Ouvir
Sol Maior
Em Direto
Sol Maior Pedro Rafael Costa

Festivais

Festival Internacional de Música da Póvoa de Varzim | 6 a 28 Julho

41ª edição

|

Festival Internacional de Música da Póvoa de Varzim | 6 a 28 Julho Festival Internacional de Música da Póvoa de Varzim | 6 a 28 Julho

41º Festival Internacional de Música da Póvoa de Varzim 

6 a 28 Julho
Póvoa de Varzim
Cine-Teatro Garrett • Auditório Municipal • Igreja Matriz • Igreja Românica | S. Pedro de Rates

Desde a sua criação em 1979, sob proposta do pianista Sequeira Costa, o Festival Internacional de Música da Póvoa de Varzim tem orientado a sua programação obedecendo a quatro objetivos fundamentais: apresentação de intérpretes de nível internacional e dos músicos portugueses mais relevantes, lançamento de jovens intérpretes portugueses, ainda desconhecidos do grande público, valorização dos monumentos arquitetónicos da região como espaços de concerto, e promoção da região em Portugal e no estrangeiro. 
Subjacente a estes objectivos tem estado a preocupação constante de divulgação das obras-primas da grande música europeia de todas as épocas e o apoio à criação contemporânea. Assim, o FIMPV tem procurado estar a par e, por vezes, antecipar as tendências estéticas da arte musical contemporânea, proporcionando a apresentação dos mais respeitados mentores da música antiga "historicamente informada" e dos expoentes internacionais do repertório clássico-romântico e da contemporaneidade. 
De igual modo, o FIMPV tem pretendido imprimir um forte apoio aos novos valores da criação e interpretação portuguesas, sem descurar o esforço de captação e formação de novos públicos através de diversas actividades complementares e manifestações paralelas, muitas delas ao longo do ano.

Um Festival que conta com uma conferência, um cine-concerto e 14 concertos, um dos quais transmitido em direto pela Antena 2, no dia 9, e outros dois gravados para posterior transmissão.



Programação 


6 Jul. | 17h00
Cine-Teatro Garrett

Conferência | Rui Vieira Nery, musicólogo
“Os riscos de compor no feminino: a presença oculta das mulheres compositoras na história da música ocidental” 

“[…] da Idade Média aos nossos dias, há um número impressionante de mulheres compositoras que deixaram uma vasta produção musical, e que a exclusão das suas obras do repertório corrente não se deve a qualquer avaliação negativa objectiva dessas obras mas apenas a um preconceito multisecular que sempre contrariou, dificultou, em muitos casos proibiu
e quase sempre ocultou a presença destas mulheres na vida musical do seu tempo” (Rui Vieira Nery).

Rui Vieira Nery é presentemente Professor Associado da Universidade Nova de Lisboa e Investigador do Instituto de Etnomusicologia-Centro de Estudos de Música e Dança e do Centro de Estudos de Teatro, bem como Director do Programa Gulbenkian de Língua e Cultura Portuguesa



7 Jul.  | 21h45
Igreja Matriz

Gabrieli Consort, agrupamento vocal
Paul McCreesh, direcção musical

Programa

Silêncio e Música

Charles Villiers Stanford (1852-1924)  
Edward Elgar (1857-1934) 
Ralph Vaughan Williams (1872-1958) 
Herbert Howells (1892-1983) 
Percy Grainger (1882-1961) 
James MacMillan (1959-) 
Jonathan Dove (1959-) 
Benjamin Britten (1913-1976)

“Feche os seus olhos e estará perto de viajar no tempo...” (The Independent on Sunday).
O concerto de abertura marca o regresso muito esperado de Gabrieli ao FIMPV. Formado como um ensemble de música antiga por Paul McCreesh em 1982, Gabrieli continua a surpreender o público de todo o mundo. O seu repertório expandiu além de qualquer expectativa, onde o espírito sempre questionador de McCreesh e a sua expressiva musicalidade permanecem características constantes das performances dinâmicas do grupo.



8 Jul. | 21h45
Igreja Matriz

Quatuor Modigliano, quarteto de cordas

Programa

Franz Schubert (1797-1828)
Maurice Ravel (1875-1937)
Johannes Brahms (1833-1897)



Estreia no FIMPV. Formado em 2003, o Quarteto Modigliani ganhou um lugar entre os quartetos mais populares do nosso tempo. Sediado em Paris, comemora o seu 150º aniversário nesta temporada, sendo convidado regular das mais renomadas salas do mundo.
O quarteto tem gravado para a etiqueta Mirare desde 2008 e lançou 8 CDs, todos premiados e aclamados pela crítica internacional. Em 2014, o Quatuor Modigliani tornou-se Diretor Artístico do Rencontres Musicales d’Evian, um festival criado em 1976 por Antoine Riboud e famoso por seu lendário diretor artístico, Mstislav Rostropovich.




Salaputia Brass, agrupamento de metais
Jeroen Berwaerts, trompete e voz

Programa
Sinais do Paraíso

Claudio Monteverdi (1567-1643)
Giovanni Gabrieli (1557-1612)
George Gershwin (1898-1937)
Tōru Takemitsu (1930-1996)
Duke Ellington (1899-1974)


O agrupamento de metais Salaputia Brass faz no FIMPV a sua estreia em Portugal.
Cinco jovens músicos da Orquestra Jovem Alemã uniram-se em 2007, vencendo variados concursos internacionais. Neste momento, são vários destes músicos solistas nas maiores orquestras alemãs.
Com o ensemble por eles criado, já tocaram vários concertos na Hamburg Elbphilharmonie, no Schleswig-Holstein Music Festival, no Festspiele MecklenburgVorpommern, sendo tambén convidados no programa “Stars von Morgen” do canal Arte. 
Jeroen Berwaerts é louvado pelas excelentes capacidades técnicas e musicalidade, abrangendo o seu repertório todas as épocas, desde barroco à música contemporânea e ao jazz. O trompetista junta-se a este ensemble como solista para um programa muito variado, recentemente gravado em CD para a famosa etiqueta AUDITE.




11 Jul. | 21h45
Igreja Românica S. Pedro de Rates

Mahan Esfahani, cravo

Programa
Franz Schubert (1797-1828)
William Byrd (1543-1623)
Miroslav Srnka (1975 -)
Carl Philipp Emanuel Bach (1714-1788)
Johann Sebastian Bach (1685 -1750)


Estreia em Portugal. Descrito pela revista Gramophone como “um dos mais emocionantes cravistas da atualidade”.
Primeiro e único cravista a ser nomeado como New Generation Artist da BBC (2008-2010), vencedor do Prémio BorlettiBuitoni (2009), e nomeado para Artista do Ano da Gramophone (2014, 2015 e 2017). 
O seu grande trabalho resultou em recitais na maioria das grandes séries e salas de concerto, entre elas o Wigmore Hall de Londres e o Barbican Centre, Berlin Konzerthaus, entre muitas outras. Gravou quatro álbuns para a etiqueta Hyperion e dois para Deutsche Grammophon, o que faz deste um dos concertos a não perder no FIMPV.



12 Jul. | 21h45
Cine-Teatro Garret

Shai Maestro Trio
, agrupamento de jazz
Shai Maestro, piano
Ofri Nehemya, bateria
Jasper Roeder, contrabaixo

Programa

The Dream Thief



A Música Jazz está de volta ao Festival.
Shai Maestro (1987) é um dos pianistas mais promissores e talentosos da sua geração. Desde a sua estreia em 2011, Shai moldou uma identidade pessoal forte e única e retratou uma incrível fluidez musical, fazendo de Shai e seu trio um dos grupos mais poderosos e harmoniosos do jazz atual. 
2018 marcou um ano importante para Shai, assinando com a reconhecida etiqueta de jazz ECM e gravando seu primeiro álbum The Dream Thief, apresentando seu trio, mas também ele como pianista solo.
Introspectivo, lírico, virtuoso e diferente. Na presente temporada, Shai Maestro atua em mais de 15 países do mundo, incluindo a maior parte da Europa, Japão e EUA.



13 Jul. | 21h45
Cine-Teatro Garret

António Rosado, piano

Programa

Johannes Brahms (1833-1897)
Franz Liszt (1811-1886)
Claude Debussy (1862-1918)
Isaac Albéniz (1860-1909)
Enrique Granados (1867-1916)


António Rosado tem uma carreira reconhecida nacional e internacionalmente, corolário do seu talento e gosto pela diversidade. Os estudos musicais iniciados com o pai tiveram continuidade no Conservatório Nacional de Música de Lisboa onde terminou o curso Superior de Piano, com vinte valores. Aos dezasseis anos parte para Paris, e aí vem a ser discípulo de Aldo Ciccolini no Conservatório Superior de Música e nos cursos de aperfeiçoamento em Siena e Biella (Itália). 
António Rosado detém o prestigiado grau de Chevalier des Arts et des Lettres, distinção concedida pelo Governo Francês em 2007.



14 Jul. | 21h45
Cine-Teatro Garret

Sasha Rozhdestvensky, violino
Vikyoria Postnikova, piano

Programa

Franz Schubert (1797-1828)
Richard Strauss (1864-1949)


Depois de ganhar uma impressionante série de prémios internacionais no Concurso Chopin, o Concurso de Leeds, o Concurso Tchaikovsky e o 1º Prémio no Concurso Internacional de Vianna da Motta, Viktoria Postnikova apareceu em todas as principais salas de concerto do mundo, realizando e fazendo gravações com as mais prestigiadas orquestras e conjuntos.
Sasha Rozhdestvensky é considerado um dos melhores jovens violinistas da Rússia. Yehudi Menuhin considerou-o “um dos violinistas mais talentosos e refinados da sua geração”. Apareceu internacionalmente com as principais orquestras mundiais e toca vários violinos, entre os quais um Guarneri del Gesu e um Stradivari emprestados pela Stradivari Society.



17 Jul. | 21h45
Cine-Teatro Garret

Trio Gaspard, agrupamento de câmara
Luka Fritsch, participação especial

Programa

Joseph Haydn (1732-1809)
Bernd Alois Zimmermann (1918-1970)
Camille Saint-Saëns (1835-1921)

Estreia em Portugal. 
Fundado em 2010, o Trio Gaspard é um dos trios de piano mais procurados da sua geração, elogiado pela abordagem única e inovadora das obras.
Apresenta-se, regularmente, em grandes salas de concerto internacionais, como Wigmore Hall, Filarmónica de Berlim, Shanghai Symphony Hall, além de fazer aparições em festivais como Heidelberger Frühling, Festival de Música de Câmara de Mântua, Itália e PODIUM Festival Esslingen. Este concerto conta com a colaboração de Luka Fritsch na obra de Bernd Alois Zimmermann.



18 Jul. | 21h45
Igreja Matriz

Orquestra de Câmara de Krasnoyarsk
Michail Beniumov, direcção musical
Asya Fateyeva, saxofone

Programa

Anton Arensky (1861-1906)
Alexander Glazunov (1865-1936)
Sergei Prokofiev (1891-1953)
Piotr Ilitch Tchaikovsky (1840-1893)

A Orquestra de Câmara de Krasnoyarsk, criada em maio de 1993 pela Administração da Cidade de Krasnoyarsk, Rússia, juntando os melhores alunos do próprio conservatório de música da cidade. A orquestra celebrou o seu 200
aniversário em Viena, com um programa de música russa no lendário Golden Hall da Filarmónica de Viena (Musikverein). 
A saxofonista ucraniana Asya Fateyeva tem vindo a confirmar o seu nome como um dos expoentes da nova geração de saxofonistas a nível mundial. A vencedora ECHO Klassik 2016 junta-se a esta orquestra para um programa inteiramente preenchido por música russa.




20 Jul. | 21h45
Cine-Teatro Garret

Orquestra de Câmara de Krasnoyarsk
e músicos convidados
Michail Beniumov, direcção musical

Projeção dos filmes Uma vida de cão e O garoto de Charlot
Charles Chaplin (1889-1977)

A magia dos cine-concertos chega ao FIMPV. Pela primeira vez serão apresentados filmes de Charles Chaplin, que serão acompanhados ao vivo com
a música escrita pelo mesmo. 
A música de Chaplin é parte integrante de suas concepções cinematográficas. Talvez de nenhum outro artista se possa dizer que ele escreveu, musicou, e atuou nos filmes. Aliás, Chaplin até dirigiu a orquestra, durante as gravações, um motivo adicional para a impressão satisfatória da inteireza nos filmes de Chaplin. 
Um momento inesquecível nesta edição do FIMPV.


21 Jul. | 21h45
Cine-Teatro Garret

Portuguese Chamber Soloists, agrupamento de câmara
Rute Fernandes, flauta
Sérgio Pires, clarinete
Flávio Barbosa, trompa
Rui Lopes, fagote
João Miguel Silva, oboé
Raúl da Costa, piano

Programa
Para Samuel

Louise Farrenc (1804-1875)
Darius Milhaud (1892-1974)
Francis Poulenc (1899-1963)

O concerto de estreia do novo ensemble de música de câmara, criado por jovens músicos portugueses com carreiras já consolidadas a nível internacional. O agrupamento dá prioridade à música de câmara para sopros e piano, que pouco é ouvida nas salas de concerto.
Com a exceção de Raúl da Costa, todos os músicos são residentes na Suíça, e ativos solistas nas mais conceituadas orquestras do país como na Ópera de Zurique e o Musik Kollegium Winterthur.
O Ensemble decide dedicar este concerto à memória do oboísta e amigo Samuel Bastos.



23 Jul. | 21h45
Auditório Municipal

Toy Ensemble, agrupamento musical
Carla Rincón, violino
Jed Barahal, violoncelo
Clara Saleiro, flauta
Ricardo Alves, clarinete
Christina Margotto, piano
Luís Rodrigues, barítono

Programa
12º CICPV - compositores finalistas

Rui Antunes (1995)
Carlos Medina (1985)
Alexandre Delgado (1965)
Heitor Villa-Lobos (1887-1959)
Kevin Puts (1972)


O concerto integra a final do 12º Concurso Internacional de Composição da Póvoa de Varzim, com a estreia mundial das duas peças seleccionadas e ainda a encomenda do FIMPV ao compositor Alexandre Delgado, Presidente do Júri do Concurso.
O Toy Ensemble tem como objetivo promover a divulgação e a expansão do cânone da cultura lusófona, nomeadamente nas vertentes da música, literatura e artes visuais, apresentando nas suas atuações obras que pertencem ao universo da literatura e música contemporâneas, e articulando performances com actividades de artes cénicas e visuais. Numa dinâmica de qualidade, integram o ensemble músicos de destaque no panorama musical português que se apresentam em formações variadas atendendo à especificidade das obras.



25 Jul. | 21h45
Igreja Românica S. Pedro de Rates

Quarteto Verazin, quarteto de cordas
Ana Ferraz, flauta
(Vencedora do Concurso de Interpretação do Estoril, 2018)
Ana Sofia Sousa, viola d’arco
(Vencedora do Prémio Jovens Músicos, RTP /Antena 2, 2018)

Programa

Wolfgang Amadeus Mozart (1756-1791)
Ludwig van Beethoven (1770-1827)
Johannes Brahms (1833-1897)


O Quarteto Verazin foi criado em 2007 pela Associação Pró-Música sendo desde então agrupamento residente do FIMPV, integrando-se regularmente na sua programação. 
O agrupamento residente do FIMPV junta-se para um programa de música de câmara com as vencedoras do Concurso de Interpretação do Estoril e do Prémio Jovens Músicos. 
Ana Ferraz foi premiada em diversos concursos, destacando-se o 1º lugar no Concurso Internacional de Música Santa Cecília e 1º prémio no Concurso Internacional Jastrzebie-Zdrojna na Polónia. 
Sofia Sousa é desde Setembro de 2018 artista residente na Chapelle Reine Elisabeth, sob a orientação de Miguel da Silva.



27 Jul. | 21h45
Cine-Teatro Garret

Arcadi Volodos, piano

Programa

Franz Schubert (1797-1828)
Sergei Rachmaninoff (1873-1943)
Alexander Scriabin (1871-1915)

Nascido em S. Petersburgo em 1972, Arcadi Volodos iniciou os seus estudos musicais com lições de canto e direcção.
Como pianista, só começou a estudar seriamente em 1987 no Conservatório de S. Petersburgo, antes de prosseguir estudos superiores no Conservatório de Moscovo com Galina Egiazarova, e em Paris e Madrid. Desde a sua estreia em Nova Iorque em 1996, apresentou-se no mundo inteiro em recital e com as maiores orquestras e chefes de orquestra.
O seu recital de piano de estreia (no Carnegie Hall) foi premiado com um ‘Award-winning’ da Gramophone. Os seguintes também foram aclamados pela
crítica. ‘Volodos Plays Brahms’ é a última gravação, imediatamente considerada como um marco na cena musical: foi premiada em Novembro de 2017 com o Edison Classical Award e o Diapason d’Or.



28 Jul. | 21h45
Cine-Teatro Garret

Orquestra de Câmara Alemã
Gabriel Adorján, violino e direcção musical
Matvey Demin, flauta
Raúl da Costa, piano

Programa

Johann Sebastian Bach (1685-1750)
Josef Suk (1874-1935)
Dmitri Shostakovich (1906-1975)


A Orquestra de Câmara Alemã de Berlim foi fundada no outono de 1989, no espírito da reunificação da cidade de Berlim. O repertório da orquestra varia entre obras do barroco e composições contemporâneas. Atuou com solistas de renome internacional para além de gravações para etiquetas como Deutsche Grammophon, edel e Solo Musica. 
Matvey Demin é dos jovens flautistas mais premiados a nível internacional, contando com 1º prémio em concursos como “All Russia Woodwinds Competition” ou no Concurso Internacional Friedrich Kuhlau. Apenas com 20 anos venceu o lugar como solista na Orquestra Tonhalle de Zurique.
O pianista português Raúl da Costa está baseado em Berlim onde continua a sua carreira como solista, também partilhando os palcos em música de câmara com vários músicos de renome internacional.


Para mais informações, consulte o site do Festival.