Ouvir
Música Contemporânea
Em Direto
Música Contemporânea Pedro Coelho

Ópera

Jules Massenet | Manon | 26 Junho | 18h00

Mezza-Voce

|

Jules Massenet | Manon | 26 Junho | 18h00 Jules Massenet | Manon | 26 Junho | 18h00

© Julien Benhamou


26 Junho | 18h00

Programa Mezza-Voce    

Apresentação e Realização: André Cunha Leal 
Produção: Susana Valente        

Gravação da France Music,
na Ópera da Bastilha, em Paris, 
a 29 de Fevereiro de 2020


Jules Massenet | Manon


Manon: Pretty Yende (S)
Cavaleiro Des Grieux: Benjamin Bernheim (T)
Lescaut: Ludovic Tézier (BT)
Conde Des Grieux: Roberto Tagliavini (B)
Guiillot de Morfontaine: Rodolphe Briand (T)
Monsieur de Brétigny: Pierre Doyen (BT)

Coro e Orquestra da Ópera de Paris
Direção de Dan Ettinger





Para saber mais sobre esta récita, clicar aqui.






Manon

Ópera em cinco atos

Música de Jules Massenet  
Libreto de Henri Meilhac e Philippe Gille, baseado em L'histoire du Chevalier des Grieux et de Manon Lescaut, do Abade Prévost (1731).

Baseada no romance de 1731 "A história do Cavaleiro des Grieux e de Manon Lescaut", de Abbé Prévost, Manon foi apresentada pela primeira vez em 1884, na capital francesa. A ação passa-se em França, durante o reinado de Luís XV. Manon é uma jovem parisiense que sonha com fama e dinheiro. No seu caminho surge um atraente cavaleiro, contudo há um senão: não é rico. Este é o contexto da ópera de Massenet, que coloca em jogo e reflexão o eterno conflito entre a razão e o coração.


Nesta versão protagonizada por Pretty Yende, na pele da irresistível Manon, e Benjamin Bernheim, como cavaleiro Des Grieux, sob a encenação de Vincent Huguet, a história surge adaptada aos 'loucos' anos 20, na década exuberante e livre que se situou entre as Guerras Mundiais, mas também como uma homenagem a Paris, a cidade luz, onde se encontram também algumas trevas, e um amor trágico.







Manon estreou na Opéra-Comique de Paris em 19 de janeiro de 1884.
Esta tem sido a ópera mais popular e duradoura de Massenet. Desde  a sua criação conquistou rapidamente os palcos do mundo, mantendo um lugar importante no repertório dos espaços operáticos. 
Um ano depois da sua estreia em Paris, Manon fez sua estreia no Reino Unido em janeiro de 1885, em Liverpool; nos Estados Unidos, a Academy of Music de New York apresentou a ópera ainda no mesmo ano, em 23 de dezembro. Na Royal Opera House de Londres, foi apresentada pela primeira vez em 19 de maio de 1891. A Metropolitan Opera fez a sua primeira apresentação em 16 de janeiro de 1895.
É o exemplo perfeito do charme e vitalidade da música e da cultura da Belle Époque parisiense.

Em 1893, também Giacomo Puccini compôs uma ópera baseada no mesmo romance, intitulada Manon Lescaut, e que também se tornou popular.






© Fotos de Julien Benhamou