. IV (Tempo di Marcia. Allegro) 
 - Var. V (Andantino. Pastorale)   
K. J. Mertz (1806-1856) - Ständchen
    - Unruhe
    - Am Grabe der Geliebten - Elegie No. 1 (de Nänien Trauerlieder)
    - Tarantelle
  
M. Giuluiani (1781-1828) - Gran Pot-pourri, op. 67 
Andante sostenuto - Andantino Grazioso - Allegro maestoso - Grazioso - Tempo di Marcia - Allegretto con brio



27 Abril | 21h00
Sé de Viseu
Orquestra XXI e Coro Gulbenkian
Maestro Dinis Sousa
  

Programa

R. Schuman (1886-1963) - Das Paradies und die Peri     

"A minha maior obra e, espero, a minha melhor" foi como Schumann se referiu a Das Paradies und die Peri após a sua estreia. Tratando-se da sua primeira obra para um grande efetivo, com coro, orquestra e solistas, foi provavelmente também aquela que obteve maior sucesso durante a vida do compositor. Após a calorosa receção na estreia, várias apresentações foram imediatamente agendadas e a obra rapidamente se afirmou como uma referência. O libretto, baseado no poema Lalla-Rookh de Thomas Moore, conta a história de uma criatura bela, Peri, que é expulsa do paraíso e que, para lá poder voltar, tem que encontrar na Terra aquilo que é mais querido dos Deuses.

As três partes desta Oratória narram as três tentativas de Peri de encontrar o presente que os deuses exigem, entre campos de batalha e pragas mortais, até finalmente conseguir que as portas do paraíso se abram para a receber. O texto, uma extensa fantasia orientalista que captou o interesse de Schumann (e de Wagner, que confessou ter querido escrever uma ópera com o mesmo texto!) acabou por cair em desuso, mas o estilo extremamente descritivo deste mundo exótico e longínquo foi precisamente o que estimulou a imaginação de Schumann que, nunca cedendo a exageros, criou uma partitura extremamente variada e profundamente expressiva. Quase dois séculos depois, esta obra-prima permanece uma das pérolas do romantismo, absolutamente surpreendente na beleza das melodias e texturas, entre ópera e ciclo de canções, certamente a mais rica partitura para orquestra que Schumann nos deixou.  



28 Abril | 21h00 
Teatro Viriato
Concerto de Encerramento
Final do 3º Concurso Internacional de Guitarra de Viseu

+ info 


Para mais informações sobre o Festival e sobre cada concerto, clicar aqui.