Ouvir
Vibrato
Em Direto
Vibrato Pedro Rafael Costa

Letras de Canções


Death, come away / Morte, aproxima-te

Letra Original:


Death, come away

Death, come away, come away;
And in sad cypress let me be laid;
Fly away, fly away, breath,
I am slain by a fair cruel maid.
My shroud of white, stuck all with yew,
O, prepare it!
My part of death no one so true
Did share it.

Not a flower, not a flower sweet,
On my black coffin let there be strown;
Not a friend, not a friend greet
My poor corpse where my bones shall be thrown;
A thousand sighs to save,
Lay me, O where,
Sad true lover never find my grave,
To weep there!

(from "What you will")

Tradução para Português:


Morte, aproxima-te

Morte, aproxima-te, aproxima-te;
E no triste cipreste deixa-me repousar;
Desaparece, desaparece, respiração,
Eu sou assassinado por uma bela e cruel donzela.
A minha mortalha, estendida na madeira,
Oh, prepara-a!
Ainda que verdadeiro ninguém a minha morte
Partilhará.

Nem uma flor, nem uma doce flor
No meu esquife deixai aí espalhar;
Nem um amigo, nem um amigo.
Deixai sobre a minha sepultura chorar;
Que nem mil suspiros possam a minha paz perturbar,
Oh, que nem o verdadeiro triste amante possa a minha sepultura encontrar,
Para aí chorar

(de "O que desejais")