Ouvir
Boulevard
Em Direto
Boulevard André Pinto

Obras e Compositores

João Caldas | Prémio Composição SPA / Antena 2 | 2021

10ª edição

|

João Caldas | Prémio Composição SPA / Antena 2 | 2021 João Caldas | Prémio Composição SPA / Antena 2 | 2021

Vencedores do Prémio de Composição SPA/Antena 2 | 2021


João Baeta Castro Caldas | 1º prémio

José Manuel Castro Brandão | 2º prémio 



O compositor João Baeta Castro Caldas, com a obra Apneia venceu, por unanimidade, a 10ª Edição do Prémio de Composição SPA/ Antena 2.
 
O Júri da 10ª Edição do Prémio de Composição SPA/ Antena 2, constituído pelo Maestro José Eduardo Gomes, Professor Carlos Caires e pela Professora Sara Carvalho, decidiu também atribuir o 2º prémio a José Manuel Castro Brandão com a obra Ritual

A obra vencedora tem estreia marcada no concerto de Gala do Festival Prémio Jovens Músicos, em Setembro próximo, na Fundação Gulbenkian.



João Caldas (1995) | Iniciou os estudos de música aos sete anos de idade. Entrou com dez anos na Escola de Música do Conservatório Nacional, tendo lá estudado piano, trompa e contrabaixo. Também nesta escola frequentou as aulas de Análise e Técnicas de Composição do professor Eurico Carrapatoso.
Venceu, como pianista do Trio C3PO, o 2º prémio (sem qualquer outro prémio atribuido) na 26ª edição do Prémio Jovens Músicos (2012) na categoria Música de Câmara - Nível Médio; também como membro do Trio C3PO, venceu o 1º prémio do I Concurso Nacional de Música Gilberta Paiva (2013) na categoria Música de Câmara - Nível Médio. 
Em 2014, ingressa na Escola Superior de Música de Lisboa na licenciatura de Composição onde é orientado por João Madureira, Luís Tinoco e António Pinho Vargas. No âmbito do curso teve oportunidade de estrear várias obras, quase todas para conjuntos de câmara. 
Em 2016, criou, em conjunto com Pedro Rodrigues, música para o filme O Gabinete do Doutor Caligari de Robert Wiene, tendo sido apresentada na Casa da Achada e na Cinemateca Portuguesa.
Para além da criação de várias obras, tem vindo a dedicar-se nos últimos anos à música/som para teatro, instalações, e cinema.
Iniciou em 2019 um projecto de criação de peças para solista sem partitura escrita, em que o instrumentista participa enquanto co-compositor da peça.



José Brandão | Compositor e performer, nasceu em Oliveira de Azeméis em 2000. Tem explorado vários temas na sua composição, inspirando-se muitas vezes em artes como a poesia, a fotografia e vídeo. É finalista do concurso de composição da Banda Sinfónica Portuguesa (BSP) - 2020 e ganhou o primeiro prémio no concurso de composição Folefest - 2020.
Atualmente, estuda composição na Escola Superior de Música e Artes do Espetáculo (ESMAE) com o professor Rui Penha e toca frequentemente clarinete e piano em concertos da ESMAE e da Banda de Música de Santiago de Riba-Ul.
As suas peças vão ser tocadas na ESMAE, Casa da Música e no Festival Folefest.
  


Histórico de anteriores premiados:

2020 - Jorge Filipe Pinto Ramos, 1º prémio;
João Miguel Cordeiro Barradas, 2º prémio

2019 - Francisco Fontes, 1º prémio;
Rodrigo Cardoso, 2º prémio;
Rodrigo Bacelar, Menção Honrosa

2018 – Nelson Jesus, 1º Prémio;
Luís Salgueiro, Menção Honrosa

2017 – Inês Badalo, 1º Prémio;
Manuel Moreira, Menção Honrosa

2016 – Pedro Lima Soares, 1º Prémio;
Inês Badalo, Menção Honrosa

2015 – Fábio Cachão, 1º Prémio;
Luís Costa, Menção Honrosa

2014 – Daniel Davis, 1º Prémio;
Afonso Teles, Menção Honrosa

2013 – João Ceitil, 1º Prémio;
Daniel Davis, Menção Honrosa

2012 – Nuno da Rocha, 2º Prémio