Ouvir
Mezza-Voce
Em Direto
Mezza-Voce André Cunha Leal / Produção: Susana Valente

Outros Concertos

Intersections #15 #16 | 27 Janeiro

CI Community Project | Antena 2

|

Intersections #15 #16 | 27 Janeiro Intersections #15 #16 | 27 Janeiro

A Antena 2 online apresenta, a partir de 25 de Março, a série de 20 performances, Intersections, um projeto comunitário de Compositores e Improvisadores, da iniciativa de Javier Subatin.


Composers and Improvisers Community Project

                  | Intersections |

    Performances de Janeiro


#15 Violeta García & Juan Calvi | #16 Song Yi Jeon & Daniel Sousa


Intersections #15 | Violeta García & Juan Calvi





Violeta García | Violoncelista, improvisadora e compositora de Buenos Aires, Argentina. Estuda música desde 1998.
É uma performer em muitas formas de arte, incluindo improvisação livre, repertório experimental contemporâneo e transmídia em violoncelo e eletrónico e colaborações com dançarinos e outros artistas. Depois de anos estudando música erudita e popular no violoncelo e, posteriormente, composição e improvisação contemporânea, Violeta percebeu que a sua própria voz musical precisava de emergir fora de géneros específicos. atualmente, anseia por improvisar, compor e criar novos sons experimentais com técnicas espandidas, preparando instrumentos e trabalhando com combinações tonais dinâmicas, rítmicas e originais nas suas intensas performances. Agora, o seu principal interesse é abrir novos espaços sonoros que convidem o público a uma viagem interior.
Além desses projetos, já esteve em digressão em diversas oportunidades com improvisadores da América Latina, Europa e EUA. Participou em importantes conjuntos experimentais e coletivos como: Nicotina es Primavera, El devenir del Rio, Blanco Teta, Monótonos Truenos, Dominga Tango, La Jaula se ha vuelto Pájaro y se ha volado, Camila Nebbia ensamble, entre outros. Em 2015 fundou um selo digital e uma série musical chamada TVL-REC (www.tvlrec.com) com Carlos Quebrada (Colômbia) e Camilo Ángeles (Perú). Dedica-se a publicar novas músicas, grupos experimentais e coletivos da América Latina e outros países, e a fazer séries musicais e festivais de música radical na América Latina.


Juan Calvi | Toca clarinete baixo e soprano, música clássica, jazz, contemporânea e improvisada em projetos mistos escritos/improvisados. 
Já se apresentou em vários países, como Argentina, Itália, Alemanha, Brasil, EUA, Espanha, França, Indonésia, Índia e Portugal. Estudou saxofone tenor, jazz e improvisação com Tony Malaby, Marty Erlich, Ellery Eskellin e Marcelo Peralta, e clarinete baixo com Eduardo Raimundo e Luis Gomes. Além disso, estudou gamelão com Pranoto Ahmad Raji (Bali), música hindustani com Nityanand Haldipur (Mumbai), e tocou em conjuntos de jazz com Jerry Bergonzi, Steve Grossman e Peter Bernstein. 
É produtor musical, participou em vários discos e lançou muitos álbuns de jazz, música contemporânea e improvisada (Creative Sources Records, Koshkil Records, etc.). 
É licenciado e doutorado em Media Studies and Music na Universidade de Bolonha, Universidade de Westminster e Universidade Complutense, e publicou livros e artigos sobre música e teoria cultural. O seu último livro é intitulado De Gustibus Sí Disputandum. A practical philosophy of taste and music improvisation (Dykinson, Madrid, 2018), e desde 2004 é Professor de Música na Universidade Rey Juan Carlos em Madrid.



Intersections #16 | Song Yi Jeon & Daniel Sousa





Song Yi Jeon | Nascido na Coréia do Sul, Song Yi Jeon é um cantor e compositor que habilmente combina a harmonia de jazz moderno e caraterísticas temporais ímpares com melodias cantáveis ​​que instantaneamente captam o ouvinte. Song Yi revelou-se como uma promessa criativa desde tenra idade quando começou com piano, canto tradicional coreano, percussão tradicional coreana e desenho.
Estudou composição clássica na Universidade de Música e Belas Artes de Graz, Áustria e Jazz na Universidade de Música de Basel, Suíça, e no Berklee College of Music em Boston, EUA, onde desenvolveu a sua sonoridade própria. Através da sua formação em composição clássica, usa a sua compreensão da estrutura harmónica para criar improvisações incomparáveis.
A música de Song Yi é fortemente influenciada pelo jazz instrumental, e as suas composições sofisticadas têm uma direção musical clara com o seu som característico 'leste encontra oeste'.
Em 2013, como a bolseira inaugural do Quincy Jones CJ&E, estudou no Berklee College of Music, onde também foi premiada com o Billboard Endowed Award. Teve como professores, incluindo artistas importantes, Lisa Thorson, Guillermo Klein, Jorge Rossy, Wolfgang Muthspiel, Tiger Okoshi e George Garzone, entre outros.
Song Yi teve a sua estreia no Blue Note em Nova York, com o seu agrupamento, Song Yi Jeon Quintet, com grande aclamação. O seu quinteto também tocou em muitos clubes / festivais, incluindo Jazz Gallery, Falcoln, Bitter End, Drom, Institute of Contemporary Art (ICA) Boston, Isabella Steward Garden, Regattabar Courtyard Boston, Basel Clubfestival, Off Beat Jazzfestival Basel, Langnau Festival de Jazz e o Next Generation Jazz Festival Monterey.
Em 2018, Song Yi lançou o seu primeiro álbum Movement of Lives com o seu Quinteto, com Vitor Gonçalves, Kenji Herbert, Peter Slavov, Jongkuk Kim e Rogerio Boccato na Jazz Gallery em NYC.
Depois de se mudar para a Suíça, ela participou de um programa de artistas emergentes FOCUSYEAR no Basel Jazzcampus, apresentando-se  com Ambrose Akinmusire, Django Bates, John Hollenbeck, Julian Lage, Billy Childs, Guillermo Klein, Wolfgang Muthspiel e muitos outros. 


Daniel Sousa | Saxofonista português radicado no Porto. Aos 9 anos começou a estudar saxofone na sua vila (Melres) e desde então tem-se envolvido em todo o tipo de projetos como forma de expandir a sua própria linguagem.
Aos 11 anos foi para o Conservatório de Música do Porto onde estudou abordagem clássica e jazz à música, e em 2018 terminou a licenciatura em saxofone – jazz na Escola Superior de Música de Lisboa. Teve a oportunidade de fazer parte do ERASMUS+ no Conservatorium van Amsterdam. 
Durante a sua carreira tocou em Portugal, Espanha, Itália e Holanda onde trabalhou com alguns dos melhores músicos da região.
Atualmente está tentando desenvolver a sua própria linguagem através de conexões interculturais, explorando as diferentes direções da música.
Alguns projetos: Javier Subatin Trance Trio e Orquestra de Jazz do Porto.



Intersections 



Composers and Improvisers Community Project é uma comunidade global de músicos independentes que trabalham juntos para produzir um fluxo regular de conteúdos exclusivos online compartilhados com os fãs que apoiam seu trabalho.
Considerando os problemas crescentes que os músicos enfrentam para encontrar formas de gerar rendimentos regulares devido à pandemia COVID-19, este é o momento certo para entrar em ação e concretizar esta ideia: criar uma comunidade onde músicos de diferentes partes do globo trabalham juntos com o objetivo de oferecer um fluxo constante de conteúdo de alta qualidade e exclusivo numa plataforma única e dividir os recursos arrecadados em partes iguais - que só são possíveis de reunir com o apoio dos amantes da música.
Com esta iniciativa, os músicos envolvidos obtêm:
uma base de fãs sólida e global, composta por amantes do jazz e da música improvisada de todas as partes do mundo.
uma receita regular gerada pela contribuição mensal dos fãs em troca de uma quantidade considerável de conteúdos exclusivos, como trabalhos diários inéditos e improvisações, vídeos com áudio de alta qualidade, gravações colaborativas, downloads de áudio exclusivos e muito mais!
visibilidade, considerando que os músicos com mais visibilidade vão ainda aumentá-la com os outros músicos e, ao mesmo tempo, vão ajudar outros a alcançarem maior exposição pública.
Por outro lado, os assinantes são parte ativa da comunidade de apoio ao trabalho dos artistas e têm acesso a conteúdos exclusivos:
● Vídeos diários com áudio de alta qualidade.
● Gravações produzidas especificamente para a comunidade e com a colaboração dos músicos que dela fazem parte. Isso estimulará interações entre músicos o que poderia não acontecer noutras circunstâncias.
● Downloads exclusivos de faixas e álbuns.
● E muito mais que surgirá com o crescimento da comunidade! (estamos planeando apresentações e masterclasses online ao vivo, lançamentos de CD e muito mais).
Finalmente, espero que músicos e fãs se juntem a esta comunidade e participem do projeto.
Javier Subatin
fundador e diretor artístico