Ouvir
Vibrato
Em Direto
Vibrato Pedro Rafael Costa

Letras de Canções


Vesna / Primavera

Letra Original:


Vesna (Poema de Plescheyev)

Uzh tayet sneg, begut ruchi
V okno poveyalo vesnoyu...
Zasvishchut skoro solovi,
I les odenetsya listvoyu!

Chista nebesnaya lazur
Teplei i yarche solntse stalo;
Pora metelei zlykh i bur
Opoyat nadolgo minovala.

I serdtse silno tak i grudi stuchit
Kak budto zhdÿot chevo-to;
Kak budto schastye vperedi,
I unesla zima zaboty!

Vse litsa veselo glyadyat,
"Vesna" chitayesh v kazhdom vzore.
I tot, kak prazniku ei rad,
Chya zhizn - lish tyazhkii trud i gore.

No rezvykh detok zvonkii smekh
I bezzabotnykh ptichek penye
Mne govoryat, kto bolshe vsekh
Prirody lyubit obnovlenye.

Tradução para Português:


Primavera (Poema de Plescheyev)

A neve funde-se, as correntes fluem,
Um sopro de primavera acaricia a janela,
Os rouxinóis em breve cantarão
E o bosque se vestirá de folhas.

O céu é de um azul claro,
O sol mais quente e mais brilhante.
É o tempo para os ventos das cruéis nevascas
Desapareceram durante muito, muito tempo.

O meu coração bate alto no meu peito,
Como em expectativa;
Como se houvesse felicidade pela frente
Que afastasse o inverno de preocupação!

O rosto de cada um parece feliz,
Pode-se ler primavera em cada olhar,
E aquele cuja vida é apenas preocupação
Parece feliz e sem mais lamentação.

Pode-se ouvir a gargalhada ruidosa das crianças
E o cantar despreocupado das aves
Digam-me quem ama a ressurreição
Mais do que a própria natureza?