Ouvir
Império dos Sentidos
Em Direto
Império dos Sentidos Paulo Alves Guerra / Produção: Ana Paula Ferreira

Outros Concertos

Orquestra Geração | Concerto de Carnaval | 25 Fevereiro

Casa da Música, Porto

|

Orquestra Geração | Concerto de Carnaval | 25 Fevereiro Orquestra Geração | Concerto de Carnaval | 25 Fevereiro

25 Fevereiro | 17h00



Concerto de Carnaval

Orquestra Geração
Direcção musical de José Jesus Olivetti
Maria Alice, voz


Programa

Edward Elgar - Pompa e Circunstância

Ludwig van Beethoven - Sinfonia nº 5 em Dó menor (1º andamento)

Luís de Freitas Branco - Andante, de Duas Melodias

Eugénio Tavares - Despedida

Silvestre Fonseca - Parede Bedje

Piotr Ilitch Tchaikovski - Marcha Eslava

Arturo Márquez - Danzón nº 2



A Orquestra Geração celebra o Carnaval com um Concerto, na Casa da Música, no Porto. Cerca de 80 alunos vão tocar um repertório sinfónico standard, como a Sinfonia nº 5 de Beethoven e Danzón nº 2 de Arturo Márquez, sob direção musical de José Jesus Olivetii, num concerto que conta com a participação da cantora cabo-verdiana Maria Alice na interpretação de duas famosas mornas: Despedida, de Eugénio Tavares, e Parede Bedje, de Silvestre Fonseca. 

“Trata-se de uma oportunidade única de apreciar o dinamismo de uma orquestra jovem e de jovens e saborear a multiculturalidade nesse palco extraordinário da Casa da Música no Porto", segundo o coordenador deste projeto orquestral, o professor António Wagner Diniz.

Desde 2015, os concertos de Carnaval tem sido presença regular na Casa da Música, reunindo centenas de pessoas. Este ano, é a vez de alunos dos núcleos de Almada, Amadora, Lisboa, Loures, Oeiras, Sesimbra e Vialonga que integram a Orquestra Juvenil Geração.




Orquestra Geração é um projeto de intervenção social através da prática orquestral. É um projeto de cariz social para jovens que visa formar, promover a inclusão social e fomentar o desenvolvimento pessoal dos mesmos através da música. 
Foi criada em 2007 na Escola Básica Miguel Torga no Casal de S. Brás na Amadora, e em pouco mais de dez anos, a Orquestra Geração cresceu e reúne mais de 1300 crianças e jovens, encontrando-se atualmente instalada em 22 escolas básicas e secundárias nos municípios de Almada, Amadora, Lisboa, Loures, Oeiras, Sesimbra, Vila Franca de Xira (Orquestra de Vialonga) e em Coimbra. O projeto aplica a metodologia do El Sistema criado na Venezuela por José António Abreu (prémio Príncipe das Astúrias e Erasmus). Abrange alunos da pré-primária (Orquestra de Afectos) até ao 12º ano (Orquestra Juvenil Geração). 

Os diversos grupos da Orquestra Geração agregam mais de 30 concertos por temporada com um repertório variado, desde jazz a música erudita. Já passaram por diversos palcos, como o CCB, o Teatro Municipal São Luiz, a Fundação Calouste Gulbenkian, Casa da Música, Teatro Circo de Braga e, até mesmo, em festivais internacionais como na Ópera de Nice. 

Durante a sua existência tem sido várias vezes galardoado com as seguintes distinções: Prémio Nacional de Professores (inovação) em 2010, em 2013 e 2014 foi considerada uma das 50 melhores práticas de intervenção social e desenvolvimento, de toda a União Europeia; em 2017 foi menção honrosa da Fundação Mota Engil e já em 2018 foi considerado o projeto do ano pela AGEAS e recebeu da Assembleia da República a medalha de ouro comemorativa dos 50 anos da Declaração Universal dos Direitos Da Humanidade. 
A Orquestra Geração é membro do Sistema Europe, de cuja direção faz parte.



Para mais informações sobre o Concerto de Carnavalclicar aqui.


Para conhecer mais sobre o projeto da Orquestra Geraçãoclicar aqui.