Ouvir
Mezza-Voce
Em Direto
Mezza-Voce André Cunha Leal / Produção: Susana Valente

Letras de Canções


Fear no more / Não receeis mais

Letra Original:


Fear no more

Fear no more the heat o'th'sun
Nor the furious winter's rages;
Thou thy worldly task hast done,
Home art gone, and ta'en thy wages.
Golden lads and girls all must,
As chimney-sweepers, come to dust.

Fear no more the frown o'th'great;
Thou art past the tyrant's stroke.
Care no more to clothe and eat;
To thee the reed is as the oak.
The sceptre, learning, physic, must
All follow this and come to dust.

Fear no more the lightning flash,
Nor th'all-dreaded thunder-stone;
Fear not slander, censure rash;
Thou hast finish'd joy and moan.
All lovers young, all lovers must
Consign to thee and come to dust.

No exorciser harm thee!
Nor no witchcraft charm thee!
Gost unlaid forbear thee!
Nothing ill come near thee!
Quiet consummation have,
And renowned be thy grave!

(from "Cymbeline")

Tradução para Português:


Não receeis mais

Não receeis mais o calor do sol
Nem os ventos do furioso inverno;
A vossa tarefa terrena vós cumpristes,
Regressai a casa e tomai a vossa recompensa.
Radiosos rapazes e raparigas todos devem,
Como limpa-chaminés, em pó se converter.

Não receeis mais a arrogância dos grandes;
Vós escapais do golpe do tirano.
Não vos preocupeis mais com vestir e comer;
Para vós a erva é o mesmo que o carvalho.
O ceptro e a sabedoria desta terra
Tudo em pó se deve converter.

Não receeis mais o clarão do relâmpago
Nem o ribombar dos terríveis trovões.
Não receeis a calúnia, a censura irreflectida;
A alegria e a dor são passadas.
Todos os jovens amantes, todos os amantes devem
Entregar-se a vós e em pó se converter.

Nenhum exorcizante vos fará mal!
Nem nenhum feitiço vos encantará!
Nenhum fantasma vos perturbará!
Nada de mal se aproximará de vós,
Que a paz desça sobre vós
E abençoada seja a vossa sepultura!

(de "Cymbeline")