Ouvir
Grande Auditório
Em Direto
Grande Auditório Reinaldo Francisco / Produção: Susana Valente

Letras de Canções


Jääkärimarssi / Marcha dos caçadores

Letra Original:


Jääkärimarssi (Heikki Nurmio)

Syvä iskumme on, viha voittamaton, meill' armoa ei, kotimaata.
Koko onnemme kalpamme kärjessä on, ei rintamme heltyä saata.
Sotahuutomme hurmaten maalle soi, mi katkovi kahleitansa:
Ei ennen uhkamme uupua voi kuin vapaa on Suomen kansa.

Kun painui päät muun kansan, maan, me jääkärit uskoimme yhä.
Oli rinnassa yö, tuhat tuskaa, vaan yks' aatos ylpeä, pyhä:
Me nousemme kostona kullervon, soma on sodan kohtalot koittaa.
Satu uusi nyt Suomesta syntyvä on, se kasvaa, se ryntää, se voittaa.

Häme, Karjala, Vienan rannat ja maa, yks' suuri on Suomen valta.
Sen aatetta ei väkivoimat saa pois Pohjan taivahan alta.
Sen leijonalippua jääkärien käsivarret jäntevät kantaa
Yli pauhun kenttien hurmeisten päin nousevan Suomen rantaa.

Tradução para Português:


Marcha dos caçadores (Heikki Nurmio)

A nossa força é o nosso ódio, nunca conquistado pelo destino,
Nenhuma compaixão, nenhuma pátria.
Toda a nossa sorte é mantida na ponta de uma espada,
Nenhuma ternura reside nos nossos corações agora.
O nosso grito de guerra exultante circula através da terra,
Rompendo os laços que nos unem.
Que nunca o combate seja abandonado
Até que o povo Finlandês ganhe a liberdade.

Quando outros inclinaram as suas cabeças ao destino,
Nós caçadores nunca vacilámos.
A noite residia nos nossos corações e a angústia profunda,
Mas um orgulhoso pensamento ainda nos guia.
Nós levantamo-nos em vingança, porque doce é
Ir ao encontro dos apelos do país de alguém.
Uma lenda hoje no nosso país nasceu;
Cresce, lança-se, conquista.

O norte, o sul, o este e o oeste,
Agora unem-se numa grande nação.
Nenhuma força na terra pode tirá-la
De debaixo dos boreais céus.
A sua bandeira é mantida a grande altura
Pelos vigorosos braços dos caçadores,
Sobre o raivoso campo de batalha
Para as terras revoltosas da Finlândia.