Ouvir
Grande Auditório
Em Direto
Grande Auditório Reinaldo Francisco / Produção: Susana Valente

Letras de Canções


The vagabond / O vagabundo

Letra Original:


The vagabond (John Masefield)

Dunno a heap about the what and why,
Can't say's I ever knowed.
Heaven to me's a fair blue stretch of sky,
Earth's jest a dusty road.

Dunno the names o'things, nor what they are,
Can't say's I ever will.
Dunno about God - he's jest the noddin'star
Atop the windy hill.

Dunno about Life - it's jest a tramp alone,
From wakin'-time to doss.
Dunno about Death - it's jest a quiet stone
All over-grey wi'moss.

An'why I live, an'why the old world spins,
Are things I never knowed.
My mark's the gypsy fires, the lonely inns,
An'jest the dusty road.

Tradução para Português:


O vagabundo (John Masefield)

Não saber o montão de quês e porquês,
Não poder dizer que alguma vez soube.
O céu para mim é uma bela azul extensão de firmamento,
A terra é apenas, um caminho poeirento.

Não saber os nomes das coisas, nem o que elas são,
Não poder dizer que eu saiba.
Não saber sobre Deus - Ele é apenas a estrela que acena
No cimo da colina ventosa.

Não saber sobre a vida - é apenas uma caminhada solitária
Do despertar até à hora de dormir.
Não saber sobre a morte - é apenas uma pedra silenciosa
Toda cinzenta coberta de musgo.

E por que vivo e por que o velho mundo gira
São coisas que eu nunca soube.
A minha meta é os fogos das ciganas, as solitárias estalagens
E apenas o caminho poeirento.