Ouvir
Refletor
Em Direto
Refletor Rui Guimarães

Ópera

Jules Massenet | Cendrillon | 20 Fevereiro | 18h00

Mezza-Voce | Metropolitan Opera

|

Jules Massenet | Cendrillon | 20 Fevereiro | 18h00 Jules Massenet | Cendrillon | 20 Fevereiro | 18h00

20 Fevereiro | 18h00

Programa Mezza-Voce    
Apresentação e Realização: André Cunha Leal 
Produção: Susana Valente     

Gravação na Metropolitan Opera House, 
a 28 de Abril de 2018


Jules Massenet | Cendrillon 


Lucette/Cinderela: Joyce DiDonato (MS)
Príncipe Encantado: Alice Coote (MS)
A Fada: Kathleen Kim (S)
Pandolfo: Laurent Naouri (BT)
Madame de la Haltière: Stephanie Blythe (MS)
Noémie: Ying Fang (S)
Dorothée: Maya Lahyani (MS)
O Rei: Bradley Garvin (BT)
O Primeiro Ministro: Jeongcheol Cha (BBT)
Superintendente dos Prazeres: David Leigh (BT)
O Reitor: Petr Nekoranec (T)

Coro e Orquestra do Metropolitan Opera House
Direção de Bertrand de Billy




Para saber mais sobre esta apresentação, clicar aqui.






Para consultar a Folha de sala, clicar aqui.









Cendrillon [Cinderela]

Ópera em 4 atos

Música de Jules Massenet (1842-1912)
Libreto de Henri Cain (1857-1937) baseado na versão de 1698 de Charles Perrault do conto de fadas "Cinderela".


Esta ópera foi composta em 1894-1895 e apresentada pela primeira vez na Opéra-Cómica, em Paris, a 24 de maio de 1899, no apogeu da carreira de Massenet. 
É uma das composições mais atraentes de Massenet, que teve na sua estreia e primeiras récitas, um sucesso retumbante, com cerca de cinquenta apresentações na sua primeira temporada. 
Esta ópera, com Manon e Werther, encontra-se entre as 25 óperas de Massenet mais encenadas, embora não faça parte do habitual repertório atual. 

Este é um conto de fadas "para fugir das realidades sombrias" (pour échapper à des réalités sombres) e acreditar no "fabuloso" (fabuleux).





Fotos Ken Howard / Metropolitan Opera